Vale a Pena Investir Em Um ETF?

Muitas pessoas me perguntam se vale mesmo a pena investir em um exchange traded fund.

Minha resposta varia um pouco de pessoa para pessoa porque o que pode valer a pena para você, pode não valer a pena para outro investidor…

Porém, de modo geral o problema principal que põe em cheque a variação da resposta é apenas um: quanto dinheiro o investidor tem disponível.

O que acontece é simples, um ETF é mais caro do que aqueles fundos de ações simples que aceitam aplicações mínimas de 100 reais por mês.

E como expliquei anteriormente, com os ETF’s você precisa comprar tudo em lotes de no mínimo 10 unidades (cotas), o que pode passar de 600 reais por aplicação.

Esse é um problema chato pois a maior parte dos investidores gostam de aplicar todos os meses. E se eles precisarem juntar o dinheiro enquanto ele se acumula, ficará a tentação de gastar o dinheiro que está parado em alguma bobagem.

Logo, se você não pretende investir pelo menos 600 ou 700 reais por mês, restam alguns dos ETF’s mais baratos que com 200 reais é possível aplicar.

Mas realmente pode não compensar investir só isso porque existem também as taxas de corretagem. Por isso o ideal seria mesmo gastar mais de 500 reais e se você não poder, esperar um pouco e aplicar de 2 em 2 meses.

Porém, se isso não for nada para você, os fundos negociados na bolsa de valores são alternativas muito melhores e com taxas de administração muito menores do que os típicos fundos de ações que conhecemos.

Além disso muitos dos ETF’s seguem índices, o que os mantém diversificados naturalmente, tornando assim, o seu investimento mais seguro do que um fundo que escolhe as ações sabe-se lá como.

Então é isso, vale muito a pena investir em um ETF. Mas você precisa ter dinheiro o suficiente e deve prestar atenção para ver se os custos de compra e de venda por parte da corretora podem atrapalhar o seu investimento.

Minha dica é, procure uma corretora sem taxa de custódia (os taxas de corretagem baixíssimas) para investir em ETF’s, o que, caso você seja um estudante universitário, não será muito difícil de encontrar. 🙂

Boa sorte e bons investimentos!



Descubra Como Conquistar a Sua Independência Financeira Em Apenas 10 Anos Investindo Só R$200 Por Mês!

Você vai descobrir...

  • Porque as maneiras mais populares de se atingir a independência financeira só estão fazendo você perder tempo (e oportunidades).

  • Quanto tempo você realmente tende a levar para atingir a sua independência financeira.

  • Porque a bolsa de valores pode acelerar a sua acumulação de capital em mais de 2x com toda a segurança do mundo.

  • O quê fazer para conquistar os seus objetivos da maneira mais rápida, fácil e simples possível.


9 Comentários Vale a Pena Investir Em Um ETF?

  1. Diego Anfiloquio

    Tenho um duvida, quero investir em fundos etf`s. porem antes de investir qualquer dinheiro em fundos ou qualquer coisa do gênero, estou investindo em conhecimento comprei o e-book como investir na bolsa de valores com pouco dinheiro, que por sinal é um ótimo livro, e investi num curso que ainda não começou, vou fazer essa semana, porem minha duvida é entre guardar 200 reais na poupança, para ano que vem poder ter mais dinheiro e investir uns 500 reais todos os meses nos fundos ETF`s ou se ja investir esses 200 em algum etf`s? desde ja?

    Responder
    1. Hugo

      Oi Diego,

      Os ETF’s só podem ser negociados de 10 em 10. Ou seja, se a cota custa 50 reais, você precisa gastar 500 reais de uma vez para ter 10 cotas.

      Considerando que 200 reais não compram 10 cotas de nenhum ETF muito bacana, é melhor guardar tudo na poupança e investir no ano que vem porque suas possibilidades irão aumentar.

      Outra alternativa é colocar tudo no fundo de small caps do banco do brasil que requer aplicações de exatos 200 reais. Na verdade eu faria isso.

      Abraço,

      Hugo

      Responder
  2. Douglas

    Caros amigos, tenho duas pequenas dúvidas:

    1 – Sou universitário e além de receber bolsa da CAPES, trabalho no condominio onde moro e consigo investir por mes R$ 100,00 em meu VGBL e cerca de R$ 400,00 em fundos de Renda Fixa. Pretendo fazer os fundos de RF como uma espécie de poupança a Longo Prazo. Sei que Tesouro Direto está em alta no momento, mas como não sei se vou precisar de dinheiro em espécie, prefiro algo com liquidez diária. Estou no caminho certo?

    2 – Como Renda Fixa é muito conservador (e meu perfil é mais arrojado), queria começar algo um pouco mais agressivo. Estou em vista de Mini Indices, mas eu consigo investir cerca de R$ 200 a 400 por mes nesta modalidade? Caso contrário, qual a melhor opção para quem tem perfil arrojado e pouco dinheiro

    Responder
    1. Hugo Teixeira

      1 – O TD é o investimento conservador mais prático do mercado, porém, se a ideia de usá-lo não te agrada, então não tem muito o que fazer sem pensar e analisar bastante. Continue no caminho então mas conforme for acumulando capital, procure se tornar um pouco mais flexível. 😉

      2 – Mini-índice não é um pouco mais agressivo, é muito mais agressivo, para quem está em fundos de renda fixa, ir pro mini índice é chutar o pau da barraca. Recomendo que comece aos poucos. Você já não tem fundos de renda fixa? Então vá aos poucos para fundos de renda variável como fundos de small caps. Deixe ações individuais e futuros só para depois.

      Responder
  3. Lorenzo

    Olá Hugo, adoro seu site e estou estudando cada vez mais sobre ações e a bolsa; e quero começar a investir em ETF’s mensalmente, mas tenho medo do fundo e dar prejuízo e eu não querer sair porque pode melhorar, afinal é um investimento de looooongo prazo. Como eu me tranquilizo em relação a isso?

    Responder
    1. Hugo Teixeira

      Oi Lorenzo,

      Você não está com medo de fazer algo errado, você está com medo de ter medo e aí fazer algo errado.

      A solução é controlar os seus trades com stops e sistemas (mas aí não dá pra operar ETF’s, você precisaria operar ações ou futuros, forex etc.), estudar economia macro e confiar no futuro do Brasil (não é ruim) ou então, estudar psicologia da bolsa. O melhor livro pra isso é o Trading in The Zone do Mark Douglas que é um absurdo de bom, todos devem ler.

      Enfim, estudar um pouco de economia e o psicologia deverão resolver o problema. 🙂

      Responder
  4. Fabinvest

    Olá Hugo,

    Os ETFs a meu ver só tem um probleminha, não repassam ao cotista os dividendos e JCPs, pois reinvestem os mesmos no patrimônio do fundo.

    Mas existe um tipo de fundo de ações, o XPTD, (não conheço outro no mesmo estilo) que mescla o melhor do ETF com o melhor dos FUNDOS IMOBILIÁRIOS. Simplificando ele pega as ações e deposita seus dividendos, JCPs e rendimentos do fundo na sua conta da corretora como acontece com os fundos imobiliários, sendo que os dividendos e rendimentos são isentos de I.R. De tempos em tempos, eles modificam a carteira para manter o bom desempenho. É um fundo negociado em bolsa de valores e o valor da cota está bem acessível a nós “pobres mortais”, atualmente abaixo de R$ 100,00.

    Abraços.

    Responder
  5. Thomas

    A Caixa nao cobra custodia, muito bom usar ela, além de ser um banco mais solido do brasil, eu recomendo estou gastando só 6,90 por mes que falam que é a taxa da bmf bovespa

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *