Como a “Teoria do Caos” Pode Arruinar TODOS os Seus Investimentos

Desde que o mundo se conhece por mundo e a bolsa por bolsa, os interessados em ganhar uma grana especulando nos mercados buscam formas de analisarem as oscilações de preços dos ativos incluindo informações não tão óbvias assim nos seus estudos.

Eles utilizam a astrologia, conceitos de física, metafísica e toda a sorte de medicinas alternativas para operarem o Senhor Mercado.

Sim, tem tanta coisa idiota no meio que você nem acreditaria.

Mas enfim…

É claro que existem muitas boas que podem realmente funcionar, ou talvez até mesmo todas elas funcionem dependendo da forma como são utilizadas.

Mas como você provavelmente não tem interesse em aplicar astrologia ou metafísica nos seus trades (caso contrário nem estaria lendo este blog), falarei sobre algo distante e esquecido mas que possui mil e uma utilidades para os mercados.

A bizarra!

A esquisita!

A mal compreendida!

A infame “Teoria do Caos”!

Que Comece A Cruzada!

E olha que nem havia pregão eletrônico na era medieval!

Para começar a explicar nosso primeiro lampejo aventureiro rumo ao desconhecido ao tentar desbravar as entranhas da cabulosa Teoria do Caos, precisarei de uma cobaia. Um trader totalmente fictício, que juro que não copiei de lugar nenhum chamado Bluga!

E agora, uma história…

Em uma de suas muitas explorações pelos mercados mundo a fora, Bluga ouviu falarem da chamada Teoria do Caos e a sua estranha relação com a Bolsa de Valores.

Como bom trader desmiolado que é, Bluga comprou 3 livros extremamente científicos sobre o assunto, leu todos, não entendeu muita coisa mas decidiu que daí em diante não usaria mais stops, pois o mundo é um verdadeiro caos.

O que nosso amigo não sabe é que ao contrário do que o nome possa sugerir, a teoria do caos não é assim tão… caótica… pelo menos não em sua concepção mais simples.

Se você já ouviu falar naquela velha história da borboleta que bate as asas no Japão e provoca um tsunami em Gondor, ou em qualquer outro lugar do planeta, então você já foi iniciado nos fundamentos básicos da teoria do caos.

A idéia por trás da metáfora da borboleta é o que se conhece pelo nome mala de “propagação de erros”, que você nunca deve ter ouvido falar antes e nem imagina em como isso pode ajudar nos seus trades. Mas antes de chegarmos nessa parte, um pouco de teoria bem legal!

Colocando (Alguma) Ordem No Caos:

“Antes de causar o tsunami eu era essa coisa aqui ó…”

Estudiosos do caos defendem que mesmo em eventos determinísticos bem básicos, isto é, aqueles onde tudo parece poder ser controlado, como por exemplo, traçar uma linha reta utilizando um lápis e uma régua, sempre existirão erros e incertezas.

É mais ou menos o seguinte:

Suponha que o trader Bluga tenha a sensacional tarefa de traçar em um papel, 1 milhão de retas, cada uma delas tendo exatamente 1 cm. Depois disso elas serão enfileiradas para formar uma retona de 1 milhão de centímetros. Muito simples, mas eis que depois de traçar todas essas retas, algo acontece!

Surge um implacável avaliador de retas, com anos de experiência em uma profissão que você nem imaginava existir. Ele mede com um instrumento de precisão todas as retas e demite Bluga por incompetência, promovendo o estagiário da seção de círculos concêntricos para ocupar a vaga!

No dia seguinte, após se recuperar de uma ressaca, Bluga percebe o que aconteceu:

Por maior que tenha sido os seus esforços, nenhuma das retas traçadas tinha EXATAMENTE 1 cm.

Depois de avaliadas com o instrumento de precisão, todas as medidas apresentaram erros na casa dos centésimos ou milésimos de centímetros. Quando as retas foram enfileiradas para formar a retona final, esses minúsculos erros se propagaram e fizeram com que o resultado final ficasse longe do esperado.

E é sobre o desvio do resultado esperado que trata a teoria do caos: a propagação de pequenos erros oriundos de processos bastante simples, mas regidos por muitas variáveis (como no exemplo, a forma de segurar o lápis, a força depositada no papel, a rugosidade da folha, a ansiedade de Bluga, etc).

Se isso tudo pode acontecer num exemplo tosco como retas numa folha de papel, imaginem o impacto no complexo mercado de capitais!

Milhões de operadores, bilhões de negócios, slippage para todos os lados, tendências de alta no gráfico diário e de baixa no de 15 minutos…

Enfim… a verdadeira festa do caqui é totalmente própria ao caos.

Mas Então o Que Eu Posso Esperar de Tudo Isso?

“Papai, eu sou um resultado inesperado?”

Algumas pessoas creditam aos movimentos do mercado uma parcela substancialmente caótica e imprevisível, já que existem tantos “erros” se propagando para todos os lados.

Essas pessoas minimizam a importância de análises comuns utilizadas nos preços de fechamento ou ferramentas gráficas e superestimam a importância de gerenciamento de risco e position sizing. É como se elas buscassem transformar o mercado num jogo onde a regra é não haverem muitas regras a serem seguidas a não ser o da defesa e auto-preservação (no caso, preservação do seu capital!).

“Uhm… mas se o mercado é um caos porque então eu enxergo nitidamente tendências, suporte e todas aquelas outras 2 mil linhas que explicam tudo nos meus gráficos??”

Bem, ainda de acordo com estudiosos do caos, você faz isso porque seu cérebro de homotradersapiens desenvolvido tem uma tara em não te deixar na mão e busca sempre uma explicação sagaz para o que está diante de seus olhos.

Em outras palavras, ele te manipula para enxergar tendências onde possam existir apenas enormes movimentos laterais, padrões gráficos onde talvez existam apenas o acaso e suportes nos quais podem não existir coisa alguma.

“Mas eu gastei a maior grana naquele software de análise gráfica!! Teoria do Caos é [email protected]|*0!!”

Calma.

Você ainda pode usar seu sistema para analisar gráficos, e eles são realmente úteis nos mercados.

Apenas tenha em mente que a movimentação dos preços, além de tudo o que você já conhece sobre oferta e demanda, tendências, psicologia e etc, pode conter também uma parcela importante de movimentos tão erráticos quanto as imprecisões nas retas desenhadas pelo nosso amigo Bluga.

No próximo artigo pretendo falar mais sobre o que de fato você pode fazer para tirar proveito desse conceito caótico e quem sabe introduzi-lo nos testes do seu atual sistema de trading.

Continua AQUI



Descubra Como Conquistar a Sua Independência Financeira Em Apenas 10 Anos Investindo Só R$200 Por Mês!

Você vai descobrir...

  • Porque as maneiras mais populares de se atingir a independência financeira só estão fazendo você perder tempo (e oportunidades).

  • Quanto tempo você realmente tende a levar para atingir a sua independência financeira.

  • Porque a bolsa de valores pode acelerar a sua acumulação de capital em mais de 2x com toda a segurança do mundo.

  • O quê fazer para conquistar os seus objetivos da maneira mais rápida, fácil e simples possível.


10 Comentários Como a “Teoria do Caos” Pode Arruinar TODOS os Seus Investimentos

  1. Paulo

    Dentista e Mollo, valeu pelo feedback.
    Eu acho que conteúdo um pouco mais técnico não agrada a maioria, nem sei se consegui atingir aos que leram da forma como eu gostaria.
    Mas pode crer que continuarei nessa linha por enquanto.

    Aliás, se tiverem sugestões de testes ou outras questões menos usuais podem falar que de repente rola uma pesquisa e um artigo legal!

    abs
    Paulo

    Responder
    1. Hugo

      Paulo:

      Eu não me importo com a maioria. Não se importe você também 😀

      (e continue escrendo 😀 )

      velaepavio:

      A teoria do caos seria o efeito borboleta, bola de neve ou como escrito no post, a somatória de imperfeições nos traços de 1cm que causam catástrofes mundo a fora. Os erros vão sofrendo o lindo efeito dos “juros compostos” por assim dizer e no final… cataplóft! Hauhauehauehaieahui


      Abraço
      Hugo

      Responder
  2. velaepavio

    Fala Paulo,

    Essa teoria do caos eh um conceito realmente dificil de entender. Confesso que pra mim nao ficou claro no post o que eh a teoria do caos.

    Algo como nao tem orderm no universo?

    Enfim como podemos tirar vantagem do caos na sua opiniao?

    Meu comentario, mesmo ainda sem entender a relacao entre o suposto caos e o mercado.

    Pra mim se tem caos ou nao eh irrelevante contanto que eu tenha conviccao naquilo que me faz consitente no mercado. Minha edge.

    Nao importa se o mercado eh aleatorio ou segue uma tendencia ou se flutua em torno da media.

    Responder
  3. renan

    No livro a lógica do cisne negro de Nassim Nicholas Taleb ele descreve essa tendenciosidade de observarmos o passado e sempre encontrarmos explicações sagazes de porque os eventos ocorreram. Ele explica que há muitos fatores a serem levados em consideração na ocorrencia de um determinado evento, contudo por nossa mente ser seletiva atribuimos importancia a somente alguns fatos que julgamos ser relevantes. Também concordo que há um certo grau de aleatoriedade no mercado, muitos movimentos ocorrem de maneira inesperada e a maioria das crises financeiras não pareciam tão obvias antes de acontecerem. A grande questão acho que é como se aproveitar da aleatoriedade, pois de certa forma os padroes graficos são bem recorrentes e estatisticamente podemos tem um bom indice de acerto. O problema eu penso que aparece quando um pequeno evento totalmente fora do esperado acontece e provoca uma catástrofe na bolsa de tal forma que não estamos protegidos o suficiente deles, acho que os TS não podem lidar com eventos como esse, podem?

    Responder
    1. Paulo Nogueira

      Olá Renan!
      O que vemos e chamamos de “padrões” gráficos vem justamente do nosso cérebro suprindo a necessidade de entender o que ocorre a nossa volta. Alguns padrões gráficos mais simples podem até mostrar algo da psicologia de multidão mas isso não está atrelado fortemente ao movimento futuro do preço. Talvez para day-traders seja últil, ou talvez até para tentar adivinhar uma abertura do dia seguinte, mas fora isso eu sou cético com relação às várias figuras que o candles parecem formar.

      O mercado não é totalmente aletório. Nós vemos que existem, por exemplo, tendências de alta e baixa mas é necessário trabalhar com a hipótese de que elas podem (e vão) revertar a qualquer instante, independentemente de qual foi o último candle do gráfico.

      abraços e obrigado pelo comentário
      Paulo

      Responder
  4. renan

    Sistemas caoticos são sistemas que ao serem alimentados com um pequeno erro numa variavel de entrada provocam um erro muito grande na sua variável de saida. Pensando dessa forma, o mercado pode vir a ser caótico pq ao precificarmos mentalmente uma ação existe um erro embutido, que pode estar relacionado com o preço atual já precificado erradamente com uma dose emocional, semelhante a um sistema realimentado. Assim o preço final acaba carregando erros acumulados criando um sistema caotico onde o preço pode estar em qq lugar. Acaba que no final até tendencias definidas no mercado são caóticas. Isso pq vc nao poderia dizer até aonde pode ir o preço final da ação quando ela está subindo ou caindo.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *