O Desempregado Que Queria Viver da Bolsa de Valores

Tragédia!!!

Moridisclêidívison perdeu o emprego numa empresa de limpeza de cotonetes!

E agora, o que ele vai fazer para sustentar a sua família?

O que ele vai fazer para conseguir dinheiro?

Investir na bolsa de valores!

Yeeeey!!!

Sucesso!!!!

Todos os problemas do Moridisclêidívison serão resolvidos!

Em questão de semanas ele terá uma nova renda que crescerá cada dia mais em rumo não apenas à uma vida confortável mas sim, à riqueza e à realização de todos os seus sonhos!!!!!!

Sagaz?

Sagaz!!!!

Interessante?

Super interessante!!

Verdadeiro??

Claro!!!

😀

…que não!!!!

🙁

É o seguinte:

Esse será um dos posts mais tristes e deprimentes de toda a história do Senhor Mercado, também porque ele vai acabar com os sonhos de muitas pessoas.

E eu não tô nem aí.

desempregado-bolsa-drevil

‘-‘

Sério, o que eu vou falar será apenas para te proteger.

Enfim…

Estamos numa crise econômica gigante que não dá muitos sinais de que vai passar tão cedo.

Não vou ficar falando de política aqui porque isso não seria construtivo, mas o que devemos saber é que vagas de emprego então indo para o saco, pessoas então encontrando o olho da rua e o clima é de apreensão.

Agora, quando uma pessoa normal perde o emprego, ela provavelmente vai usar o seguro desemprego até encontrar um novo emprego… numa situação normal é o que acontece, mas não estamos numa situação normal e por isso, a parte do “encontrar um novo emprego” pode demorar um pouco mais do que o esperado.

Ou seja, o cara vai pra rua e começa a procurar, não encontra, começa a ficar com medo, procura mais, não acha, fica com mais e mais medo até que surge uma ideia louca em sua cabeça:

“Hmmm, talvez eu não precise de um emprego… talvez existam alternativas!”

Aí o indivíduo, habitante ou não da Terra, faz uma pesquisa e encontra tais alternativas:

  • Freelas online;
  • Marketing digital;
  • Importação de produtos;

E é claro…

  • Investir na bolsa de valores.

“Eureka!

Já sei o que fazer!”

E sim, no começo tais alternativas dão uma injeção de ânimo em qualquer um porque apesar do cara continuar sem emprego e renda, agora pelo menos ele tem esperança e energia para continuar tentando.

É como se um novo mundo de aventuras (onde o perigo é bem maior) se abrisse diante de seus olhos.

Tudo vai melhorar :D

Tudo vai melhorar 😀

O problema é que…

Bem, vamos ser realistas…

A não ser que você tenha alguma habilidade gráfica ou algo assim, será difícil encontrar algum tipo de freela para fazer que vai te dar uma renda decente.

Nem vamos falar de importação porque com o dólar a 4 reais, acaba compensando comprar muitas coisas aqui mesmo na Bananalândia, mesmo com todos os impostos.

Já o marketing digital requer muito tempo de estudo e muita tentativa e erro, ou seja, a pessoa gastaria um tempo precioso em algo que provavelmente vai funcionar, mas não tão cedo quanto o necessário.

E adivinha?

Esse é o mesmo problema da bolsa de valores.

Se o cara quer aprender a investir, ele vai gastar tempo e dinheiro lendo livros, fazendo cursos, estudando e sofrendo na tentativa e erro…

E pior!

Em um mercado tão fraco como o nosso (vou falar dele no próximo post), a chance do pobre infeliz ganhar dinheiro mesmo fazendo tudo corretamente é pequena, ainda mais se tratando de um iniciante.

E também tem o fator “dinheiro”.

Para investir na bolsa você pode ter pouco dinheiro, até com 100 reais dá pra começar.

Mas para viver da bolsa e usar a renda como uma espécie de salário você precisa de muito dinh… você precisa de um capital decente.

E não, mil reais não é decente.

Estou falando mais por volta de 250 mil reais sendo muuuuuuuuuuuito bonzinho… e apenas para traders experientes, não pessoas desesperadas que PRECISAM IMEDIATAMENTE de um nova renda ou irão à falência AT ANY MOMENT!

Como assim, pessoas desesperadas?

Bem…

desempregado-bolsa-kocoum

Existe um outro problema porque a bolsa é uma área extremamente emocional.

Se o seu emocional não estiver 100% perfeito, a chance de você cometer qualquer um dos erros típicos de traders (e explodir no final) é enorme.

Em um mar de erros, alguns dos mais comuns são:

  • Não usar ordens stop loss (ou até usar mas cancelar tudo depois por monguisse) e assistir ao seu capital desaparecer diante dos seus olhos;
  • Ficar com raiva do mercado por ter sido stopado e resolver se “vingar” de alguma ação perdedora fazendo um trade gigante (e perdedor);
  • Tentar operar diversos sistemas e estratégias ao mesmo tempo… ou um atrás do outro, sem dar chance para nenhum deles funcionar;
  • Não usar position sizing e/ou decidir quanto investir em um ativo baseando-se no seu chutômetro baseado numa experiência que você não tem.

Enfim…

Como você pode ver, toda a situação de estar desempregado pode jogar a pessoa, ou no caso, o nosso amigo Moridisclêidívison, em uma situação na qual nada de bom poderá sair.

Isso porque ele não vai ter tempo para aprender tudo até que o dinheiro acabe, dinheiro que provavelmente não seria o suficiente nem para um trader experiente sobreviver e que vai desaparecer enquanto poderia ter sido usado para que ele pague suas contas e tenha mais tempo para procurar um emprego.

Se o cara tiver uma família então… a pressão vai ser ENORME!!!!!

O cara VAI PERDER DINHEIRO!!!

Ele vai falir!!

Aí, ao invés de “apenas” não ter emprego, ele vai continuar sem emprego, não terá mais suas economias (ou pelo menos uma boa parte delas) e ainda estará completamente desmoralizado e com a auto-estima tão baixa que o deixará com menos forças para procurar um novo trabalho.

desempregado-bolsa-fry

Óbvio.

Eu sei que acontece.

Às vezes a coisa funciona bem.

De vez em nunca, um cara de algum lugar aí que está na mesma situação pode conseguir viver da bolsa, se livrar dos problemas e ficar rico e comprar uma Ferrari.

Novamente, precisamos ser realistas.

Esse tipo de coisa acontece.

Não vou negar.

Mas só acontece com uma pessoa a cada um milhão, ou 100 mil, não tenho como saber os números exatos mas eu sei que se trata de algo EXTREMAMENTE IMPROVÁVEL.

Você que está nessa situação pode tentar, pode se esforçar e talvez você consiga se dar bem na bolsa de valores mesmo tendo tudo contra você, mas acredite, se você ir contra estatísticas tão fortes, você tende a perder.

Vale lembrar que o que você aprende nos filmes não é real e que na vida real, se um boxeador n00b como o Rocky Balboa lutasse com um campeão como o Apollo Creed, ele teria sido destruído… ou melhor, DESTRUÍDO pelo campeão.

Um trader n00b, sem dinheiro, sob pressão emocional contra o mercado então?

Bem, não tenho nem o que comentar direito.

Então não, não vai dar certo.

Pode dar certo?

Pode.

Mas as chances são ridiculamente baixas.

Sim, ridiculamente baixas...

Sim, ridiculamente baixas…

Mas agora que disse para sermos realistas, vamos ser um pouco mais.

Pergunta:

Que tipo de trader tende a ter sucesso vivendo dos mercados financeiros?

Bem, desde 2008 quando eu comecei este blog eu vi de tudo, gente de todos os tipos, mas o “clichê” do trader de sucesso é o cara que tem um emprego estável, que vai acumulando capital aos poucos, vai estudando aos poucos e também investindo aos poucos até ter retornos consistentes.

Note que apesar dos retornos consistentes, ele continua no emprego dele.

Ele não é tonto, ele sabe que os mercados são arriscados!

Porém, quando esses retornos ficam maiores e talvez mais consistentes, aí ele começa a pensar aos poucos em largar o emprego para viver da bolsa.

Mais uma vez, AOS POUCOS.

Um cara nessa situação tem um emprego, tem suas economias e já tem um histórico vencedor na bolsa de valores, ou seja, apesar disso tudo ele vai tomar cuidado para trocar de profissão e ficar apenas com os mercados, em outras palavras, ele tem tudo a seu favor, inclusive o seu emocional, porque ele não tem pressões financeiras imediatas porque ele já está empregado.

Ou seja, é tudo feito de forma LENTA e gradual, aos pouquinhos e sem pressão.

Claro que ele pode estar de saco cheio do trabalho, com raiva do chefe ou qualquer outra coisa do tipo mas ainda assim ele vai na boa, sem aquela ânsia de “vou operar agora senão eu não vou ter dinheiro e tem que funcionar e se não funcionar fudeu e aí eu tô mega ultra fodido no meu orifício anal e vou perder tudo e virar bandido e aí vou pra cadeia e aí eu estarei ainda mais fodido no meu orifício anal”.

Entendeu?

Pra funcionar, é devagar.

Bem devagar.

Pode ser rápido?

Pode.

Mas não conte com isso.

Continuam ridiculamente baixas...

Suas chances continuam ridiculamente baixas…

Sendo assim, qual conclusão podemos disso tudo?

Simples!

A bolsa é um lugar perigoso para n00bs, ainda mais para n00bs sem dinheiro desesperados por uma renda extra e que tem a pressão de fazerem a coisa funcionar tipo ontem.

Logo, se você está nessa posição difícil, sem encontrar trabalho e pior, sem tempo porque o dinheiro está acabando… meu conselho para você é:

Sinto muito, eu não tenho a mínima ideia.

🙁

Talvez continuar procurando um emprego?

Não saberia dizer.

O que eu sei dizer é que com a bolsa as coisas podem piorar muito, mas muito mais.

No futuro?

Quando você tiver renda?

Quando tiver economias e nenhuma pressão?

Aí seja bem vindo e vamos tentar fazer isso funcionar, ainda mais porque suas chances serão altas.

Mas agora?

Esqueça.

Sério.

‘-‘



Descubra Como Conquistar a Sua Independência Financeira Em Apenas 10 Anos Investindo Só R$200 Por Mês!

Você vai descobrir...

  • Porque as maneiras mais populares de se atingir a independência financeira só estão fazendo você perder tempo (e oportunidades).

  • Quanto tempo você realmente tende a levar para atingir a sua independência financeira.

  • Porque a bolsa de valores pode acelerar a sua acumulação de capital em mais de 2x com toda a segurança do mundo.

  • O quê fazer para conquistar os seus objetivos da maneira mais rápida, fácil e simples possível.


58 Comentários O Desempregado Que Queria Viver da Bolsa de Valores

  1. Raquel

    Hugo, que bom que você vai voltar a escrever 😀
    Não achei esse post triste e deprimente, achei realista! Muito obrigada pela disseminação do seu conhecimento (e de forma tão bem humorada!)

    Responder
    1. Hugo Teixeira

      Oi Raquel, sim, é realista, mas muitas vezes a realidade pode ser meio deprimente para alguns… o que é bom porque pelo menos protege essas pessoas que são mais emocionais… pelo menos até elas entenderem melhor as coisas. 🙂

      Responder
  2. Lucas

    Excelente post Hugo, seu trabalho aqui vem clareando as minhas idéias em quanto junto capital. Como estudante e só almoçando no RU não passo por tanta pressão como o Moridsclêidivision, mas ainda sim quero cormeçar com cautela, paciência e preparo. Agradeço pelo o trabalho.

    Responder
  3. Alessandro Costa

    Belas reflexão… serve de alerta para deixar claro que todo sucesso vêm com paciência, determinação, disciplina e coragem, porque o mercado bota é sem pena.

    Responder
  4. Marcus

    Grande Hugo, como é bom vê-lo de volta. Estou desempregado desde ontem huaehauheau, assim que soube que ia ficar desempregado, retirei meu nanico capital da bovespa e investi em muambas pra vender nas plataformas virtuais. Ou seja, de aspirante a trader (sim, ainda é meu sonho me tornar um), virei um camelô virtual.

    Responder
    1. Hugo Teixeira

      Bem Marcus, quando eu tava começando a operar e nem tinha capital decente, virar um camelô virtual funcionou muito bem… dá muito mais trabalho do que investir na bolsa e o retorno é muito menor mas a segurança, com bom planejamento (óbvio) é muito superior, então acho um caminho muito bom para um futuro trader. 🙂

      Responder
  5. Marcelo

    PARABÉNS HUGO !!

    Espero que dessa “DESGRAÇA” (anunciada) que abateu o Moridiscleidivison ele aprenda pelo menos que: “Podemos viver muito bem com bem menos que imaginamos !”

    Responder
  6. Elker Rocha

    Valeu Hugo, mto bom o post…é bem verdadeiro e realista, e ao mesmo tempo mto engraçado…excelente! Bom ter vc de volta por aqui… abraçãooo

    Responder
  7. rafael

    Ta tranquilo ta favoravel :^)

    Poderia fazer um post sobre as dificuldades operacionais no Brasil e o que não o leva de ir para renda “fixa” ou a loucura

    Responder
  8. rog

    Opa….beleza, bom demais…

    Seus textos, Hugo, são sempre muito bacanas… E um prazer à parte.

    Mas que tal “virar a chave”, deixar os manés em paz – ou na paz de sua sofrida ignorância, digamos assim – e prosear um pouco sobre as qualidades que um aspirante a trader deveria cultivar nesses tempos bicudos?

    Os adoradores do “lado cheio do copo” exultariam… Ou pelo menos teriam uma chance, quem sabe, engasgar de tanto otimismo☔️

    Abs

    Responder
  9. ElianeF

    Muito bom!! Adorei!!

    Você poderia falar um pouco mais sobre Renda Fixa? Gostaria de saber quais as melhores opções para fugir da Poupança e dos fundos caros dos bancos.

    Obrigada!

    Responder
  10. Sérgio

    Excelente texto.

    Muito bom que tenha voltado. Achei que tivesse sumido por causa da crise e fugido para outros mercados.
    Em se falando em crise, deixo uma dúvida com trecho de e-mail que encaminhei para você.

    “… nesse momento de crise com a queda progressiva dos índices da BOVESPA, como investir na bolsa? Está valendo a pena ainda? Qual sua sugestão de investimento para tempos de crise?”

    Minha situação é que tenho um emprego relativamente estável, estou juntando dinheiro e estudando pelo seu material e suas indicações. No momento, como estou estudando bastante só sobre isso, não estou querendo abrir mão de começar a “tradear” na Bolsa, mas com a crise, estou sem saber se esse é o momento para dar o pontapé inicial.

    Agradeço a atenção e mais uma vez parabenizo pelo excelente trabalho.

    Responder
    1. Hugo Teixeira

      Então Sérgio, como disse acima, esse assunto será tratado no próximo post mas já aviso que sim, já dá para dar o pontapé inicial… para isso basta seguir sinais de entrada… que ultimamente quase não existem. ‘-‘

      Claro, estou falando de operações mais no longo prazo mas nelas, a ação está beeeeem sem graça, poucos sinais aparecem e os que surgem muitas vezes são ruins. Existem alguns bons que compensam mas de modo geral o lago está parado.

      Não está cheio de peixes bons e nem de piranhas, também não há nenhuma tempestade… simplesmente tem bem menos peixe, beeeeeeeeem menos.

      Enfim, próximo post será +- sobre isso…

      Responder
  11. felippeDev

    Genial Hugo, seja bem-vindo novamente… Agora vou pular a janela ali do escritório.. brincadeira! Estou voltando estudar… eu sou aquele cara que já leu todos os seus livros mais de uma vez, virou fã do Warren Buffet e nuna teve culhões nem dinheiro para investir… pensando bem vou la pular mesmo… ou não.. vou reler tudo de novo.. Bom.. você poderia escrever mais um livro ai pra gente! Você poderia fazer um post com “os livros que vc deveria ler depois de ler os do Hugo”… Abraço!

    Responder
    1. Hugo Teixeira

      Em um mercado parado como o nosso não tem nenhum problema ficar sem culhões para investir… não estamos em 2012 afinal…

      Bem, pode apostar que tem muita coisa boa vindo em termos de material no Senhor Mercado em 2016… mas vindo do mercado em si pra gente… é uma incógnita… ‘-‘

      Responder
  12. Alexandre

    Mensagem: Bom dia, acabei de ler seu texto chamado “O desempregado…” enfim, costumo ler seus posts e acho alguns bem interessantes, não sou muito de escrever fazendo comentários, imagino que as pessoas do outro lado raramente tem tempo de ler…enfim…mas hoje me senti compelido a lhe escrever. Eu sou o tipo de pessoa que acha que a gente tem de fazer as coisas direito: estudar muito, aprender, aplicar o que aprendeu e ganhar algo em troca. Acho que agindo assim você vai se dar bem, ao menos de forma mediana, no que fizer da vida. Acredito também que as pessoas que se dão bem em quase todas as profissões tem certas atitudes em comum, atitudes estas que lhes levaria a ter sucesso em quaisquer coisas que resolvessem fazer. Digo isso pois não concordei nada com o seu texto, com exceção da parte onde você disse que ele e deprimente. Acredito que esse perfil de pessoa que tem o comportamento que vá lhe levar ao sucesso vai se dar bem na profissão de trader mesmo sendo um “desempregado” e ao contrario eu acredito que alguém que trabalhe e opere ao mesmo tempo não terá mais chances se não se preparar mesmo que tenha muitos recursos. (alem das questões morais de se operar enquanto se é pago pra fazer outra coisa)…Enfim, acredito que seus textos são interessantes, produtivos, mas este de hoje foi triste, sem utilidade e o que eu acho mais infeliz nisso tudo: pode ter desanimado alguém que esta a tempos se preparando seriamente pra ser trader. Espero ter contribuído de alguma forma…abraço

    Responder
    1. Hugo Teixeira

      Não vejo nada de imoral em operar enquanto trabalha porque a carga horária dedicada à bolsa em si é ridiculamente baixa, ou seja, o cara pode usar 5 minutos do seu horário de almoço para operar e isso não dará nenhum tipo de prejuízo ao seu empregador.

      Além disso, ao trabalhar e operar ao mesmo tempo a pressão é muito, muito, mas MUITO menor. Afinal, mesmo se der tudo errado a pessoa ainda terá o seu emprego como fonte de renda, já se a pessoa só tiver (tentando) a bolsa e algo der errado, a chance dela perder o dinheiro e continuar sem renda é muito maior. Não adianta, ter um emprego e operar é muito mais fácil psicologicamente para um iniciante do que apenas operar.

      Falando em psicologia, os fatos vão contra suas ideias porque pense assim:

      O cara entra num blog, lê um texto e se desanima.

      Tipo, já??

      Ele vai desanimar e desistir assim fácil por causa dum texto??

      Se ele se quebra emocionalmente com um textinho só, imagina sendo stopado várias vezes seguidas ou logo na mínima do movimento (normal), ou passando por um longo período de perdas (normal)??

      Se com texto ele fica mal, com a bolsa real ele se mata!

      Então sim, é bom fazer as pessoas desistirem porque as únicas pessoas que vão realmente desistir serão aquelas que não estão prontas para os mercados. Aquelas que estudam e têm chances de sucesso real não vão se desanimar ou largar tudo, elas apenas terão mais cuidado, uma característica que só tende a aumentar ainda mais as chances de sucesso delas. 🙂

      Responder
  13. Pietra

    Dicas para o Moridsclêidivision: 1) cancele todos os boletos de todas as coisas que não são absolutamente necessárias; 2) as coisas absolutamente necessarias são: comida, artigos de higiene, roupas que você não tenha, remedios, moradia; 3) o item moradia não quer dizer casa propria, nem financiamento e nem mesmo aluguel. Quer dizer quer dizer que você precisa de um lugar pra dormir e pra tomar banho. Qualquer arranjo que te dê isso é suficiente. Não se envergonhe de usar opções como casa da tia, casa da sogra, república ou pensão. No caso de morar embolado com alguém da familia, seja legal, contribua com o orçamento familiar dentro daquilo que pode e aprenda a fazer favores se não tiver dinheiro pra contribuir. 4) Pare de procurar emprego “na sua área” somente. Se você perdeu emprego e não está achando outro, significa que a sua área é o tipo de trabalho que dá pras pessoas passarem sem. Mas tem um monte de trabalhos que são imprescindíveis e que sempre estão contratando. Sim, estou falando de trabalhos como atendente de padaria, garçom, faxineiro, babá, motorista, cuidador de idoso, lavador de vidros, vendedor de loja, pintor de parede, assistente de tudo quanto é coisa. Paga pouco? E daí? Melhor que ficar em casa assistindo tv e mil vezes mais saudável do que ficar reclamando da economia, da conjuntura, dos políticos e da vida. Você não precisa ficar lavando janelas até o fim da vida… só até o fim da crise. Continue procurando emprego na sua área… ao mesmo tempo em que vive uma aventura diferente uma vez na vida. 5) Para quem tem mais coragem: Mude-se para o interior e esqueça o estilo de vida que foi te vendido pela TV. Não estou falando interiorzinho.. estou falando interiorzão… onde a comida cresce no seu quintal e no quintal do vizinho… onde você pode criar uma vaca e meia dúzia de galinhas, plantar uma horta e ir pescar. Onde sua roupa nunca sai de moda, os amigos são pra vida inteira e os dias passam devagar. Onde o governo nem sabe mais que você existe e por isso mesmo não te enche o saco com mil e uma exigências e taxas disso e daquilo. VoCê pode acabar descobrindo que viver abaixo do limite da isençao de impostos… aquela vida das pessoas que vocÊ costumava chamar de coitados, na verdade é um milhão de vezes melhor do que a vida que você tinha quando ficava enclausurado num escritório durante o dia e preso num apartamento cheio de grades de noite.

    Responder
  14. Felipe Nascimento

    Depois de ler seus e-books tive mais cautela nos investimento. Confesso que esse artigo quase me fez pisar no freio por um momento. Mas, acredito que tudo tem que ser estudado. Como você disse não adianta ir comprando ações no achismo ou fazendo algo porque fulano falou. É preciso ter conhecimento e controle do risco.

    Responder
  15. Murilo Justino

    Welcome back, Hugo!!!!! Aplausos.

    No aguardo de novos posts, e se possível,
    fale um pouco mais sobre Forex e opções binárias, o que tu achas…

    Responder
  16. Fernando Alves

    E ai, Hugo! Cara, é bom ter esse contato com um MASTER BLASTER TRADER. Aprendi muito com os seus ebooks e artigos. Mas a hora é mesmo de acumular capital e estudar. Portanto, se quiser mandar algum dinheiro, fique à vontade, mas o que eu espero mesmo são os seus artigos, sobre o cenário atual e a bolsa de valores, que teima em não me deixar rico.

    Responder
  17. Andre Ramos

    Bom, primeiramente, bem-vindo de volta à arena. Que tua saúde se restabeleça e você possa ficar fortinho de novo. Velho, você acompanhou o raciocínio do Felipe Miranda, da Empiricus? Pois é, a cena que vejo é a seguinte: Wiamea está quebrando com 40 pés, estamos com uma pranchinha 6.0″, só na remada e queremos dropar uma da série. Aí, como é óbvio, o máximo que conseguimos chegr é no alto daquele lip grosso e caudaloso, com 50 toneladas de água para projetar-se contra a superfície, mais de 10 metros abaixo, e a gente ali, no início do precipício. Se sobrevivermos à queda e a onda, não se preocupe: haverá mais um monte na série, prontas para triturar a sardinhada.

    Responder
  18. alexandre

    Poxa! Que boa surpresa teu retorno, Hugo. Cheguei a pensar que tinhas “quebrado”, em razão da crise, e arranjado um “emprego de carteira assinada” que tomava todo o teu tempo ocioso, ficando, consequentemente, sem tempo nenhum para postar… he he he… Estimo pronta recuperação de tua saúde. Mas, cara, ficaste tempo demais sem escrever por aqui! Teus excelentes textos fazem falta, especialmente nesse ramo, em que 99% dos bloggers pintam a bolsa de valores num mundo cor-de-rosa. O teu post acima afirma justamente isso: a realidade de que a bolsa é uma selva, e que temos de estar bem preparados, se quisermos nos aventurar nela. Isso aeee então. Num próximo post teu tens que dar mais ainda a real sobre essa crise, e suas implicações na bolsa, pois realmente é uma galera… jovem e desempregada…despreparada e iludida… que ainda acredita no sonho americano imediato.

    Responder
  19. E

    Que legal vc de volta Hugo!!!!! Que volte a escrever muitos posts pra alegria da gente!!!
    Eu to muito querendo saber o que vc tem feito em relação aos seus investimentos na bolsa nessa época!!! Conte-nos tudo! E concordo com tudo o que vc escreveu nesse post! Abs

    Responder
  20. Valdomiro

    Muito bom este post já tem uns dois anos q acompanho os seus post mas nunca numa crise destas vc falou em marketing oline e trabalho com três tipos e tem um novo no mercado muito bom , não podemos cruzar os braços por causa da crise um abraço.

    Responder
  21. Robson de Oliveira

    Fechei minha microempresa recentemente em que trabalhava com um produto revolucionário na construção civil, mas depois de 15 anos acabei fechando as portas. Tenho um blog e nele costumo orientar gratuitamente e, muitas vezes, até a desanimar mesmo quem quer iniciar, até porque o negócio é osso mesmo devido à teimosia peculiar do brasileiro em seu conservadorismo. Agora, vou começar paralelamente a estudar e aplicar o que aprender na bolsa, devagar mesmo, como pouco capital…pouquíssimo. Quem sabe seja a minha praia, afinal, sou agressivo e gostei do perfil ” scalper” que estou experimentando e até conseguindo bons resultados, embora ainda na fase dos simuladores.
    Abçs

    Responder
  22. Elender Góis Gallas

    250 mil? pra viver de bolsa? talvez. Com esse valor eu me contentaria na renda fixa. não sei quanto você espera tirar por mês (pra mim uns 5 mil já seriam mais do que suficientes). acho que se o cara for bom com 50 mil e utilizando alavancagem ele consegue muita coisa boa… se tiver ganhos consistentes é claro…

    Responder
  23. Thiago

    Grande Hugo!

    Sempre com palavras sagazes para orientar os pobres mortais, rs. Achei que não fosse voltar mais. Que bom que me enganei.

    De fato, nesse momento (de desemprego repentino) é que estamos mais sujeitos aos erros de origem emocional que mais impactam na bolsa. O cara tem de ter um psicológico muito bom o que, em geral, não ocorre, então é melhor ficar de fora mesmo.

    Responder
  24. Marcos

    Boa noite Hugo, tenho acompanhado seus posts e já vivenciei algumas das experiências, boas e ruins, mas preciso conversar com alguém, que neste caso parece que vai ser com você, lá vai:
    para começar, sou um micro-empresário, que pode-se dizer mais ou menos bem sucedido, sempre gostei de números, e tenho condições de poder ficar algumas horas em frente ao computador, aí que um belo dia resolvi, a troco de nada comprar 2000 ações de Petr4 porque “achei” que estava barata, e por acaso naquela hora estava mesmo, e não pensava em vender, pensei que um dia, dali uns anos poderia valer mais, nesta compra paguei R$4,20 – realmente estava barato.
    Acontece que depois que vc compra algo, vc tem o “carinho” de ficar vendo seu novo brinquedo, aí por acaso no dia seguinte, quando ví a cotação, por acaso a ação tinha subido para 4,30 e como sempre gostei de números logo veio o lucro na cabeça de um dia para o outro, com um dinheiro que estava “largado” na poupança, aqueles R$8400,00 tinham virado R$8800,00 aí já viu, criou interesse, já comecei a procurar outra corretora, pois pelo meu banco a corretagem é muito alta, sendo 8,00 na compra 8,00 na venda e mais 0,3% do movimentado, e logo percebi que com uma pequena variação de uns 4 centavos eu só iria trabalhar para o banco quando ganhasse e perderia muito quando perdesse.
    Pesquisei e encontrei uma outra corretora, com um Pit muito melhor, gráficos melhores e custa apenas 7,50 na compra e 7,50 na venda e sem a maldita porcentagem, sendo assim, teoricamente com 2 centavos já começo a ganhar.
    Aí veio a ganância e Burrice ao mesmo tempo, não trabalhar com meu dinheiro e utilizar a Alavancagem oferecida pela corretora, kkkkk me deram um crédito de R$300.000,00 para “Trabalhar”, o detalhe é que no final do dia independente de estar no lucro ou prejuízo tudo é vendido, aí no primeiro dia perdi R$2100,00.
    Conta pra cá conta pra lá, pensa, pensa, no outro dia perdi mais R$850,00.
    assiste aula, calcula pensa, e no terceiro dia perdi mais R$1500,00.
    isso porque durante o dia algumas negociações davam lucro, mas no final do dia por acaso sua ação estava desvalorizada e era vendida, aí percebi que nos 3 dias, se eu estivesse ficado com as ações, em vez de perder, eu teria ganhado, e bastante, mas pra isso teria que parar com a Alavancagem e colocar o meu dinheiro na corretora, aí a coisa mudou de lado, parei de perder e comecei a recuperar lentamente o prejuízo com uma “técnica” que estou fazendo.
    Aí é que eu precisava demais de conversar com alguém do ramo, para explicar, e para entender.
    Estou fazendo assim: somente estou comprando e vendendo Petr4, estou trabalhando com meu dinheiro, estou comprando “cotas” de 2000 ações de 5 em 5 centavos, e vendo de 5 em cinco centavos de lucro.
    por exemplo: abre o dia a 4,80 compro 2000 ações, se cair pra 4,75 compro mais 2000, cai pra 4,70 compro mais 2000, mas como vc sabe pode até cair um dia inteiro, mas no outro sobe, ou o que tem acontecido, todo dia tem oscilado bastante, variação que está entre 4,50 e 5,10.
    aí vamos lá, aí eu tenho a 4,80 4,75 4,70 aí ela começa a subir e quando chega a 4,75 eu vendo 2000 que comprei a 4,70 e na mesma hora já envio uma ordem de compra pra quando cair novamente a 4,70.
    e assim está indo, e quando chega no final do dia, claro que termino “comprado” uma quantidade de ações, que podem iniciar o dia seguinte em alta ou baixa, acontece que desse jeito só estou ganhando, de pouco em pouco mas ganhando, e pelo que tenho acompanhado, sei que se ficar oscilando nesta faixa, está legal, e vai “dar zebra” se por acaso ela começar a se desvalorizar muito e não voltar ao preço da minha compra mais alta, ou se eu não atingir um valor médio das ações compradas.
    Mas mesmo assim, só “assumo” o prejuízo se precisar vender as ações no prejuízo.
    aí que fazendo as contas a cada compra e venda com lucro de 5 centavos, tirando corretagem 15,00 taxa de liquidação cerca de 3,6 e mais uns 3 de taxas que ainda não entendi, tenho um lucro de uns R$75,00.
    isso acontecendo algumas vezes ao dia, começa a ficar interessante.
    na verdade, tudo que dá algum lucro pra mim eu acho interessante, e aí vem o pensamento obvio, se com cotas de 2000 ações dá 75,00 com cotas de 4000 passam a 150,00 e daí por diante, claro que preciso investir mais dinheiro.
    Mas por favor, com sua experiência, me dá uma luz, me abra o olho, me fala o que não estou vendo, visto que assim só estou vendo dinheiro entrar aos poucos e estou pensando em aumentar as cotas.
    detalhe interessante, e o que acabou dando muito mais lucro, por acaso, 3 dias que fiquei comprado, no dia seguinte abriu em alta e acabei faturando uma grana legal, esta semana tinha ações compradas a 4,90 e 4,95 e no dia seguinte, quinta-feira passada abriu em alta e em menos de 1 minuto vendi a 5,15.
    Muito obrigado a aqueles que tiveram paciência e interesse no meu caso, vou ficar muito agradecido em ouvir qualquer coisa que seja a respeito disso que estou fazendo, e me disponho a continuar comentando a respeito dos resultados.

    Responder
    1. Marcos

      antes que falem, logo no começo escrevi que comprei a 4,20 e vendi a 4,30 e ganhei 400,00 na verdade não foi 4,3 de venda e sim 4,40 , aí sim os 400,00

      Responder
  25. rhaiza zanetti

    Hugo, como vai?
    Acompanho sempre seus posts e seus emails,
    sempre muito detalhados, explicativos e engraçados. Parabéns.

    Você pode me indicar cursos para leigos aprenderem sobre a bolsa?
    Gosto muito de ir a sala de aulas aprender, faz sentido isso para a bolsa?

    Obrigada, abraços, Rhaiza Zanetti.

    Responder
  26. Altamir

    Cara, há uns 3 anos atrás comecei a pesquisar e aprender um pouco sobre investir na bolsa.
    Na primeira noção que eu tive que era um negócio que (como vc escreveu) precisaria de muitooooo dinheiro para secter algum “lucro” eu me vi na imagem e obrigação de abandonar o barco! Rsrsrs
    Hoje, por curiosidade encontrei o seu blog e depois de ler por umas duas horas sem parar e me identificar em muitas coisas que vc escreve e tmbm dar muita risada do vocabulário simples e divertido que vc utiliza, pude perceber que realmente tenho a vocação para estudar, praticar e empreender na bolsa!
    Repetindo o que vc escreve: tudo ao seu tempo, sem pressa, sem ansiedade, sem afobação…
    Aprender, estudar por puro prazer. Praticar nas ferramentas de simulação on line com entusiasmo e me permitir ao erro. Errar muito!!!
    Para aprender de verdade! Ficar codificado esse aprendizado na mente.
    E aos poucos ir evoluindo até obter meus pequenos êxitos, e fazer os mesmos se tornarem grandes.
    Muito bons seus textos, vou começar a acompanhar seu blog e indicá-los aos meus amigos.
    Valeu pela diversão e aprendizado!
    Combinação perfeita!
    Sucesso, grande abraço!

    Responder
  27. Samir

    Magnifico Hugo,estou em um momento da minha vida em que me pergunto se a “vida é só isso mesmo”, se tornar um trader profissional é um meio para o sucesso, um meio para um fim, sabe quando você olha ao seu redor e vê que as pessoas estão satisfeitas com aquilo, não querem algo mais que aquilo, faz uma semana que estudo sem parar para me tornar um “trader”, você disse muitas coisas “desanimadoras”, foi muito animador tudo o que você disse, eu comecei pensando de uma forma totalmente diferente e você me abriu os olhos me jogou pra cima e falou vai.
    costumo dizer que com estudos, dedicação, tempo, racionalização e paciência você chega em qualquer lugar, ter uma mente no lugar e não ser impulsivo é essencial para qualquer área de nossas vidas, seja financeira, emocional e ate mesmo espiritual.
    O importante é você se divertir com tudo que você faz, a vida é um jogo e o que tem a melhor estrategia vence!
    estou no início da vida ainda, tenho 20 anos, procuro uma independência financeira desde já, mergulhar e estudar é o mais importante para tudo isso.
    E eu vejo que nem que eu comece com R$ 1 de lucro em cada ação ta valendo a pena, não estou ganhando apenas R$ 1, estou ganhando experiencia e experiencia trás lucro, no início tudo é muito difícil, não se tem experiencias mas se tem a consciência de que tudo aquilo não vai ser em vão e que você vai adquirir experiencias.
    Tudo que vem fácil vai fácil.

    Paz, saúde, sucesso e prosperidade !

    Um grande abraço amigo!

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *