Porque Você PRECISA Ignorar Algumas Das Regras da Bolsa (de Vez Em Quando)

Tenho a impressão de que alguns traders e investidores vêem os seus métodos na bolsa de valores de uma maneira fanática e pouco abrangente.

Os especuladores escolhem a análise técnica e aí, operam contra ou à favor da tendência. Os investidores pensam apenas em valor e utilizam a análise fundamentalista.

Nos dois (ou 3) grupos existem vários axiomas.

Aqueles traders que operam a favor da tendência podem dizer:

“Não faça preço médio, essa é uma idéia idiota!”

“Não seja burro, se proteja com ordens stop-loss.”

Por outro lado, um investidor vai pensar:

“Compre ações baratas mas apenas se elas forem atraentes.”

Agora, o problema desses axiomas é que muitos iniciantes começam a segui-los quase como se fizessem parte de algum culto. Esses caras, com pouca experiência, não sabem que na bolsa de valores existem várias exceções à várias regras. E é claro, várias maneiras de se fazer dinheiro.

Nesse post, farei algumas observações sobre esses exemplos citados.

Fazer Preço Médio Nem Sempre é Uma Ideia Absurda!

Seja bem vindo à Terra do Nunca Use Stops!

O conceito é conhecido por todos os traders, não devemos fazer preço médio. Não podemos nunca adicionar capital à um trade perdedor. É mais seguro comprarmos ações por preços cada vez mais altos porque assim, saberemos que a tendência provavelmente continuará.

Tudo bem, nada de preço médio.

Mas agora pensem na frase:

“Deixe os seus lucros crescerem.”

Lembram-se de que eu disse que enquanto um papel estiver “normal”, não há motivo para nos preocuparmos? Então, e se esse papel chegar em 30 reais, voltar para 25 e ainda assim, estiver “normal”? Em outras palavras, agindo como sempre, porém, um pouco mais “barato”?

Muitos traders aumentariam suas posições nesse ponto e sim, estou falando de trend-followers e não, eles não estão errados!!

Como o papel ainda está na tendência de alta, eles compram agora para tentarem aproveitar um preço de entrada melhor. E quando o movimento realmente acabar? Eles sairão correndo.

Eu estou dizendo que você pode fazer preço médio? Não!

Apenas explico que, enquanto um papel estiver se comportando normalmente, a idéia de comprar mais ações por um preço menor não é necessariamente ruim ou idiota. Eu não gosto de fazer isso mas vários traders de sucesso o fazem o tempo todo e para eles, funciona muito bem. E é claro, no final das contas, é só isso o que importa.

Às Vezes Usar Stop Loss é Realmente Burrice!

Quando digo que devemos usar stops, o que eu realmente quero dizer é:

“Nós devemos sempre nos proteger de movimentos contra as nossas posições.”

E uma das maneiras mais fáceis de se fazer isso é justamente utilizando ordens stop-loss.

Porém, alguns não param para pensar e aí perguntam:

“Uh? Como assim? Mas e aqueles traders que utilizam sistemas de trading baseados em cruzamento de linhas? Como médias móveis ou o MACD? Eles não sabem exatamente quando eles sairão até o momento em que as linhas cruzarem. E então? Eles são idiotas por não usarem stop-loss?”

É óbvio que não, essa é apenas outra forma de proteção.

Os stops apenas facilitam a vida dos traders. Muitos não o usam e alguns o utilizam apenas quando estão longe do Home Broker para assim, poderem sair com segurança. E adivinha? Muitos hedge funds nem usam ordens stop-loss.

Afinal, será mesmo que um George Soros da vida pensa coisas como:

“Hmm, nossa, o preço está chegando perto do meu stop ATR, acho que serei stopado e perderei 1% do meu capital!”

Não!

É óbvio que não!

Esses fundos não usam stops porque a estratégia não é funcional para eles e se não é, f*da-se!

Por isso, especule com segurança, se quiser usar ou não o stop, isso não importa. Eu uso stops, seu amigo ou até o cachorro da vizinha podem usar stops. Se usamos ou não o problema é nosso, se o George Soros usa ou não o problema é dele.

A verdade é que devemos nos proteger, não importa como.

Investir em Ações “Caras” Pode Sim Valer MUITO a Pena!

Muitas ações baratas são exatamente isso…

Seguinte, alguns livros, bons e ruins, dizem que comprar ações baratas de empresas com bons fundamentos é uma ótima ideia. E por um lado, é sim, uma boa ideia. Só que pode existir uma ação boa de uma empresa melhor, mas que por algum motivo, não esteja barata e sim, apenas “normal” ou até mesmo cara.

Um estudante pouco dedicado da análise fundamentalista pode desistir dessa ação única e exclusivamente porque o preço não está baixo. Ele faz isso porque é um manezão que nunca se deu ao trabalho de questionar o axioma. Ele o lê em um mísero lugar e começa a segui-lo cegamente.

Mas agora, e daí que a ação não está barata?

Isso significa que a empresa não vale a pena?

É óbvio que não!

Mas se não fosse pelo grande Warren Buffett, os seguidores mais bestas do culto da análise fundamentalista não saberiam que o que realmente importa é uma ação de uma ótima empresa!

E se ela não estiver barata?

F*da-se se não estiver barata!

Se o investimento for bom, seu custo pode até ser meio alto, contanto que valha a pena.

É basicamente como o próprio Buffett disse:

“Prefiro uma ação boa de uma empresa ótima do que uma ação ótima de uma empresa boa.”

O Buffett compra ações de empresas decentes, baratas ou não. Se o preço ajudar, ótimo! Mas se o preço estiver apenas ok, se for uma boa, ele investe na empresa! Um dos seus maiores investimentos, na Coca Cola, foi feito assim, numa época em que suas ações estavam apenas com um preço “justo”.

Sua estratégia “diferente” rendeu, ao longo de sua carreira… 47 bilhões de dólares!

A Bolsa de Valores Não é Lugar Para Cultos!

Rasméla: Fundador e líder do recém criado culto “Não Devem Existir Cultos na Bolsa de Valores”

Trading não é uma religião!

Trend-following, counter-trend também não!

Investimentos fundamentalistas ou sei lá, muito menos!

Existem bilhões de maneiras diferentes de se especular ou de se investir nos mercados. Você pode usar AT, AF, ATF, fazer hedge com opções ou um desses “preços médios bons” e até deixar os stops de lado.

Isso não importa!

Nada importa contanto que o operador faça dinheiro CONSISTENTEMENTE!

Se os lucros forem bons e os sistemas, métodos, vá-sé-vá, forem válidos e robustos, então beleza! Os operadores de longa data não se prendem aos axiomas, por mais lógicos que sejam, pois eles sabem que existem exceções. Regras só servem se forem úteis para você, caso contrário, esqueça-as!

Agora, iniciantes que não sabem de porra nenhuma, adoram os axiomas. O problema é que eles falam deles o tempo todo mas nunca os questionam! Mas mesmo os melhores axiomas DEVEM ser questionados simplesmente porque existem várias outras maneiras de se jogar o jogo, e ganhar!

Por isso, não se prenda à apenas algumas regras e métodos.

O mundo “bolsa de valores” está cheio de possibilidades lucrativas que, num primeiro momento, podem ser vistas com desconfiança. Mas, contanto que você tenha bom senso, não tema pensar “fora da caixa” pois em 99% das vezes, você perceberá que AINDA está na caixa, só não tinha percebido que ela era muito maior do que você imaginava.



Descubra Como Conquistar a Sua Independência Financeira Em Apenas 10 Anos Investindo Só R$200 Por Mês!

Você vai descobrir...

  • Porque as maneiras mais populares de se atingir a independência financeira só estão fazendo você perder tempo (e oportunidades).

  • Quanto tempo você realmente tende a levar para atingir a sua independência financeira.

  • Porque a bolsa de valores pode acelerar a sua acumulação de capital em mais de 2x com toda a segurança do mundo.

  • O quê fazer para conquistar os seus objetivos da maneira mais rápida, fácil e simples possível.


10 Comentários Porque Você PRECISA Ignorar Algumas Das Regras da Bolsa (de Vez Em Quando)

    1. Hugo

      Ou então, o simples e raríssimo bom senso, que engloba tudo, inclusive a disciplina.

      E se alguém realmente parar para pensar, chegará a conclusão de que praticamente o jogo todo é uma questão de bom senso 🙂

      Responder
  1. Flavio

    Outro axioma/mantra muito difundido por aí: “ações são um bom investimento no longo prazo”.

    Essa afirmativa pode ser verdadeira. Se você investe em uma carteira diversificada, com ações de empresas com bons fundamentos, compradas a preços razoáveis, e se a economia do seu país tem um futuro promissor, é um tipo de investimento que, no longo prazo, tende (eu disse TENDE) a dar bons resultados.

    Agora, quem aqui topa investir em ações de bons fundamentos, visando o longo prazo… na Bolsa de Valores Caracas????

    Eu tô fora!!!

    Responder
    1. Hugo

      Flavio

      Ações de BOAS EMPRESAS são um bom investimento no longo prazo.

      Agora, comprar ações só porque é coisa da moda e deixá-las lá passeando é coisa de investidor idiota. Se você for perguntar, a maioria não deve saber nem o que é um dividendo :S

      Além disso muitos investidores pulam de especulação porca para investimentos porcos. Entram num papel para o longo prazo e fogem depois de uma semana, super longo prazo esse 😛

      Gaspar:

      Investir pro longo prazo? Virou a casaca é?

      😀

      Mailo:

      Eu gostava do IFR, tinha medo do stop ATR, medo de comprar em rompimentos e ainda queria operar usando só candles hahahaha.
      Coisa de iniciante, uma hora você fica mesmo com o que funciona. Mesmo que seja só pra você 😛


      Abraço,
      Hugo

      Responder
  2. mailo

    Exatamente, não dá para tomar certas verdades, ainda mais no mundo da especulação. como os colegas já disseram, se utilizar do bom senso é o mais importante.

    Já fui crítico de muitos métodos e ferramentas, que posteriormente acabei utilizando e me adaptando bem, ou seja, “paguei a lingua”!

    Responder
  3. Flavio

    Hugo,

    Ações de boas empresas, adquiridas a um preço razoável, num país cuja economia tende a crescer TENDEM a ser um bom investimento no longo prazo.

    Por isso dei o exemplo da Venezuela. Eu não invistiria numa ótima empresa de lá enquanto eles tiverem um presidente que está mandando o país pro buraco enquanto se perpetua no poder. Não há boa empresa nem ação barata que justifique eu colocar meu dinheiro lá.

    Isso, claro, para investir. Especular já é outra história…

    Responder
    1. Hugo

      Flavio,

      Ah tá, é que você escreveu “Bolsa de Valores Caracas” e eu pensei que faltou uma vírgula, como em “Bolsa de Valores, Caracas!” e não que você estivesse se referindo a bolsa venezuelana heheheh. Nem passou pela minha cabeça, ficou faltando o “de” e aí, me confundi 😛

      Mas nesse caso, concordo sim.
      Além disso, eu nem deveria ter usado o são já que nos mercados não existe nada certo e sim, apenas suposições (tendem), seja no mundo dos investimentos ou da especulação.

      Abraço,
      Hugo

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *