Vale a Pena Usar Um Simulador da Bolsa de Valores?

Sempre que falamos em simuladores da bolsa de valores, surge uma questão muito pertinente:

“Será que treinar num simulador vale a pena?”

A resposta não é simples pois ao mesmo tempo em que eles valem a pena sim, também não servem para quase nada.

Ok, mas não precisa ficar confuso porque eu explicarei tudo agora.

Quando você é um investidor iniciante de ações individuais, o seu conhecimento é praticamente nulo. Você não sabe nada sobre o mundo dos investimentos e precisa aprender antes de sair por aí comprando ações.

Nesse nível, qualquer coisa que você descubra irá representar um aumento do seu conhecimento. Logo, um simulador da bolsa de valores simples como o da FolhaInvest te ajudará a aprender o básico do básico.

Por exemplo, você vai descobrir como são listadas as ações e como enviar ordens de compra e de venda. Em alguns simuladores, aprenderá até a fazer coisas mais exóticas como operar vendido e utilizar margens para fazer os investimentos.

Mas depois de aprender tudo o que for possível e se tornar um craque no simulador, ele deixará de ser útil.

Isso acontece porque quando um iniciante deixa de ser um iniciante, é porque ele simplesmente já se aproveitou de tudo que o simulador poderia oferecer e então, entendeu que não adianta mais brincar com dinheiro de mentira.

Ele precisa começar a investir com dinheiro real.

E aí, o próximo passo é realmente colocar em prática todo o conhecimento adquirido no simulador com o objetivo de ganhar dinheiro na bolsa.

Quando o investidor chega nesse ponto ele precisa abandonar de vez os simuladores, por melhor que eles sejam e olhar para a frente.

No caso dele não ter muito dinheiro, ainda é melhor operar com dinheiro real do que ficar com o de mentira por muito tempo.

Se você estiver nessa situação, sugiro que pegue 3 ou 4 mil reais e comece a investir com essa quantia. Talvez você perca dinheiro no começo, ou até no meio e no final. Mas não se esqueça de que estará aprendendo.

E esse dinheiro “perdido” contará como “custo de aprendizado”.

Portanto a resposta é “sim”, vale a pena usar um simulador da bolsa de valores. Mas quando você deixar de ser um iniciante que não sabe de nada, deve praticar com dinheiro real para continuar aprendendo.

É mais difícil usar dinheiro vivo do que de mentira mas é assim que um investidor aprende. E como quem não aprende nunca também nunca ganha nada, é bom que você comece a treinar de verdade o quanto antes.

Bons estudos e boa sorte!



Descubra Como Conquistar a Sua Independência Financeira Em Apenas 10 Anos Investindo Só R$200 Por Mês!

Você vai descobrir...

  • Porque as maneiras mais populares de se atingir a independência financeira só estão fazendo você perder tempo (e oportunidades).

  • Quanto tempo você realmente tende a levar para atingir a sua independência financeira.

  • Porque a bolsa de valores pode acelerar a sua acumulação de capital em mais de 2x com toda a segurança do mundo.

  • O quê fazer para conquistar os seus objetivos da maneira mais rápida, fácil e simples possível.


6 Comentários Vale a Pena Usar Um Simulador da Bolsa de Valores?

  1. Marc

    Cara, realmente o simulador do Folha Invest serve no começo, quando eu entrei nele fiquei perdido confesso, pois nada sabia. Logo com o passar das semanas, treinando bastante e estudando textos, vendo videos, analises e prestando atenção aos traders mais experientes, fazendo operações todos os dias, fui me acostumando, mas chegou a hora que eu senti que precisava de mais… Pois no simulador, não encontramos opções e nem todas as empresas, apenas as principais… então torna-se limitado com o tempo, então é nessa hora que é pra partir pra investir com o dinheiro de verdade. Gostei do post e do blog!

    Responder
  2. Renan Vitalo

    Como dito, o simulador é importante pra um primeiro contato do futuro investidor com o mercado, com a dinâmica das operações, as estratégias etc. Porém, ao colocar o dinheiro “em jogo”, as coisas mudam. O que se arriscaria numa operação simulada, com certeza não será feito numa operação real.
    O simulador não dá suporte para conhecer nosso emocional frente à volatilidade do mercado, o que é essencial pra “sobreviver” nesse “mundo”.

    Responder
  3. Henrique

    Cara, parabéns pelo blog, com certeza está ajudando muitas pessoas, e também a mim, que pretendo entrar no mundo da bolsa de valores logo logo. Concordo que os simuladores ajudam muito no início, eu não fazia muita ideia de como era investir pela internet, mas o uol invest me deu um primeiro contato e uma ideia de como será investir pelo home broker. Continue com o ótimo trabalho amigo! Um abraço

    Responder
  4. Hugo Teixeira

    Se até pilotos de fórmula 1 treinam em simuladores antes de começarem a correr numa pista nova, nós podemos fazer o mesmo com os simuladores.

    A utilidade só dura algumas semanas, mas enquanto dura, é sagaz. 😀

    Responder
  5. rumo

    Puxa vida Hugo….seu post caiu como uma luva para mim. Me inscrevi no folhainvest e tenho uma carteira (fictícia) de 200.000,00 com diversas ações. Por enquanto nem mexi nela, pois estou estudando sobre ações. No entanto tenho uma ação OGXP3 que está com perda de -45 ,15%. Não sei o que fazer nesses casos, se vendo e compro outra ação , ou se aguardo . Estou iniciando meus estudos pela análise fundamentalista e já tenho algumas boas ações que penso em comprar. Mas como vc disse, nós iniciantes quando vemos esses números subindo é só alegria e quando eles caem dá um frio na barriga. E olha que é dinheiro de mentira, imagina se fosse dinheiro de verdade!!!
    Valeu

    Responder
    1. Hugo Teixeira

      O problema é que usar simuladores para estudar AF não adianta porque ela só dá sinais decentes no loooooongo prazo. O melhor a se fazer é ler histórias de operações fundamentalistas, como as do Warren Buffett. Para AF eu ficaria no simulador alguns dias e só.

      Eles são mais bacanas mesmo para a AT de curto (mas não tanto, por causa do delay) e médio prazos. 😉

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *