Porque o Trader PRECISA Ter a Disciplina de Um Monge Budista

Existem vários tipos de erros na especulação.

Um trader pode fazer preço médio, pode ser impaciente e entrar antes da confirmação de um sinal e às vezes, talvez até operar micos. Porém, esses erros, pelo menos para iniciantes, são comuns e dependendo do nível de experiência do trader, inevitáveis.

Mas existe um outro tipo de erro, muito mais perigoso e que, além de causar um grande prejuízo à carteira do operador, bagunça com sua mente. Estou falando das falhas de disciplina, aquelas que ocorrem quando o operador deixa, por algum motivo, de seguir suas próprias regras de trading.

Se um especulador fizer merda ao tirar um stop do lugar, ele aprenderá com o erro e tentará evitá-lo no futuro. Porém se esse mesmo especulador estiver seguindo corretamente um sistema de trading, esse simples deslize poderá gerar muitos outros, se tornando assim, “o pai de todos os erros”.

Nesse post, explico porque é tão importante mantermos a disciplina em nossas atividades, sejam na bolsa de valores como na “vida real” e porque a incapacidade de entender isso, prejudicará a psique de qualquer um que tente fazer qualquer coisa em sua vida, inclusive operar na bolsa.

E para ilustrar as idéias, utilizarei um exemplo que, pra variar, não tem nada a ver com trading!

Portanto, conheçam agora a história do nerd raquítico que desejava ficar fortinho!

O Nerd e a Academia de Musculação

Blugonetti é um cara esquelético que um belo dia decidiu se desesqueletizar.

Para isso, inscreveu-se numa academia de musculação, começou com um treino ABC (então toda segunda, quarta e sexta ele “puxa ferro”), uma dieta de 3000 mil calorias com muita proteína e, para completar, muitas horas de descanso quando possível.

Como a sua disciplina é ligeiramente boa, Blugonetti consegue seguir com seu plano de treino por várias semanas e com isso, aos poucos, começa a notar resultados.

Porém, um certo dia, algo terrível acontece!

É feriado nacional!

Ohh, não! O que eu faço!? Ahh, já sei, pularei o treino! Azar né? Mas é só por um dia…

Mas Blugonetti não sabe que é nessa hora que ele deveria tomar o máximo de cuidado. Nesse feriado, seu plano foi interrompido e agora, se não manter-se concentrado, todo o seu trabalho estará em risco. Basta ele faltar por mais um mísero treino e todo seu esforço poderá acabar no lixo.

E adivinha o que ele faz no próximo treino?

Falta novamente e vai pro shopping.

Dois dias não matam ninguém. E além disso, treino corretamente já fazem várias semanas. Portanto, definitivamente mereço um pequeno descanso!

No final, a semana toda vai pro saco. Quando voltar a treinar, Blugonetti percebe que seu desempenho diminuiu um pouco. Ele está mais fraco, suas “ações” estão num “mercado baixista”. Logo bate o desânimo e sua motivação começa a desaparecer.

Alguns dias depois, ele desiste de treinar.

O “Pai” de Todos os Erros

A história é uma metáfora do trágico “efeito dominó”.

Ele é o responsável pelas contínuas falhas de disciplina que um trader, esportista, qualquer coisa, enfrentarão se, pelo menos por um tempo, agiam com grande consistência em suas vidas mas falharam apenas uma vez. Essa primeiro falha, ou erro, é o “pai” de todos os outros. Ele faz com que uma pessoa fique confortável ao continuar fazendo merda.

Com um trader, as consequências são exatamente iguais às da história do nerd que queria ficar bombado. Só que em vez de um simples feriado, o trader pode cometer um erro de verdade.

Por exemplo, ele tira seu stop do lugar.

Agora, três coisas podem acontecer com esse papel:

  • Ele pode subir;
  • Ele pode cair;
  • Ele pode ficar sem seguir nenhuma direção definitiva.

Se o papel ficar parado, o trader colocará o stop de volta no lugar ou simplesmente sairá da operação. Se o papel começar a cair, ele deveria ficar feliz porque o mercado teve a “decência” de puní-lo pela sua falta de disciplina. Mas o pior possível é dar tudo “certo” e ele fazer dinheiro. Se isso acontecer, esse trader poderá entrar num ciclo fatal de sérias falhas de disciplina.

Aos poucos, começará a errar novamente. Enquanto antes era consistente ao seguir suas regras, sua metodologia válida, agora ele começa a ignorá-la todo santo dia.

E advinha o que acontece com quem é incapaz de seguir seu sistema ou suas regras racionais de trading?

Eu odeio repetir isso mas sim, esse trader perderá pelo menos uma boa parte do seu capital.

A “Dica” é: Mantenha a Porra da DISCIPLINA!

Caso contrário, quando cair na real, perceberá que falhou uma vez, duas, doze, cem e por aí vai…

É fácil estragarmos um processo com o efeito dominó.

Duvida? Pense em qualquer coisa que você começou mas desistiu por falta de disciplina. Como kung-fu ou sei lá, piano.

No início, tudo vai bem. Só que aí, aos poucos, você vai falhando e então, depois de mais alguns tropeços, já era. O trader terá jogado fora todo o seu dinheiro e o nerd, apenas mijado seus caros suplementos. E todos eles, sem exceção, perderam o bem mais precioso de todos, o tempo.

Portanto, entenda de uma vez por todas e não relaxe na sua disciplina! Siga o plano consistentemente! Seja ele um de trading, de exercícios de guitarra ou vá-sé-vá. Lembre-se sempre que tiver a vontade de fazer merda: A PRIMEIRA FALHA, O PRIMEIRO RELAXO, PODEM GERAR OUTROS!

Conhece aquela tabela que aparece em todos os livros de trading que mostra o quanto você precisaria fazer para recuperar o que perdeu na bolsa de valores e assim, ficar no 0 a 0?

É esta aqui:

PerdaBreak-Even
10%11.1%
15%17.6%
30%42.9%
50%100%
90%900%
Perceba que conforme o capital vai diminuindo, fica mais difícil recuperá-lo.

Com a disciplina é a mesma coisa.

A primeira falha, o primeiro preço médio, stop ignorado, que seja, poderá ser quase inofensivo se você perceber a tempo o que se passa e retomar as rédeas. Mas se deixar o efeito dominó iniciar uma série de erros e assim, continuar fazendo merda, você perderá e quer saber? Bem feito!

E sim!

É ridículo!

É também clichê!

Eu até me irrito comigo mesmo por repetir estas coisas o tempo todo mas elas são a mais pura verdade! Relaxe na disciplina e uma hora, tudo dará errado.

Então, porra, será que dá para seguir o sistema de trading? Se você não utiliza um sistema, será que não dá para seguir as regras? Sua metodologia válida? Ou você prefere ser mais um clichê?



Descubra Como Conquistar a Sua Independência Financeira Em Apenas 10 Anos Investindo Só R$200 Por Mês!

Você vai descobrir...

  • Porque as maneiras mais populares de se atingir a independência financeira só estão fazendo você perder tempo (e oportunidades).

  • Quanto tempo você realmente tende a levar para atingir a sua independência financeira.

  • Porque a bolsa de valores pode acelerar a sua acumulação de capital em mais de 2x com toda a segurança do mundo.

  • O quê fazer para conquistar os seus objetivos da maneira mais rápida, fácil e simples possível.


12 Comentários Porque o Trader PRECISA Ter a Disciplina de Um Monge Budista

  1. José Carlos

    Afinal… o que é preço médio, simplesente não faço idéia do que seja.

    Algum livro bom que fale de stops variados e formas de saída?

    Responder
    1. Hugo

      Rafael:

      E é isso mesmo, disciplina acima de tudo. Mesmo porque sem ela, estaríamos perdendo ou então, vivendo no status quo, o que sinceramente, é tão ruim quanto :S

      Obrigado pelos elogios e pela audiência 😀

      José Carlos:

      Um trader faz preço médio quando está num trade perdedor e decide aumentar sua posição perdedora com o objetivo de ganhar mais caso o trade magicamente para de ir para o saco e comece a ir para o céu. Um dos meus Axiomas de Moyamba fala exatamente disso. Dê uma olhada lá, pode te interessar.

      Não conheço nenhum livro super específico (muito menos nacional) sobre stops e saídas. Livros genéricos de análise técnica costumam dar uma boa idéia sobre stops e saídas. Pelo menos aquelas mais técnicas, baseadas em indicadores e osciladores. E as mais “arbitrárias” e “ativas”, eu falo aqui mesmo no blog, como o time-stop, stop-mental e etc.

      Mas para não passar em branco, sugiro que dê uma olhada no livro do Van K. Tharp mesmo. O trade your way to financial freedom. O autor oferece alguns conceitos muito bons sobre a AT aí, você pode construir seus próprias metodologias a partir desses conceitos. Blz?

      Abraço,
      Hugo

      Responder
  2. Felipe

    Ótimo post, tudo que falou é pura verdade, a dolorida verdade de muitos traders… Continue assim, mesmo que pareça repetitivo algumas frases, mas é bom para alguns que lêem, para aprender definitivamente! hehehe.

    abraço.

    Responder
    1. Hugo

      Obrigado Felipe!

      Infelizmente acredito que muitos, mesmo lendo as mesmas coisas 1 milhão de vezes, ainda assim só aprenderão quando fizerem merda e sentirem a dor na pele.

      Você pode até saber que colocar o dedo na tomada é ruim. Mas quando meter o dedo lá e levar um choque, aí sim, SABERÁ que colocar o dedo na tomada é ruim…

      Abraço,
      Hugo

      Responder
  3. Paulo

    José Carlos e Hugo,
    o livro do Van Tharp citado acima inclusive traz uma extensa referência bibliográfica. O autor sempre cita outras livros em seus capítulos.

    Mas sem dúvida que o próprio livro do Van Tharp já ajuda e muito quem quer desenvolver metodologias.

    abraços

    Responder
  4. Daniel

    Hugo, nem sei se você vai aparecer aqui pra responder,mas vou comentar como um desabafo pra mim mesmo.

    Sou trader, opero na fisica, igual você, não faço nada da vida, só fico la brincando na bolsa rs.

    Lendo seu artigo, eu percebi que eu uma tendencia a cometer o erro que precede todos os outros erros, é eu sair do plano uma linha que meu dia desanda, hoje mesmo, errei um trade em que stopei um pouco alem do que eu deveria, e eu acabei que por devolver o que eu tinha ganho e ainda stopar meu dia.

    Seu texto é básico, mas muito bom, me lembrou e me fez pensar naquele maldito trade em que eu segurei o stop e que me fez ficar irritado o dia todo.

    Valeu de verdade

    Responder
    1. Hugo Teixeira

      Cara, o ponto positivo é que… a não ser que você tenha problemas psicológicos ou sei lá… depois que você comete um erro, dificilmente você cometerá o mesmo erro de novo. Chega uma hora que você nem consegue sair da linha, fica tudo automático. E se ainda assim você continuar saindo, é só subir a escala temporal. Quanto menor a escala, mais fácil e ter disciplina, aí é só “fazendo musculação” e ir diminuindo a escala aos pouquinhos. Óbvio que não tem muito o que fazer… de day vai para swing e de swing vai para position mas já ajuda horrores.

      Questão de prática. 😉

      Responder
  5. trader

    Mais pura verdade este artigo. Me identifiquei muito. Em uma situação, baixei o stop loss acreditando que iria subir (acertei, tive bons ganhos após isso). ALI QUE FOI O ERRO. A partir deste momento, acreditei que tirando o stop loss, uma hora a ação voltaria a subir e eu teria ganhos.
    Em um trade recente, nao coloquei stop e a ação caiu uns 11% (já estou com ela mais de 1 mês) e não está voltando.
    Ou seja, o meu primeiro trade sem stop foi bom, assim acreditei que esse método era bom. Porém hoje, estou perdendo muito mais do que ganhei!!!

    ótimo artigo. Deu sentido a essa minha “técnica” falha

    Responder
  6. Rafael

    Stop loss é fichinha de executar corretamente, o problema é a hesitação quando vê a oportunidade correta e a ansiedade em vícios de mercado como encontrar topo em tendência de alta e fundo em tendência de queda. Isso aí tá me matando pois não consigo controlar. Excelente post, a mais pura verdade. A partir de amanhã seguirei com disciplina e nunca mais darei um deslize sequer. Muito obrigado pela ajuda e sucesso!!

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *