“A Verdade é Que a Análise Gráfica Não Funciona Mesmo!”

Assim que disse a frase, vários fundamentalistas fanáticos usando chapéus de marinheiro feitos com páginas de O Investidor Inteligente gritaram:

É claro que a análise gráfica, técnica ou qualquer outro nome idiota que você usa, não funciona! Ainda bem que você acordou! Antes tarde do que muito tarde!

Os outros, decidiram cantar o hino dos investidores para comemorar:

Investir é com a gente, papagaio não tem dente! Eu bebo detergente e voto em Warren Buffett pra presidente!

Só que no meio de toda essa aceitação, olhei para meus velhos amigos traders que estavam com uma profunda expressão de “…” em suas caras. Depois de um tempo, um deles me disse:

Cara, você bebeu e tá de ressaca, se drogou, foi atropelado por um ônibus enquanto andava pelado de bicicleta numa avenida deserta e perdeu a memória, tropeçou, caiu de quina numa mesa, perdeu massa encefálica ou então, simplesmente do nada, ficou retardado?

Foi aí que esse mesmo trader, do nada, enfiou o dedo em seu nariz, tirou meleca e tentou esfregar no meu olho. Fiquei desesperado e comecei a gritar com muita criatividade: “Ahhhhhhhh, páaaaaaráaaaa” e aí acordei.

Decidi aproveitar a história e por isso escrevi um post dedicado aos traders meio iniciantes, ou seja, aqueles que não são nem noobs totais e nem “intermediários”.

Nesse post explicarei não muito se a análise gráfica funciona, ela funciona e pronto, mas sim, porque às vezes seu funcionamento é perfeito e em outras vezes, seu fracasso é colossalmente catastrófico para todos os traders que a utilizam de forma incorreta.

Ahh é, vale avisar que eu não tenho absolutamente nada contra fundamentalistas, tirando o nome bobo…

Porque Traders Impacientes Comem… Nunca!

Ohhhh, então, quando ele pular, você o pega e aí rachamos. Que tal?

Cledisbértison Júnior Terceiro ao Quadrado é Igual a Nove era um trader iniciante apaixonado pela análise gráfica. Lia todos os livros que podia e conhecia os fundamentos de todos os indicadores e osciladores que existiam. Além de, obviamente, ter estudado todos os padrões gráficos mais conhecidos.

Mas não conseguia fazer um mísero centavo mesmo com todo o seu conhecimento na área. Ele não era capaz de entender um simples detalhe: a análise gráfica não é uma exata.

Sem saber disso, ele insistia na idéia de que seria possível encontrar um padrão gráfico perfeito, com uma precisão de 100%. Mas nunca o encontrava e sempre acabava se frustando:

Porque esse três-montanhas não atingiu o ponto de projeção? Só pode ser porque esta porra não funciona!

Porém esse pobre trader, ao chegar à esta conclusão apressada e irracional, desistiu totalmente de tentar utilizar o padrão.

Se não funciona hoje, não funcionará amanhã!

Mas foi aí que a namorada psicóloga de Cledisbértison Júnior Terceiro ao Quadrado é Igual a Nove, apelidada carinhosamente de MÁCDia, o explicou que:

A análise gráfica funciona sim! Devido a todos aqueles fatores psicológicos que fazem com que as pessoas repitam sempre os mesmos erros e talz. Só que você é idiota demais para perceber que, apesar dela funcionar, NUNCA funcionará o tempo todo! Porque é um jogo de probabilidades! E eu quero namorar um trader que saiba disso, então adeus, Cledisbértison Júnior Terceiro ao Quadrado é Igual a Nove. Nunca mais quero te ver!

Aí eles terminaram.

Meu Exemplo Pessoal, o de Um Trader N00b


E aí? Gostaram do exemplo? Pois é, eu não.

Porém não quero apagar também, por isso, darei outro exemplo, dessa vez, baseado em fatos reais. (musiquinha de fundo: uma assustadora de um filme de alienígenas que sequestram as pessoas de noite e forçam coisas em suas respectivas bundas)… nũ nũ nũ nũ nũ nũũũũũũ, déum déum, tã!

Ok, lá vai:

Quando comecei a estudar padrões gráficos, tive o mesmo problema.

Um dia me deparei com um ombro-cabeça-ombro na ação PETR4. O padrão atingia a projeção perfeitamente. Fiquei analisando aquilo, maravilhado, e logo decidi procurar outros exemplos para provarem que este padrão funciona bem. Encontrei um, na SDIA4. Só dessa vez, o resultado foi doentio! O padrão não atingiu a projeção, se corrigiu no meio do caminho e então voltou para a base!

Eu pensei:

WTF, sério, WTF foi isso!?

Não conseguia entender porque daquela vez não tinha funcionado.

Tirei screenshots dos padrões, upei na internet e comecei a escrever um post enorme no fórum InfoMoney pedindo ajuda por não ter entendido o que tinha acontecido de errado. O trade DEVIA ter funcionado, o padrão DEVIA ter atingido a projeção porque era isso que a minha análise gráfica indicava! Então como é que não funcionou? WTF!

Acabei desistindo de postar minha dúvida pois, ao tentar resolver sozinho, li The Disciplined Trader do Mark Douglas.

E em uma frase, ele me explicou tudo:

A análise gráfica funciona por causa das coisas psicológicas e talz. Os traders repetem os mesmos erros, mas nem sempre da mesma forma. Por isso o resultado de suas ações costumam variar, logo, os padrões podem não funcionar o tempo todo. Além disso temos as probabilidades e outras coisas mais, sei lá.

Sério, está frase exata está no livro, não é brincadeira.

Quando Certos Padrões Gráficos Funcionam Melhor?

Monstro, 1034 páginas!

Com a descoberta acima, concluí que é impossível saber EXATAMENTE quando uma ferramenta técnica funcionará ou não. Como não gostei da idéia, decidi procurar mais informações.

Queria saber QUANDO os padrões teriam maiores chances de funcionarem ou não. Eu só sabia que o volume ajudava às vezes. Rompimento? Olhe o volume, se ele estiver acima da média, isso indica uma provável aceitação do movimento. Se o volume estiver tosco, existem maiores chances do sinal ser falso. Ou então que em certos mercados, alguns padrões apresentam resultados melhores do que outros.

Por exemplo, um ombro-cabeça-ombro terá mais chances de atingir a projeção se aparecer num mercado baixista. Assim como um ombro-cabeça-ombro invertido, tenderá a ser mais eficiente num mercado altista. Mas existem outros fatores que influenciam a eficácia desses desenhinhos.

Foi aí quando me deparei com o Encyclopedia of Chart Patterns do Thomas N. Bulkowski.

Nesse livro, o autor faz um estudo detalhado (AKA, longo pra kct) com muitos exemplos (AKA, útil encheção de linguiça) de quando certos padrões tem vantagens estatísticas sobre os outros. Essas informações são muito úteis. Mas servem apenas para traders discri… drisci… ok, desisto, arbitrários. Ou seja, para aqueles que não usam sistemas de trading, e sim, intuição. Logo, se você for um fan de sistemas, fique longe desse livro e dos padrões gráficos!

Ok, mas agora acho que estou fugindo do assunto. Portanto, hora de concluir!

Conclusão Séria e Profissional do Estudo

  • Este é um post levemente inútil
  • Os padrões gráficos funcionam, mas nem sempre…
  • A análise técnica, de modo geral, funciona, mas nem sempre…
  • A análise fundamentalista também funciona, mas nem sempre…
  • …e o Warren Buffett não tem dente e eu nunca votarei num detergente para presidente! (a não ser que ele tenha propostas boas e talz…)


Descubra Como Conquistar a Sua Independência Financeira Em Apenas 10 Anos Investindo Só R$200 Por Mês!

Você vai descobrir...

  • Porque as maneiras mais populares de se atingir a independência financeira só estão fazendo você perder tempo (e oportunidades).

  • Quanto tempo você realmente tende a levar para atingir a sua independência financeira.

  • Porque a bolsa de valores pode acelerar a sua acumulação de capital em mais de 2x com toda a segurança do mundo.

  • O quê fazer para conquistar os seus objetivos da maneira mais rápida, fácil e simples possível.


6 Comentários “A Verdade é Que a Análise Gráfica Não Funciona Mesmo!”

  1. Orianna

    Absurdamente inteligente e insano. Dei boas risadas e gostei de todo o pacote, desde o enfeitezinho de trevo, que “cutie”, até a tijolada “enciclopédica” como forma de clarificação con-textual.
    Não preciso dizer que és muito bom pois já sabes. Fica entao como um reforço: você é do k.
    Confirmo a fala do marcos.
    Luz na sua mente doentiamente sã.
    Fiukz

Os comentários estão fechados.