Investindo na Bolsa Utilizando o Método CAN SLIM

Existem muitos sistemas de investimento ou especulação para a bolsa de valores. A maioria deles são baseados ou na análise fundamentalista ou na análise técnica. Porém alguns vão além e utilizam os dois tipos de análise, tirando assim, proveito tanto dos fundamentos quanto das informações técnicas das ações da bolsa de valores, como seus preços, volume e etc.

Esses sistemas “híbridos” são conhecidos como tecno-fundamentalistas. Nesse post falarei do muito popular, interessante e historicamente lucrativo, Sistema CAN SLIM, desenvolvido pelo William O’Neil na década de 50.

A inspiração para o desenvolvimento do CAN SLIM surgiu quando O’Neil, na época um corretor de valores, estudou várias operações de um grade fundo. Ele percebeu esse fundo comprou todas suas ações enquanto elas atingiam novas máximas, e o melhor, aparentemente essa técnica funcionava pois as ações continuavam subindo, gerando muitos lucros para seus proprietários.

Outra coisa muito importante que ele reparou nesses estudos foi que a idéia de comprar ações “baratas”, com P/L’s muito baixos, não era válida, pois se o Preço/Lucro dessas ações estava baixo, deveria ter um bom motivo.

"Estou competindo com o Buffett pelo título de investidor mais sexy do mundo!"

Conforme O’Neil estudava essas operações, ele ia notando certos padrões. E foi aí que surgiu a idéia de criar uma “peneira fundamentalista para investimentos” com o objetivo de filtrar todas as ações fracas de um mercado. E depois, era só fazer a análise técnica daquelas ações que sobraram, as mais fortes, para ver se surgia alguma boa oportunidade para uma compra ou uma venda à descoberto.

A Peneira de Investimentos

O nome do sistema vem desse processo de escolha das ações, que consiste de 7 passos, todos explicados abaixo.

  • C – lucros Correntes por ação: O’Neil descobriu que 70% das ações com grandes avanços, tiveram ganhos no trimestre atual, maiores do que os ganhos do mesmo trimestre no ano anterior. Logo, o objetivo desse primeiro passo é o de procurar uma ação que tenha um aumento nos lucros trimestrais de 20% à 50% em relação ao mesmo trimestre do ano passado.
  • A – lucros Anuais por ação: Agora é preciso achar ações de empresas que conseguiram, durante os últimos 5 anos, uma taxa anual composta de retorno de pelo menos 24%. E de preferência, apresentando lucros crescentes a cada ano.
  • N – Novidade: Algo novo, um produto, uma idéia ou até um novo CEO. O’Neil diz que 95% das melhores ações tiveram algo de diferente antes de um grande avanço. Uma nova máxima também conta como algo novo.
  • S – Soma de todas as ações: O passo da “oferta e procura”. Empresas passam aqui se elas tiverem no máximo, 25 milhões de ações. A média das 95% melhores é de apenas 11.8 milhões. A explicação é simples, small e mid-caps sobem mais rápido do que as blue-chips pois como elas tem menor liquidez, é necessário menos dinheiro para mover o preço.
  • L – Líder: Para sobreviver a essa eliminação, o papel deve subir (proporcionalmente) mais do que 80% de todas as outras ações da bolsa de valores. Coloco ênfase no “TODAS”, fazer essa análise apenas em algumas poucas ações não adianta.
  • I – apoio Institucional: As boas ações costumam ter apoio institucional, ou seja, alguns fundos mútuos, bancos e outras instituições às possuem. Porém não pode ter apoio demais, porque se der alguma coisa errada, muitos tentarão sair do barco ao mesmo tempo, afundando rapidamente os preços. O apoio ideal fica entre 15% e 20%.
  • M – Mercado: Compre (ou venda à descoberto) ações que estão indo na mesma direção dos índices da bolsa de valores (como o ibovespa). Ficar comprado quando quase todo o resto do mercado está fraco não costuma ser uma boa idéia em 75% das vezes.

O próximo passo é coletar dados de todas as ações existentes para fazer a “análise da peneira” manualmente. Para obter essas informações, entre na aŕea para investidores do site das empresas. A maioria dos dados são encontrados dessa forma. O problema é que essa pesquisa é realmente muito chata pois nem sempre você encontra o que precisa com facilidade. Às vezes você precisará caçar o material no Google ou até fazer algumas ligações. O jeito é fazer como já sugeria o grande Warren Buffet, começar pela letra “A”.

Ok! Já consegui tudo e passei a peneira! Hora de comprar as ações…


…Ainda falta a análise técnica das ações, felizmente essa é a parte fácil. Compre o que você quiser assim a ação tiver um break-out, ou seja, quando o seu preço atingir uma nova máxima! Não compre antes, seja paciente. Sem break-out? Sem compras! Preste atenção também no volume. A operação terá uma maior chance de sucesso se o volume no dia do break-out for pelo menos 50% maior do que a média dos dias anteriores.

Para completar, não coloque todos os seus ovos em uma cesta só! Diversifique muito pouco para não perder o foco! Compre 2 ou 3 ações se você tiver menos de 20 mil reais e 5 ou 6 se você tiver de 50 à 150 mil reais. Use o bom senso. Sugiro a leitura dos meus posts com tećnicas de position sizing para quem quiser se aprofundar no assunto.

Ah, e é claro, para aqueles que querem fazer uma operação de venda à descoberto, basta fazer tudo ao contrário! Escolha uma ação que não passou em nenhum critério da peneira e inicie a operação quando o papel atravessar um suporte, simples, simples.

E se der tudo errado? E se der tudo certo?


O uso do stop-loss é obrigatório como sempre. O valor de perda máximo em uma operação deve ser de 7% ou 8%, preferencialmente por volta de 5% ou 6%. Se o stop for atingido, venda tudo imediatamente sem pensar duas vezes, procure por outra ação e se ela não existir, espere. Se você tiver dificuldades para respeitar seus stops, estude psicologia do trading!

Por outro lado, se a operação estiver dando lucros, vá subindo o stop-loss. O livro do William O’Neil lista 35 regras de saída, porém vou resumi-las em uma única frase: “Deixe seus lucros correrem”. Você pode fazer isso de qualquer forma que achar adequada, eu sugiro o uso de um stop-móvel, de preferência, o stop ATR. Assim seus lucros ficam “garantidos” ao mesmo tempo em que você se mantém na operação com o objetivo de aumentá-los ainda mais. E nunca venda cedo demais!

RESUMO! RESUMO!

1 – Escolha uma ação de uma empresa que/quando:

  • Teve um trimestre melhor nesse ano do que no ano passado.
  • Nos últimos 5 anos apresentou um lucro composto de pelo menos 24%, melhor a cada ano.
  • Tenha qualquer coisa nova, como um produto ou uma diretoria diferente.
  • Possua no total menos de 25 milhões de ações.
  • Teve avanços proporcionalmente maiores do que 80% das outras ações.
  • O mercado estiver em tendência de alta. Para vendas à descoberto, se estiver em baixa.

2 – Use só uma parte do seu dinheiro. Tem 100 mil? Invista por volta de 25 mil numa única operação.

3 – Compre as ações numa nova máxima. Operação à descoberto? Numa nova mínima. Lembre-se de fazer qualquer coisa apenas quando o volume for 50% maior do que a média diária!

4 – Perdeu mais de 8%? Aborte a operação imediatamente. Se estiver no lucro, vá subindo o stop.

Já acabou? E quanto eu posso ganhar?

O suficiente para empalhar um cachorro com dinheiro! o/

Sim, acabou minha pequena introdução à um ótimo sistema tecno-fundamentalista de nome esquisito. A parte fundamentalista do sistema é bem trabalhosa e demorada, apesar de ser fácil. Concluo dizendo que, se bem aplicado, o CAN SLIM pode render anualmente por volta de 26%, uma estimativa conservadora na minha opinião, considerando os agitados mercados brasileiros. Honestamente acredito que ele possa tirar da bolsa de valores uns 30%-35% anuais, um ótimo (e realista) retorno!

Se não entendeu alguma coisa ou quer fazer alguma sugestão, deixe seu comentário 😀



Descubra Como Conquistar a Sua Independência Financeira Em Apenas 10 Anos Investindo Só R$200 Por Mês!

Você vai descobrir...

  • Porque as maneiras mais populares de se atingir a independência financeira só estão fazendo você perder tempo (e oportunidades).

  • Quanto tempo você realmente tende a levar para atingir a sua independência financeira.

  • Porque a bolsa de valores pode acelerar a sua acumulação de capital em mais de 2x com toda a segurança do mundo.

  • O quê fazer para conquistar os seus objetivos da maneira mais rápida, fácil e simples possível.


5 Comentários Investindo na Bolsa Utilizando o Método CAN SLIM

  1. Mauricio Santos

    Achei interressnte o método CAN SLIM e estou pensando em usalo junto com as regras do Turtles escritas pelo Curtis Faith (um dos ex turtles) que eu consegui na internet
    Mas tenho duvidas:
    Você acha que o Breakout de 20 dias vale para ações?
    Tenho 7.000 para investir e pretendo usar um position size utilizando o ATR (de Small Caps)
    Exemplo
    Capital 7000
    ATR (N) 0,68
    Valor da ação 15,00
    Valor do lote(100) = 1500
    Risco 15%
    Formula (7000*0,15)/0,68 = 1545 = 1 lote (arredondado)
    Seri esse o jeito certo o que você acha

    Responder
    1. Hugo

      Acredito que sim, porém, precisaria de um bom backtesting para confirmar.

      Agora, a ATR. O seu N é de 0,68. O stop original dos turtles era de 2N, duas vezes o valor da ATR. Logo, o valor a ser utilizado é de 1,36 e não 0,68.

      Sua compra será em 15 reais e o stop de 2N será colocado em 13,64 (que é 15 – 1,36).

      Mas o risco de perda provável no stop dos Turtles era de 2% do capital, e não 15% (não sei de onde vc tirou esse valor, ou a conta hehehe). Ou seja, se você tiver 7000 de capital, você não pode arriscar mais do que 140 reais em todas as ações.
      Portanto, para ser stopado e perder por volta de 1,36 por papel e ainda não passar de 2% de prejuízo sobre o capital todo, você precisará comprar 100 ações.

      Então fica assim:

      Compra: 100 ações, 15 reais cada, valor total = 1506 reais (6 da corretagem, pouco dinheiro = tov).
      Stop: em 1,36, seja stopado e perca 136 reais (+12 de corretagem, 6 da compra e 6 da venda), ou seja, perderá um pouco mais do que 2% do capital.

      O problema é que como vc tem pouco dinheiro, não poderá entrar no papel aos poucos (a cada meio N de lucro, se me lembro bem) como os turtles, precisará entrar de uma vez.

      BTW, tem um livro do Curtis Faith chamado The Way of the Turtle que extremamente interessante, isto é, o começo e o final, pq o meio parece mais um anúncio de um software de backtesting ehehehe.

      Abraço,

      Responder
  2. Eduardo

    Querido Hugo, pelo que me parece você é um trend follower, certo? Eu também sou adepto a essa filosofia de investimentos e cheguei no Can Slim procurando um método fundamentalista para filtrar as melhores ações para usar meu setup.

    Lhe pergunto: Você usa ele assim? O que acha da ideia?

    E: Existe alguma planilha/relatório para companhamento do método? Se não exisgir você fazer e vender 😉

    Responder
  3. PAULO HENRIQUE LEME

    Hugo, boa tarde. Venho estudando o Can Slim através do seu primeiro ebook, mas estou com uma dificuldade ao encontrar os dados do C no site Fundamentus.

    Lá ele contém o valor dos lucros por ação no trimestre atual, mas não consigo encontrar a informação dos lucros por ação do mesmo período do ano anterior, para poder fazer justamente essa comparação da margem de crescimento.

    Poderia me iluminar o caminho? Gostaria de aprender a utilizar a técnica antes de entrar de vez e quebrar a cabeça por ter feito errado.

    Obrigado pelo excelente trabalho sempre!

    Responder
    1. Tiago

      Olá amigo,

      Para te dar uma força. Entre no advfn, digite o código da ação.
      Você estará na sessão COTAÇÃO vá para BALANÇOS
      Veja o gráfico na página contendo os resultados trimestrais. (Receita, despesa e lucro) nas colunas. Apenas deixe selecionado os Lucros, para ver maior clicando nas bolinhas com cor.
      Agora compare os trimestres. Ex 2T2017 com 2T2018.
      Para achar a porcentagem faça.
      (vf – vi) /vi x100 = %
      (2t2018 – 2t2017) – 2t2017 x100

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *