O Que é Um Position, Swing ou Day Trade? Qual Escolher?

Todas são modalidades de operações no mercado, a diferença está na duração dessas operações.

Um day-trade é curto e leva apenas alguns minutos ou horas, mas os custos são altos (devido a alta frequência de trades) e o operador precisa se livrar de suas posições no final do pregão.

Swing e position trades são mantidos por mais tempo, enquanto o primeiro costuma durar apenas alguns dias ou semanas, o segundo leva vários meses e até anos, como mostra a tabela abaixo:

TipoDuraçãoTempo Para ManutençãoCusto Estimado Anual
PositionMeses ou AnosAlgumas horas por semana150 Reais
SwingDias ou SemanasUma ou duas horas por dia900 Reais
DayMinutos ou Horas7 horas por dia10800 Reais

Tá, mas qual dessas é a melhor para mim?

E como eu faço para escolher?

Para responder, vou usar os 90% restantes do post e para isso, começarei pela introdução. 😛

Existem aqueles que adoram o ritmo frenético do day-trading, muitos, gostam mesmo é da tranquilidade dos position-trades, e outros, querem ficar no meio termo, esses são os operadores de médio prazo, os swing-traders.

A pergunta é simples, dentre essas modalidades de especulação, qual vale mais a pena? E mais importante, como escolher?

A resposta para essa pergunta depende totalmente de apenas dois fatores, sua personalidade, os custos e para ilustrar, adivinha? Usarei outra historinha. \o/

O Especulador Que Queria Comprar Doces

Baseado numa história real fictícia que realmente aconteceu

Era uma vez, um pivete de 7 anos chamado Anastésio, seu objetivo era o de se tornar um position trader, como o seu avô, para poder comprar balas.

Começou a operar rapidamente e seu primeiro trade foi na BLGA5. Ele comprou 1 milhão de ações (sim, ele era rico e sim, ele queria muitas balas) e colocou seu stop largo, 10 reais abaixo do valor de compra, que foi de 40 reais.

O papel começou a subir imediatamente e fechou a semana em 44 reais. Porém, Anastésio estava ficando impaciente, afinal, nesse ritmo, a operação levaria muito tempo para acabar. E mesmo com todo o dinheiro que ele estava fazendo, a idéia de ficar tanto tempo num único trade, o incomodava.

O jovem trader decidiu falar com seu avô Asguislhérmio, que lhe deu um conselho claro:

Continue nesse ritmo pois o longo prazo é o que funciona melhor!

Anastésio concordou, insistiu um pouco mas logo voltou a ficar entediado e consequentemente, passou a levar seu trade não tão a sério.

Depois de algum tempo, decidiu se tornar um day-trader. Trabalhou muito mais, gastou muito mais e conseguiu resultados parecidos. Porém, como a modalidade era mais compatível com sua personalidade, ele pode operar com mais confiança. Por isso, teve muito mais sucesso como day-trader do que apenas poderia sonhar em ter, se tivesse continuado com os position trades. Ahh, e depois ele comprou as balas.

Tá, mas seja mais específico! Qual escolher!? Qual é a melhor opção para mim?

O primeiro fator é você, ou seja, a escolha vai depender de sua personalidade e dos seus gostos.

Quando comecei, meu objetivo era o de fazer swing trades.

A idéia de ficar vários meses e até anos num position trade me chateava pois eu seria obrigado a usar stops realmente largos e operar muito pouco. Me tornaria basicamente um investidor que usa análise técnica em vez da fundamentalista! Também teria tempo livre demais, e se tinha uma coisa que eu não precisava era de tempo, primeiro porque eu realmente gostava dos mercados e segundo porque eu não queria ficar lendo livros diferentes que falavam sobre exatamente as mesmas coisas nesse tempo livre.

Por isso cheguei à conclusão de que eu precisava de uma modalidade mais “agitadinha”, mas não muito.

Não achava interessante ser um day-trader porque com os gastos estratosfericamente altos, não poderia operar assim mesmo de qualquer forma. Além disso eu seria obrigado a me livrar das minhas posições no fim do pregão, o que me incomodava, já que preferia muito mais ser stopado (com lucro, de preferência) do que ser “auto-expulso” do jogo porque “a casa iria fechar”.

Pra terminar, não gostaria de ficar operando 7 horas por dia sendo obrigado a tomar decisões on-the-fly sem poder antes escrever bons e detalhados relatórios de operações. Como definitivamente não era a minha praia, escolhi o meio termo.

Gostei do swing-trading pois é a modalidade que junta o melhor dos dois mundos.

Por um lado, você não fica entediado ou tentado a se tornar um fundamentalista se operasse no longo prazo e pelo outro, gasta muito menos com taxas de corretagem, imposto sobre serviço e emolumentos do que gastaria se operasse como day-trader. O importante para mim era o equilíbrio, que só pude encontrar com os swing-trades. Não cheguei nem perto de considerar operar de outra forma porque sabia que não iria funcionar bem, pois eu estaria remando contra a corrente em vez de ir com ela.

Editei: Depois de alguns anos eu notei que o position trading não era tão chato quanto eu imaginava e acabei trocando os swings pelos positions.

O Estraga Prazeres: O Fator Custo!

Apenas mil libras por uma barra de chocolate :S

Porém nem sempre é possível fazer o que queremos ou que se encaixa com a nossa personalidade.

Ao levarmos em conta o fator custo, podemos chegar à conclusão de que a modalidade escolhida ficaria cara demais, inviabilizando a atividade totalmente. Para explicar melhor, uso o exemplo abaixo. Considere a taxa de corretagem de 6 reais por ordem executada.

  • Um position trader faz 10 operações por ano ou 25 ordens, gasta 150 reais de corretagem.
  • Um swing trader faz 60 operações por ano ou 150 ordens, gasta 900 reais de corretagem.
  • Um day trader faz 720 operações por ano ou 1800 ordens, gasta 10800 reais de corretagem.

Lembrando que esses valores são chutados, você encontra traders nas 3 modalidades que operam mais ou menos. Mas tem limites. Você não vai fazer 5 trades por ano se for um day-trader, a não ser que você não se importe em não fazer dinheiro.

Por isso, para fazer uma escolha da forma correta, é de extrema importância considerar o maldito fator custo. Ou seja, aqueles que quiserem operar todos os dias, mesmo se tiverem um ótimo position-sizing, quebrariam por causa das taxas.

Minha dica para descobrir o que se encaixa melhor no seu orçamento é:

Deduza quantas ordens você enviará por ano para a corretora e calcule os gastos estimados, não se esqueça de incluir os impostos e os emolumentos, que tirei dos exemplos para facilitar, mas que aumentam consideravelmente os custos. Se para cobrir todas as despesas, você precisar gastar mais de 10% ou 15% do seu capital todo, é melhor conformar-se, temporariamente, com uma modalidade mais “tranquilinha” para diminuir o risco de ruína.

Para Finalizar…

Considere seus gostos pessoais, disponibilidade e, acima de tudo, seu orçamento. Já que de nada adianta encontrar a modalidade perfeita de trading se você não tiver como arcar com os custos.

Se não for o seu caso, lembre-se também de ir com a opção MAIS CONFORTÁVEL. Nada daquelas bobagens de tentar fazer o que você não quer para tentar “crescer como pessoa”, na Bolsa de Valores essa é uma idéia idiota. Se quiser (ou for obrigado, talvez por problemas de liquidez), troque de modalidade mais pra frente.

No começo é de extrema importância procurar se adaptar aos mercados da forma mais tranquila possível. E é apenas escolhendo uma alternativa compatível com o seu ritmo natural e ao seu bolso, que você poderá estar em harmonia com si mesmo e com suas operações.

Afinal, como mostra o nosso amiguinho Anastésio (que se mata no final da história junto com seu avô Asguislhérmio), não vale a pena tentar ser o que você não é, principalmente quando tem dinheiro envolvido.



Descubra Como Conquistar a Sua Independência Financeira Em Apenas 10 Anos Investindo Só R$200 Por Mês!

Você vai descobrir...

  • Porque as maneiras mais populares de se atingir a independência financeira só estão fazendo você perder tempo (e oportunidades).

  • Quanto tempo você realmente tende a levar para atingir a sua independência financeira.

  • Porque a bolsa de valores pode acelerar a sua acumulação de capital em mais de 2x com toda a segurança do mundo.

  • O quê fazer para conquistar os seus objetivos da maneira mais rápida, fácil e simples possível.


39 Comentários O Que é Um Position, Swing ou Day Trade? Qual Escolher?

  1. Silvio

    Hugo, queria apenas parabenizá-lo pela iniciativa do seu blog.

    Pelo conteúdo de informação sobre AT e com um humor muito peculiar.

    Mais uma vez parabéns

    Diariamente passo pra dar uma olhada. Aprender um pouco mais e me divertir.

    Abraços

    Responder
    1. Hugo

      Olá Silvio e muito obrigado pelo apoio!

      Está sendo mais divertido manter o blog agora que as pessoas estão começando a participar mais.

      Novamente, obrigado pelo apoio 🙂

      Abraço

      Responder
    1. Hugo

      Pô, nem é! Eu também faria mas a resposta é não! Eu não vivo como especulador, meu capital é insuficiente para isso. Até retornos bem altos não seriam o bastante. Se eu tivesse 150 mil, aí tudo bem, mas falta um bocado para chegar nisso.

      Me pergunte novamente em 2 ou 3 anos 😀

      Flw

      Responder
  2. Ulysses Lima

    Estou começando a pesquisar sobre o assunto. Por enquanto, de uns 10 sites que li sobre o assunto, o seu é o melhor!

    Além disso é a quarta vez que realizo busca no google e caio aqui! =D

    Abraço!

    Responder
    1. Hugo

      Valeu Ulysses!

      Honestamente eu nunca procuro coisas sobre trading na internet, é difícil demais de achar material decente, e quando acha, é em inglês (não que isso seja um problema). Por isso eu apenas pego um livro e se ele for muito sagaz, eu sigo a lista de livros recomendados e por aí vai. E mesmo assim tem uma porrada de livros boquetas eheuehueh.

      Anyway, abraço,
      Hugo

      Responder
  3. Wellington

    Olá Hugo, como vai?
    Parabéns pelo seu site, pois me incentiva e me ajuda a tomar direções no meu aprendizado.
    A minha pergunta é a seguinte, tem uma pergunta aqui em cima perguntando se você vivia da bolsa e você pediu pra perguntar em 3 anos, bom, já que a pessoa não perguntou, aqui estou lhe perguntando hahaah atualmente vive da bolsa?
    Um abraço

    Responder
  4. Célia

    Hugo,

    Um trader com experiência, que já vive de bolsa a alguns anos, pode esperar em média quanto de retorno da bolsa em %? 50%, 80%, 100%? Gostaria de saber o que é um ganho real a ser esperado pra não criar falsas expectativas em relação ao mercado.

    Responder
    1. Hugo Teixeira

      Em um período tranquilo no mercado, acima de 50% ao ano está muito bom. Em um período ruim, como o de agora, não perder nada já está ótimo. Na média, acima de 30% ao ano é bem satisfatório.

      Responder
      1. Miguel

        50%? 30%? acho excesso de otimismo esperar esses retornos… pra ter uma idéia o genial Peter Lynch conseguiu em sua carreira um retorno médio anual de 29%, um ganho médio de 20% ao longo de vários anos é algo excepcional, 50%? ainda não surgiu nenhum que conseguisse ….

        Responder
  5. lalcristiano

    Hugo, Lí o e-book “Como investir na Bolsa com Pouco Dinheiro” e não teve como pedir reembolso (pois foi muito útil rsrs) e também não criei a coragem de por os 5k na corretora para o “aprendizado”. Hoje fiz a compra da Triplice do Trade e Como se tornar um trader e viver da bolsa – GOLD (vai passa uma semana tendo encheções de saco hhahaha. Já lí bastante livros, inclusive um do Mauro Halfeld (Que achei bem fraco, pela propaganda que tanta gente faz)
    Mas a pergunta é a seguinte, começando com pouco dinheiro adotar a postura de um Trader Position é o mais adequado? Confesso que fazer a aplicação com prazos em anos é insuportavel, alguns meses eu até tolero, lógico que bisbilhotando o HB todo dia atendo no position size do Ativo.

    Responder
    1. Hugo Teixeira

      Na verdade nem tem como operar de outra forma com pouco dinheiro. Com pouco você vai de position, conforme o dinheiro cresce você pensa se quer ir para swing e day trade no final ou se fica mesmo no position.

      No começo não existe opção, depois existe mas nem sempre vale a pena.

      Responder
        1. Hugo Teixeira

          Depende do contexto.

          Por exemplo:

          Fundo de ações: 200 reais.
          Ações position: 7 mil reais.
          Ações swing: 25 mil reais.
          Ações day: 50 mil reais.

          Ações dá para operar com bem menos, mas esses valores consideram modelos seguros da gestão do dinheiro, ou seja, para operar com riscos racionais.

          Responder
  6. lalcristiano

    Hugo, acabei de ler seu 3º e-book e logo logo chegará o tempo de gastar a consultoria adquirida pelo ultimo e-book.
    Como sou iniciante e tenho pouco capital (5k) não vou inventar moda, vou seguir o seu sistema (donchian 35/75 ou 74/34 operando apenas smallcaps). Primeiro eu estou testando no folhainvest, escolhi 7 ativos (segui todos os métodos de triagem) e já agendei as ordens de start, daqui uns meses vejo o resultado e matando a pulga atras da orelha entro no mercado de verdade.

    Coincidentemente o meu primeiro livro sobre educação financeira foi o mesmo que o seu, sim “Casais inteligentes enriquecem juntos” de lá pra cá li muitos outros e fui gostando cada vez mais dos mercados e assuntos financeiros.
    Parabéns pelo site e um abraço.

    Responder
    1. Hugo Teixeira

      Opa, obrigado. 🙂

      Recomendo que nesse meio tempo brinque com outros períodos num simulador de forex por exemplo, já que treinando só com ações num mercado baixista vai ser mais difícil aprender muito com a falta de trades.

      Responder
  7. Max Eduardo Peixoto

    Olá Hugo, comprei seu e-Book a um ano e muito obrigado por me fazer um trader. Ainda não vivo disso, mas consegui dobrar meu capital com sua ajuda e indicações!

    Mas li umas respostas aqui em cima e vi um rapaz que te perguntou se você vivia da Bolsa e você disse que não, para voltar a perguntar daqui a alguns anos. E agora? Vive de Trade? rsrsrs

    Abraço e Sucesso pra ti.

    Responder
  8. lalcristiano

    Finalmente entrei no mercado de verdade, sim com pouco dinheiro hahahaha. E o jeito que mais gostei para começar a operar foi separando as ações pelo método CS, gráficos diários com canais de donchian para rastrear suportes e resistencias.
    Impressionante que 2 lotes de ações que deram sinais de entrada, valorizaram 11% e 6% respectivamente, estou meio preocupado com essas operações pois estou notando que o volume de negócios está diminuindo e isso pode causar a reversão da tendencia e de repente as ações cairem (acho q isso acontece pq o mercado tá meio preguiçoso, vcs traders experientes chamam de mercado lateral, “por experiente leia-se Hugo Marciano”).
    Com sua experiencia de mercado vc sairia do trade com 3 semanas de operações garantindo esses lucros? Ou teria paciência na estratégia sendo, que operando position trade a estratédia de ganhos de 20% pra mais (sendo que esperando a continuidade da alta, corre-se o risco de devolver os lucros ao mercado e ficar no 0x0?)

    Responder
    1. Hugo Teixeira

      Como trendfollower, sempre vale a pena continuar na tendência mesmo correndo o risco de devolver todos os lucros. No longo prazo você ganha mais.

      O problema é mais psicológico caso você prefira uma renda mais estável. Como position trading é super instável, você provavelmente vai querer um swing ou day trading com stop gain e afins. Eu mesmo não curto, prefiro seguir a tendência e sair quando não der mais mesmo, ou seja, no stop.

      Questão puramente de gosto. 😉

      Responder
  9. lalcristiano

    Pois é larguei mão da ansiedade, era pura ansiedade e vontade de operar, os primeiros trades né, mas fiz bem em segurar pois saltou de 11% pra 15% a valorização e continua subindo =D. Obrigado

    Responder
    1. Hugo Teixeira

      Com certeza, no começo é sempre pior.

      Apenas concentre-se em aprender, corrigir erros e não pense muito em performance porque no início é muito difícil conseguir alguma coisa, então apenas observe e aprenda. 😉

      Responder
  10. Vagner Mesquita Rossi

    Bom dia Hugo!

    Tenho começado a acompanhar seu blog e tenho aprendido muito.
    Até o momento, eu só brinco com o folha invest e o simula bolsa, mas pretendo começar a operar.
    Tenho R$120.000,00 da venda de um terreno que eu comprei a R$25.000,00 a dois anos atrás =)

    Como sou iniciante, será que compensa colocar todo esse dinheiro na bolsa direto, ou colocar parte em renda fixa, para ter uma garantia, e, digamos, uns 20% na bolsa para aprender?

    Responder
  11. Jorge Y. Yamaki

    Casualmente pesquisando a palavra “position trade” me deparei com seu blog e encontrei além da resposta, pelo qual agradeço, um show de bom humor em trades. Os comentários inteligentes de seus seguidores também me agradaram muito. Parabéns a todos ! (…Ah! É claro que vou me inscrever).

    Responder
  12. Felipe Dias

    Hugo, até agora, a ferramenta mais interessante e que não consome muito tempo são os canais de donchian.Qual o setup mais rentável encontrou?
    Abraços

    Responder
      1. Hugo Teixeira

        Sim, vai depender da estratégia, mas mesmo assim, apenas o day trade “te obriga” a vender no final do dia. Ou seja, você pode não vender se você quiser, mas aí o nome não seria day trade e sim, swing trade e se demorar ainda mais, position trade.

        Responder
  13. Igor

    ESTOU PESQUISANDO SOBRE O ASSUNTO. PELO O QUE TENHO VISTO O DAY TRADE É MAL VISTO? NÃO VALE MUITO A PENA? PRA QUEM TÁ COMEÇANDO É MELHOR ESCOLHER ESSA MODALIDADE DO QUE A SWING?

    Responder
  14. Diogo Figueiredo Carvalho

    Day trader: 720 operações por ano? vc está sendo modesto hahahah. já cheguei a fazer umas 15 operações no dia. Felizmente minha corretora tem um custo baixo oq me pega são os emolumentos/registro bm&f/ISS e o leãozão.

    Realmente scalper e day trader sofrem nos custos. se vc lucrar 2 mil pode passar a faca em uns 22 a 23% pelo menos.

    Responder
  15. RICARDO MORAIS ALVES

    Grande Trader, parabéns pelo post. Analisando sua linha de raciocínio, pude definir melhor minha estratégia de operação. Sucesso!!!! (Ricardo Morais)

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *