Porque o Tesouro Selic é o MELHOR Título do Tesouro Direto?

Após o meu post com perguntas e respostas sobre o tesouro direto, vamos falar sobre os títulos em si.

Vamos começar pelo mais fácil e mais prático, o que não significa que por ser mais simples o Tesouro Selic seja o investimento com menor remuneração.

Atualmente, dentre as formas de investimento disponíveis no Tesouro Direto, o  Tesouro Selic está apresentando a melhor remuneração.

De maneira bem direta, o Tesouro Selic está indexado a taxa Selic. Em outras palavras, se a Selic subir amanhã, o seu título vai aumentar a remuneração, se a taxa cair amanhã, o seu investimento vai apresentar uma queda no rendimento.

Com uma taxa Selic em 10,25% ao ano, dentre as opções disponíveis no Tesouro Direto, nesse momento podemos dizer que o Tesouro Selic apresenta uma ótima rentabilidade.

De acordo com as expectativas do mercado, é bem provável que o nível da Selic venha a cair bastante. Sendo possível ver a taxa básica de juro chegar próxima dos 8,5% ao ano, ainda em 2017!

Como Funciona o Tesouro Selic?

Já falamos em outros artigos do funcionamento do Tesouro Selic, mas nunca é ruim explicar novamente! O Tesouro Selic funciona de maneira bem parecida aos títulos de renda fixa como o CDB, LCI, LCA entre outros.

Aliás, falando sobre produtos de renda fixa, temos em nosso blog um ótimo artigo sobre: Qual é o Melhor Investimento Para Iniciantes?

Todos esses papéis possuem o DI como principal indexador. O DI ou CDI, é uma das principais taxas negociadas pelos bancos. Através dela, as instituições financeiras conseguem mensurar o quanto irão remunerar os seus investidores, e o quanto irão cobrar os seus devedores.

Em um outro artigo, onde falo sobre juro, explico sobre como o funcionamento do juro, coisa que é muito importante de assimilar, até para poder entender um pouco mais de como todo esse negócio de “investimentos” funciona!

O Tesouro Selic é uma garantia contra as oscilações do mercado!

Voltando a explicação principal: o rendimento do Tesouro Selic, ao contrário dos outros papéis oferecidos pelo Tesouro Direto não sofre influência direta do mercado e sobre os seus rendimentos. Lógico, excluindo os efeitos sobre a taxa Selic.

Mas se por acaso o presidente do Brasil venha a perder o posto e um novo político venha a ocupar o cargo, tal situação poderia desencadear uma grande oscilação no mercado.

Tal movimentação, ou melhor, agitação, poderia mover o dólar para cima e a taxa de juro futuro para as alturas e aí, seria natural observar os títulos que possuem juro prefixado subirem seus rendimentos em detrimento de suas cotações. Se um Tesouro Prefixado com vencimento para 2020 estava pagando algo próximo dos 10% ao ano, depois de uma “bomba” como essa, poderia passar a remunerar os títulos a 12% ao ano facilmente.

Sem falar que o valor do principal do título, poderia vir a sofrer uma grande redução, coisa superior aos 10% e até mais! Porém o Tesouro Selic permaneceria rendendo um valor bem próximos dos dias anteriores, ou melhor, reconhecendo ganhos dia após dia!

A única coisa que poderia acontecer diferente é se a taxa Selic viesse a ter uma elevação, ou quem sabe, uma redução. Então o título passaria a remunerar de maneira diferente.

Mesmo havendo grandes mudanças nos cenários políticos, ou econômicos, aqui no Brasil ou no mundo, o Tesouro Selic vai permanecer rendendo a mesma coisa, sem um risco eminente de prejuízos.

Rendimento passado talvez seja garantia de rendimento futuro…

Segue planilha com a evolução do Tesouro Selic com vencimento para 2023:

Desde do dia 08/02 até 15/03 o Tesouro Selic não apresentou um dia de prejuízo, fato que poderia ter acontecido facilmente com qualquer outra letra.

Se o leitor possui algum CDB, LCI, LCA ou até uma LC indexadas ao DI, pode observar que de maneira bem parecida a nossa planilha do Tesouro Selic, os seus papéis também irão remunerar dia a dia, de pouquinho em pouquinho.

Para quem o Tesouro Selic é mais recomendado?

O investimento em Tesouro Selic é aconselhável para aquelas pessoas que precisam do dinheiro disponível com rapidez.

Na realidade todos precisamos, mas estamos falando naqueles casos que o dinheiro acaba girando um pouco mais rápido.

Quando o investimento está sujeito a resgates a qualquer momento. Ou seja, o Tesouro Selic deve ser utilizado como uma forma de reserva.

Todos nós deveríamos ter uma reserva, com um valor equivalente a alguns salários em nossa conta. Em caso de demissão ou falta de dinheiro, poderíamos utilizar a reserva para financiar nossos custos e despesas.

Visando essa estratégia, acredito que o Tesouro Selic seja a melhor alternativa no mercado.  Vou destacar alguns pontos que sustentam a afirmação:

  • O Tesouro Selic fornece aproximadamente 95% a 100% de rendimento indexado a taxa Selic (comparado aos produtos de renda fixa dos grandes bancos, o rendimento dos títulos do governo são superiores);
  • É possível comprar letras do Tesouro Selic a partir de pouco menos de R$ 100,00, o que facilita a vida de muitos investidores.
  • Já falei nesse artigo e em outros, mas não custa ressaltar que, comparado a outras formas de investimento dentro do território tupiniquim, o Tesouro Direto e portanto o Tesouro Selic é a forma mais segura de se investir.
  • Liquidez diária dos papéis do Tesouro. Lógico que no final de semana e em feriados não existe a possibilidade de resgatar e conseguir ter o dinheiro em conta. Portanto, é preciso contar com ao menos 2 a 3 dias para conseguir o dinheiro em mãos.
  • Comprar letras do Tesouro também é um processo bem simples e seguro. Por mais que não exista uma agência do Tesouro para abrir a conta ou efetuar compras e resgates, o portal online do Tesouro Direto oferece toda a segurança e simplicidade necessária para efetuar os investimentos.
  • A taxa para manutenção dos títulos do Tesouro é bem pequena, sendo possível investir através de corretoras que isentem o investidor da taxa administrativa. Sobrando somente os encargos e emolumentos da BM&F e outras instituições encarregadas pela manutenção e distribuição dos papéis. Nada que possa gerar gastos suficientes para comprometer o seu rendimento.

Esses seis pontos são mais do que suficientes para mostrar ao leitor que o Tesouro Selic é sim uma ótima forma de investimento.

A tendência de alta da taxa Selic

Em momentos onde a economia se encontra em paz, havendo crescimento, e emprego, existe uma tendência que a inflação apareça.

Você se lembra quando eu falei que a Europa tinha uma situação meio que inusitada com relação ao crescimento, e países apresentando deflação? Pois é, esse cenário não combina muito com países que estão crescendo.

Contando com emprego e evolução na renda dos habitantes. O Brasil provavelmente não irá contar com deflação por muito tempo tão cedo. O nosso país ainda precisa melhorar muito mais na distribuição de renda, sendo que o consumo interno caiu bastante nos últimos dois anos. Coisa que deve ser retomada com tudo nos próximos anos. Dependendo de como o câmbio permanecer nesse período, a exportação também pode dar um gás para nossa economia e principalmente na balança comercial.

Nos últimos anos o Brasil veio registrando mais compras do que vendas para o exterior, porém, depois dessa recessão e com o aumento do dólar, a balança inverteu.

Algo tecnicamente normal, uma vez que o produto importando ficou mais caro. Os consumidores não conseguiam mais comprar e devido a isso, provavelmente o produto semelhante nacional, ganhou espaço no mercado.

Enfim, visualizando um período de retomada e de reaquecimento da economia, é natural que os empreendedores queiram começar a repassar alguns aumentos aos consumidores.

Prática que já falamos anteriormente na parte sobre a inflação. O que pode ocorrer quando isso vêm à tona? Inflação!

Se a inflação sobe, o Banco Central, que é nossa instituição designada a ficar de olho em nosso poder de compra faz o que? Sobe a taxa Selic para amenizar possíveis aumentos, e assim reduzir um pouco o consumo.

Conclusão

Acredito que olhando para o nosso futuro, a taxa de juro possa flertar com os 8,5% ao ano, e até menos do que isso, chegando abaixo dos 8% ao ano.

Porém a um nível assim, ficaria muito barato o crédito no Brasil, fato que poderia desencadear um grande movimento de captação de crédito e inicio de investimentos, abertura de novos negócios e afins.

Fato que querendo ou não iria iniciar uma nova procura por produtos, matéria prima, e coisas do gênero. Aumentando a procura, tendo pouca oferta, o preço pode começar a subir, até que haja mais oferta…

O que quero dizer é o seguinte. A partir do momento que a taxa Selic alcançar níveis tão baixos, é provável que nossa economia já esteja aquecida e, portanto, pronta para devolver os empregos, a aumentar os preços.

Estar comprado em produtos vinculados a taxa Selic pode ser uma boa. Até porque os outros produtos financeiros que estão atrelados a uma taxa de juro prefixada, não vão elevar suas taxas (a menos que algo bem ruim aconteça!).

É bom ficar atento a isso! No atual momento, o mais interessante é ficar comprado em produtos que possam se beneficiar da taxa de juro.

Para terminar, caso você queira saber mais sobre o Tesouro Direto, não deixe de conferir o curso do meu amigo André Fogaça, o “Segredos do Tesouro Direto” aqui.



Descubra Como Conquistar a Sua Independência Financeira Em Apenas 10 Anos Investindo Só R$200 Por Mês!

Você vai descobrir...

  • Porque as maneiras mais populares de se atingir a independência financeira só estão fazendo você perder tempo (e oportunidades).

  • Quanto tempo você realmente tende a levar para atingir a sua independência financeira.

  • Porque a bolsa de valores pode acelerar a sua acumulação de capital em mais de 2x com toda a segurança do mundo.

  • O quê fazer para conquistar os seus objetivos da maneira mais rápida, fácil e simples possível.


2 Comentários Porque o Tesouro Selic é o MELHOR Título do Tesouro Direto?

  1. Ed Carlos

    Amigo, boa tarde!

    Com esse reaquecimento da economia não seria mais prudente investir em ações de empresas siderúrgicas (Usiminas e Gerdau) e de varejo (Magazine, Via Varejo, Grupo Americanas)?

    Obrigado!

    Ed Carlos

    Responder
    1. Oliver Imhof

      Boa noite Ed Carlos! Tudo bom? Sim! Com certeza o mercado de ações está em uma situação muito melhor do que os investimentos atrelados ao juro. Mas vale lembrar que para aquele dinheiro que precisamos no curto prazo, quase imediato, o Tesouro Selic é uma das melhores alternativas. É fato que existe bancos de pequeno e médio porte oferecendo CDB com liquidez diária com rendimento de 101%, até 103% do DI. Algo interessante. Porém analisando a segurança, rentabilidade e liquidez, acredito que o Tesouro Selic é uma excelente alternativa. No momento, como você mesmo destacou as ações estão em um momento muito bom. Mesmo o investidor que não tem conhecimento, e muito menos tempo, pode aderir aos ETF! o BOVA11 é uma excelente opção! Investir em tal ETF serve simplesmente para não perder essa rentabilidade do índice. Outro ETF que ainda pode ter um bom desempenho é o SMAL11! É natural que algumas empresas de pequeno porte venham a ganhar com a entrada de novos investidores. Espero ter ajudado! Qualquer coisa estamos ai!

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *