A Louca História do “Alavancado” Trader Larry Williams

Ouvimos constantemente histórias incríveis de traders que fazem quantias enormes de dinheiro em pouquíssimo tempo.

Eles ficam famosos, aparecem na mídia e então, somem da face da terra para sempre ao perderem seu capital e não conseguirem recuperá-lo nunca mais.

Porém, nem todos esses operadores são apenas manés armados com algum dinheiro, pouco conhecimento, muita alavancagem e um excesso de sorte. Alguns poucos, além de manterem seus fantásticos ganhos, continuam tirando cada vez mais dos mercados, dia após dia.

E um desses traders, americano, fez algo parecido.

Porém, ele não só foi capaz de fazer muito dinheiro na bolsa de valores, como também guardou esse capital para operações posteriores e ainda ensinou sua própria filha (a ganhadora do Globo de Ouro e nomeada 4 vezes ao Oscar, Michelle Williams) as lições necessárias para que ela repetisse seu impressionante feito.

Estou falando é claro, do operador de ações e futuros, Larry Williams, que além de seu sucesso nas bolsas, é um jornalista que já lançou vários livros, alguns nem relacionados ao trading e é o criador de alguns bons indicadores, como o popular Williams %R.

Nesse post, obviamente, falo disso tudo.

Enquanto Alguns Choram, Outros Vendem à Descoberto…

Chupem! Seus touros bananas!

Larry Williams, nascido em 1942, era um carinha qualquer que começou a estudar jornalismo pois gostava de escrever e nem pensava nos mercados.

Mas aí, quando tinha 20 anos, tudo mudou.

O então presidente John Kennedy foi obrigado a forçar uma diminuição nos preços do aço para conter uma crise econômica. E isso causou uma crise econômica, em menor escala, mas mesmo assim, enquanto milhares de pessoas “perdiam tudo” no aço, Larry lia sobre o assunto, que estava na capa de todos os jornais e revistas.

Ele descobriu que alguns operadores, os bears ou ursos, estavam fazendo fortunas com as perdas dos operadores comprados porque estavam vendendo aço à descoberto, ou seja, apostando que o preço cairia e assim poderiam lucrar com a diferença no futuro.

Mas ao descobrir isso, já era tarde demais, Larry tinha sido mordido pelo “pernilongo” da especulação.

Ele começou a estudar, operar e depois, até a escrever newsletters sobre os mercados. Logo, dois anos depois de se formar em jornalismo em 1964, criou o seu famoso indicador, o Williams %R, do qual falarei em outro post. Nesse momento, decidiu fazer o que muitos fazem, escrever um livro.

Assim que “The Secret of Selecting Stocks” foi publicado em 1970, Larry escreveu o segundo, “Sure Thing Commodity Trading, How Seasonal Factors Influence Commodity Prices”.

Nessa época, ele já era bem conhecido na comunidade de trading, mas não tanto assim. Ele estava a apenas alguns anos de descobrir realmente o que significava ser uma pessoa “famosa”.

A Copa do Mundo de 1987 dos Traders de Commodities!

Eita, espera, copa do mundo errada…

Sim, é esse mesmo o nome, não é apenas uma coincidência.

Aconteceu na “1987 World Cup Championship of Futures Trading” da Robbins Trading Company.

Larry Williams entrou na competição e, na época com 45 anos, começando com apenas 10 mil dólares, conseguiu transformar essa pequena quantia em 1 milhão e 100 mil dólares em apenas 1 ano.

Um retorno de 11,376%.

Sagaz, não?

Enquanto soltamos rojões com 100%, o criador do Williams %R o faz com bombas atômicas!

Porém, o que muitos não sabem é que ele teve um “pequeno imprevisto” no meio da competição. Você percebeu que o ano era 1987? Agora, se lembra da “pequena” crise da época? Então, sem ela, Larry não teria feito “apenas” 1 mas sim, 2 milhões de dólares! Coitadinho. 😛

Enfim…

Com a crise, ele perdeu uma parcela enorme de seus lucros, mas como faltavam alguns meses para o término da competição, conseguiu recuperar uma boa parte. De qualquer forma, metade foi pro saco.

O engraçado é que mesmo assim, tais resultados não foram bem vistos pois muitos acharam que ele trapaceou, mas como ninguém encontrou nenhuma evidência disso, esqueceram do assunto.

Até hoje, nessa mesma competição, nenhum participante chegou nem perto dos retornos apresentados por Williams. Quem quiser, pode conferir os resultados da Copa do Mundo dos Traders nesse link aqui. Os mais próximos dos 11,376% de Larry são os 1,283% de Ralph Casazzone em 1985 e os 1,000% da Michelle Williams em 1997.

Hmm, Williams de novo… aonde foi que eu ouvi esse sobrenome?

Filha de Tuba, Tubinha É!

Em setembro de 1980, nasceu uma neném fêmea chamada Michelle, filha de Carla e de Larry Williams.

Quando criança, eu não tenho a mínima idéia, mas quando se tornou uma adolescente, decidiu seguir o hobby do pai e começou a brincar de especulação na bolsa de valores também. Estudou bastante, aprendeu e se tornou uma boa trader.

Tá, com um professor desses deve ficar mais fácil, né?

Aí, em 1997, quando tinha apenas 17 anos, Michelle participou da mesma Copa do Mundo dos Traders que seu pai tinha destruído em 1987. Ela tirou 1,000% de retorno dos mercados utilizando os métodos ensinados pelo seu pai.

Sagaz, mas depois disso, Michelle se tornou uma grande trader institucional ou autônoma né?

Não, ela preferiu seguir a carreira emo de atriz.

E conseguiu ganhar quantos Oscars?

Nenhum, mas ela competiu várias vezes e já perdeu de muita gente f*da:

  • Perdeu para a Rachel Weisz no filme O Jardineiro Fiel;
  • Perdeu para a Natalie Portman em Cisne Negro;
  • Perdeu para a Meryl Streep em A Dama de Ferro (se bem que todo mundo perde pra ela);
  • Perdeu também para a Viola Davis em Um Limite Entre Nós;

Mesmo assim, eu não tenho nenhuma nomeação ao Oscar, então posso chutar que ela dá jeito pro negócio do cinema assim para o do trading e é muito melhor do que todos nós nas duas coisas. 🙁

É interessante dizer também que Michelle conheceu o Coringa nas gravações do filme sobre os cowboys gays. Eles decidiram namorar e tiveram uma filha.

Sim, é isso mesmo, a atriz ex-trader, filha do ganhador da copa de 1987 (:S) teve um filho do Coringa, o inimigo número 1 do Batman, mais conhecido pelo seu nome verdadeiro, Heath Ledger, que infelizmente morreu em 2008.

Larry e Michelle Williams: Perguntas e Respostas!

Larry Williams e Ronald Reagan em uma foto real… sério!

1 – Isso tudo que você falou, é verdade? E o sistema dos Williams, funciona?

Sim, por mais “hollywoodiana” que a história pareça, ela é totalmente real.

Agora, se a metodologia de trading dos Williams é tão boa assim e realmente funciona consistentemente, eu não tenho como dizer.

Larry já falou em uma de suas entrevistas que alguns dos seus métodos são muito arriscados mesmo, o que nos leva a concluir que eles devem funcionar apenas nas mãos daqueles que operam com cautela.

2 – Como foi possível apresentarem resultados tão absurdos nas competições?

Essa é muito fácil.

O segredo é simples, alavancagem. Larry e sua filha usaram e abusaram dela.

Além de alavancarem até as bundas, pegaram emprestadas as dos seus funcionários mexicanos e alavancaram as deles também. Juntando toda essa “alavancação anal” à um capital minimamente decente e um sistema de trading de alto risco, foram capazes de tirar esses altíssimos retornos.

Tá, tá bom, é claro que obviamente elas tiveram uma ajudazinha da boa e velha sorte. Mas provavelmente não daquela que imaginamos, mas sim, das ótimas condições do mercado na época, que foram as mais “compatíveis” com seus métodos de trading. Não se esqueçam que os Williams mal participavam de concursos, talvez porque as condições não fossem as ideais para lutarem pela vitória.

3 – E depois, o que eles fizeram da vida?

Larry deu uma de Richard Dennis, o operador responsável pelos turtle traders, e decidiu entrar na política. Tentou virar senador mas não conseguiu. Recentemente, teve problemas com o fisco americano e decidiu ir morar no país dos bichos bizarros, a Austrália, para evitar complicações maiores.

Hoje ele continua dando palestras sobre trading e operando ações e futuros como sempre operou.

E sua filha Michelle, cuida da Matilda, a neném que fez com o falecido Coringa. Além disso, segue sua carreira de atriz normalmente. Seu último papel de peso foi como Janis Joplin em uma adaptação sobre a sua vida. Ela também já trabalhou com diretores classe A como o Martin Scorsese e então, como podemos ver, ela promete levar “essa coisa de cinema” a sério por muito tempo.

Mas se der errado (o que não está acontecendo), como “plano B”, ela pode voltar a operar… 😀

4 – Sagaz, agora tente concluir com alguma coisa, sei lá. 😛

E essa foi a estranha histórias dos Williams, pessoas relativamente excêntricas que não tem medo de usarem muita alavancagem quando acreditam ser inteligente fazê-lo.

Os métodos de Larry serão mais explorados no futuro. Incluirei explicações sobre os seus indicadores Williams %R, Ultimate Oscilator (nome besta) e qualquer outra coisa que ele tenha criado.

Então, pois é, fico por aqui.

The End.



Descubra Como Conquistar a Sua Independência Financeira Em Apenas 10 Anos Investindo Só R$200 Por Mês!

Você vai descobrir...

  • Porque as maneiras mais populares de se atingir a independência financeira só estão fazendo você perder tempo (e oportunidades).

  • Quanto tempo você realmente tende a levar para atingir a sua independência financeira.

  • Porque a bolsa de valores pode acelerar a sua acumulação de capital em mais de 2x com toda a segurança do mundo.

  • O quê fazer para conquistar os seus objetivos da maneira mais rápida, fácil e simples possível.


12 Comentários A Louca História do “Alavancado” Trader Larry Williams

  1. Felipe

    Esse Larry deve ter sido realmente muito bom, “trader na veia” mesmo! e nem era um profissional do mercado, trabalhando em alguma corretora e tal, por gosto mesmo fazia, deve ter sido por isso que se deu tão bem.

    Responder
    1. Hugo

      Felipe: Deve ser por isso mesmo, afinal, o cara é um jornalista enquanto a maioria dos traders (bons e ruins) tem passado nerd. São engenheiros, economistas, físicos e etc.

      Rafael: Hehehe, valeu :D! E meus pêsames, eu já perdi uma vez por causa da corretora também, muito chato. E sobre o Williams %R. Vou ler alguns livros técnicos do LW para escrever sobre seus indicadores. Mas com tantos na minha fila de espera, vai levar um tempo ainda :S

      Alex: Thx! Mas preciso estudar mais sobre o cara. Na verdade, acho que poderei tirar vários outros posts do LW além de explicações sobre indicadores. Mas sei lá, vamos ver 🙂

      José Carlos: Não existe uma resposta melhor para essa pergunta do que: depende! Pretendo escrever algo sobre esse tipo de backtest um dia. O complicado é que existe um modelo para MMSs, outro para MMEs, é preciso levar em conta o position sizing, entradas progressivas ou não e etc. E para programar isso tudo é complicadinho e leva bastante tempo. Até lá, entra na “todo list” 😛

      Júlio: Então, eu acho que concordo com você hehe! Ahh, e obrigado também pelo apoio e pela audiência 😀

      Gaspar: Nadinha, ainda preciso procurar material técnico do cara, até agora só sei a parte da biografia mesmo. E até terminar de ler tudo e começar a escrever, vai maaaais tempo 😛


      Abraço,
      Hugo

      Responder
  2. Rafael

    Hugo, o meu dia estava meio chato, ganhei em um trade e perdi logo depois por problemas tecnicos na m…. da corretora.Aí resolvi entrar no SENHOR MERCADO para ler algo que gosto de ler.E então recebi esse presente seu. Obrigado vc fez feliz uma pessoa hoje…Gostaria de ler sua analise do W%R.
    MAIS UMA VEZ OBRIGADO PELA ATENÇÃO, E UMA COISA EU DIGO A TODOS OS LEITORES DESSE SITE…EM VEZ DE PERDEREM TEMPO EM FÓRUNS SOBRE MERCADO, CONSTRUAM ALGO LENDO ESSES POSTS.

    Responder
  3. Gaspar

    Aêee Sabia que isso renderia um bom artigo. . . Tio Larry é fódia.

    Ainda bato esse recorde dele hehe.

    Então Hugo, enquanto pesquisava encontrou em algum lugar ele falando sobre a MME9 ??

    Abraço

    Responder
  4. mailo

    Descobri esse site a pouco tempo, a já virei leitor fiel! rs

    Curiosa história, jamais imaginaria que a loirinha com cara de bobinha do “Dawson’s Creek” tivesse flertado com operações do mercado! Uma coisa é certa, ela deve ta cuidando bem do patrimonio de atriz hollywodiana!

    Responder
    1. Hugo

      Valeu Mailo!

      E sobre a Michelle:

      Será que cuida bem mesmo? Do jeito que essa mulher sofreu com a morte do Coringa, levando ainda em conta as tendências da família de terem problemas com o fisco e juntando a alavancagem doida que aparentemente eles gostam de usar, em momentos de deslize, ela pode explodir facilmente.

      Mas vai saber…

      Só sei que não deve ser uma boa operar altamente alavancado quando algum parente morre. Muito menos se meter com o IRS, mesmo porque nos EUA, eles são todos retardados.

      Responder
  5. mailo

    Hugo, eu não conheço muito sobre a história deles, no quesito imposto de renda, mas que ela tem algum entendimento com o mercado, parece que tem..e pela história do pai, ele já deve tet aprendido algo, de ganhos e claro, de perdas tbm…mas lógico que não dá pra ter certeza do sucesso, eu quis ser apenas sujestivo mesmo! 🙂

    Responder
  6. Luiz

    Parabéns, estava lendo o livro lucrado com os tubarões aí apareceu esse nome, digitei rapidinho “larry williams ” e apareceu esse blog em primeiro, já está favoritado!

    Responder
  7. daniel vitor martins essvein

    Ja fiz 500% em um dia e depois quebrei kkkk
    agora faço nada kkkk brincadeira
    sem risco retorno nem o Jesse Livermoore
    se salvou…..

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *