Como Diversificar Investimentos Corretamente

Expliquei num post anterior a importância da diversificação em ações, mas não cheguei a me aprofundar no assunto.

Disse que dos 100% do dinheiro de um investidor, 60% na renda variável e 40% na renda fixa é uma proporção boa, nem arriscada demais e nem conservadora demais.

Mas como se faz isso exatamente?

Vamos pegar os 40% da renda fixa primeiro.

Existem alguns investimentos populares que se encaixam nessa categoria, principalmente os CDB dos bancos e o Tesouro Direto. Mas como existem vários tipos de CDB’s e vários títulos públicos do Tesouro Direto, não faz sentido dizer “Compre 20% de cada” porque o investidor precisa saber escolher exatamente o que comprar.

Por exemplo, no caso do Tesouro Direto, os dois títulos mais populares são os LTN’s e os NTN-B’s.

Como os LTN’s são pré-fixados, você saberá quanto irá ganhar no final. No caso dos NTN-B’s, você saberá quanto irá ganhar de juros, mas além disso receberá também a parte da inflação, só que não tem como prever a inflação.

Agora, se o mundo e inflação explodirem, os LTN’s irão dar um prejuízo enquanto os NTN-B’s protegerão o seu dinheiro (se o Brasil estiver de pé até lá).

Por isso você pode achar que está investindo com segurança só porque é Tesouro Direto mas se você investir tudo em títulos pré-fixados e algo acontecer no mundo, sua segurança irá para o saco.

A mesma coisa acontece com investimentos em CDB’s. Alguns podem parecer seguros mas talvez estejam mais para bombas relógio no futuro.

O que eu estou dizendo é que quando você for investir na renda fixa, títulos públicos e etc, é preciso saber realmente o quão seguros são esses títulos. Afinal, os 40% são a sua área de segurança em se tratando de investimentos. Eles simplesmente não podem dar errado.

Por outro lado, você pode achar que investir 60% na bolsa de valores é arriscado.

Mas se você apenas investir em fundos de índice e em ações de companhias elétricas, os fundos irão no longo prazo se manter valorizados (a não ser que estoure uma guerra) e as acões das companhias elétricas?

Essas continuarão pagando os dividendos gordos que sempre pagaram enquanto os preços das ações continuam parados para sempre (a não ser que caia um cometa na Terra que estoure com todo o sistema elétrico).

Portanto, não separe os seus investimentos entre Renda Fixa Vs. Renda Variável e sim, em vários sub-grupos. Afinal, existem os títulos de renda fixa perigosos e as ações seguras, os títulos seguros e as ações perigosas.

Não apenas rotule um investimento considerando o tipo (fixo ou variável) sem considerar outros fatores de risco porque isso pode ser muito perigoso.

Conheça os seus investimentos. Essa é a única maneira de diversificá-los corretamente.



Descubra Como Conquistar a Sua Independência Financeira Em Apenas 10 Anos Investindo Só R$200 Por Mês!

Você vai descobrir...

  • Porque as maneiras mais populares de se atingir a independência financeira só estão fazendo você perder tempo (e oportunidades).

  • Quanto tempo você realmente tende a levar para atingir a sua independência financeira.

  • Porque a bolsa de valores pode acelerar a sua acumulação de capital em mais de 2x com toda a segurança do mundo.

  • O quê fazer para conquistar os seus objetivos da maneira mais rápida, fácil e simples possível.


1 Comentário Como Diversificar Investimentos Corretamente

  1. Pingback: Como e por que diversificar os investimentos? | Defenda seu dinheiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *