Porque Traders “Inteligentes” São Arrogantes e Vão Perder Dinheiro – Parte 2

No post de ontem, A Arrogância do Trader e o seu Ciclo de Perdedor, falei daqueles que, depois de algumas operações bem sucedidas no mercado, começam a se achar.

Eles criam uma imagem idealizada deles mesmos que é destruída totalmente quando o Senhor Mercado decide mostrá-los quem realmente manda.

Ok, é um erro bem comum na especulação. Mas esses, se não tiverem outros problemas psicológicos mais profundos, poderão se “curar” eventualmente.

Só que existe um outro tipo de trader, o “inteligente”, com uma arrogância mais “racional”. Ele se acha porque “sabe” que é melhor do que as outras pessoas.

Tudo bem, esse tipo de trader é sim, muito mais inteligente do que a média, porém, dá uma importância grande demais à esse fato. Por isso, se torna arrogante e quando decide especular, o faz com pouco cuidado. Acha que ganhará facilmente, como “acontece o tempo todo, sem excessões”.

Por isso, nesse post, conto brevemente a história do LTCM, um fundo controlado por nerds arrogantes e falo sobre os especuladores que, se achando os “Houses” da bolsa de valores, destroem-se rapidamente pois preferem sofrer a terem de admitir que no fundo, não são tão inteligentes assim.

Era uma vez um Hedge Fund…

John Meriwether: “Nós somos tão burros… não, espera… somos tão inteligentes que simplesmente não podemos falhar!”

Quem leu Quando os Gênios Falham, já conhece a patética história do Long-Term Capital Management. Um hedge fund comandado por traders nerds graduados no MIT (alguns em vários cursos) e ganhadores do prêmio Nobel que explodiu em sua primeira crise econômica.

Os motivos?

A arrogância dos gestores e traders que operavam derivativos utilizando níveis estratosféricos de alavancagem.

Foi mais ou menos assim: o LTCM começou bem, com ganhos impressionantes. Porém, depois de um tempo, os nerds do fundo decidiram se livrar de todos seus clientes para operarem apenas seus próprios capitais. Ou seja, estavam tão confiantes de si que basicamente transformaram o fundo em um cofrinho para eles mesmos.

Ficaram felizes pois deu tudo muito certo, isto é, até a crise da Rússia. Todos os seus trades começaram a ir para o saco. Mas os nerds não podiam abandonar suas posições sem realizarem enormes perdas. Com a liquidez dos mercados diminuindo, restaram duas opções:

“Ou vendemos tudo e perdermos tudo ou mantemos tudo e perdemos tudo também!”

Além disso, eles não conseguiam emprestar mais dinheiro para as margens. Estavam numa situação pouco confortável.

Por isso, decidiram entrar em desespero e ao mesmo tempo, racionalizar um pouco!

“Hmm, nossos modelos indicam que nada de muito sério iria acontecer e que não era possível perder mais de 150 milhões em um único dia…”

“O quê? Perdemos 438 milhões? Não se preocupe, isso não irá mais acontecer. Sei disso porque sou foda! E sou foda porque tenho dois diplomas do MIT!”.

Despois de algumas semanas e vários pedidos de socorro frustrados, inclusive para George Soros e Warren Buffett, os nerds do LTCM passaram o “super hedge fund dos gênios super dotados” para os bancos e desistiram de lutar pois não dava mais.

Eles perderam tudo o que tinham. Um dos coitados bananas, precisou assistir todos os seus 500 milhões de dólares irem pelo ralo.

Ai 🙁

E o que aconteceu depois?

“Ohh noooo! What have I done?”

Quando a poeira baixou, eles perceberam que tinham ignorado o poder do mercado ao criarem seus sistemas de trading.

Os nerds usaram como amostragem os dados de apenas 5 anos! Sim, fizeram backtests em só 5 anos! E como não aconteceu nada de significativo nesse período, como uma forte crise econômica, eles acabaram “esquecendo” de incluir esses cenários “improváveis” em seus sistemas.

Porque? Estupidez e arrogância?

Talvez.

Por algum motivo, do qual eu não conheço, os nerds decidiram que uma amostragem pequena era o suficiente. Eles trabalharam muito nesses dados e sim, se os mercados continuassem sem crises, amigáveis ao modelo Black&Scholes, hoje eles estariam trilionários. Mas deu tudo errado, azar.

Porém, o que pesa mesmo nessa história é o que aconteceu depois.

Imagine que você é um nerd que cria um sistema com uma amostragem ridícula e, ignorando todo o seu bom senso, alavanca até o ân*s e então, literalmente, perde tudo. Seria de se esperar que você deixasse de se achar o máximo e começasse do zero, com uma mentalidade mais respeitosa ao Senhor Mercado.

E então, adivinha o que os nerds do LTCM fizeram? Eles abriram outro hedge fund, o JWM, que foi um sucesso… até explodir no ano passado devido à perdas irrecuperáveis!

Ou seja, eles não aprenderam a lição e conseguiram perder dinheiro numa época em que traders e fundos decentes fizeram fortunas com vendas à descoberto. Mas as “grandes mentes dos mercados”, depois do que passaram como o LTCM, explodiram em outra crise econômica!

Caramba! O que diabos acontece com esses traders “inteligentes”!?

A Máscara de Inteligência do Fracassado

Quem seria o Dr. House sem sua inteligência? Um viciado qualquer.

O problema é que muitos traders não possuem nada em seus vidas, só alguma esperteza, quando muito.

A diferença entre o trader do post anterior, iludido com bons trades, e o o trader com síndrome de House, é que o primeiro não se acha o Deus da Cocada Preta o tempo todo. Ele começou a sentir um poder que não existia mas foi uma situação temporária, isto é, se ele não iniciar um ciclo de perdas, também explicado anteriormente.

Mas com o trader House, a coisa muda pois ele se acha “O” cara o tempo todo.

Vamos compará-los para simplificar:

O trader comum passa por momentos ruins e precisa engolir o seu orgulho para voltar a operar bem.

Ok, dá para se recuperar, com alguma dor, mas é possível.

Mas o trader “inteligente”, ao fazer o mesmo, não estará apenas admitindo uma ilusão temporária, mas sim, confessando para si mesmo que no final, ele não é tão inteligente quanto sempre acreditou que era. Por isso, ele resistirá mais.

A auto-estima desse operador pode estar 100% ligada à sua noção pessoal de inteligência. Logo, quando ele se olhar no espelho depois de admitir seu fracasso, poderá encontrar apenas um cara um pouquinho mais esperto do que os outros. De um lado ele perde muito dinheiro e “mantém” sua inteligência e pelo outro, perde um pouco menos e precisa aceitar que intelectualmente, ele não é nada de especial.

“Você não é especial. Você não merece nada na vida. Você não tem direito a nada. O mundo não gira em torno de você ou do que você quer.”

Basicamente, para se curar, esse trader será obrigado a destruir totalmente o seu ego para começar a construir um novo, do zero. Não morrerá apenas uma ilusão temporária de seu ser mas sim, toda a sua “personalidade”, de uma vez. Por isso que esse tipo de operador, inteligente e arrogante, é o que tem mais dificuldades na bolsa de valores.

Para ter sucesso, ele antes precisará morrer e “ressurgir das cinzas”. Um processo que, além de soar muito gay, é doloroso e requer muita dedicação e disciplina. Muitos desistem pois é mais fácil. Muitos continuam se iludindo e perdendo dinheiro pois é ainda mais fácil.

Por isso, acredito que um trader realmente inteligente é aquele que conhece os limites de sua própria ignorância e que está atrás apenas do dinheiro e não de tentar mostrar para o mercado o quão foda ele é.

Mesmo porque o mercado não se importa.

Para terminar, deixo aqui a feliz notícia de que John Meriwether e seus amigos nerds estão lançando um novo fundo, o JM Advisors Management. Os desejo uma boa sorte! Com certeza irão precisar! 😀

Btw, quem se interessou pela história do LTCM, encontra a minha análise aqui.



Descubra Como Conquistar a Sua Independência Financeira Em Apenas 10 Anos Investindo Só R$200 Por Mês!

Você vai descobrir...

  • Porque as maneiras mais populares de se atingir a independência financeira só estão fazendo você perder tempo (e oportunidades).

  • Quanto tempo você realmente tende a levar para atingir a sua independência financeira.

  • Porque a bolsa de valores pode acelerar a sua acumulação de capital em mais de 2x com toda a segurança do mundo.

  • O quê fazer para conquistar os seus objetivos da maneira mais rápida, fácil e simples possível.


5 Comentários Porque Traders “Inteligentes” São Arrogantes e Vão Perder Dinheiro – Parte 2

  1. Rafael

    Parabéns adoro seu site e leio sempre , gosto dessas histórias.Queria te fazer um pedido. Gostaria que vc publicasse alguma coisa sobre o trader americano Larry Williams, acho interessante a história dele, mais não sei mta coisa.Obrigado e desculpa qualquer coisa.

    Responder
    1. Hugo

      Marx: basicamente copiei a expressão do novo amigo Gaspar 😛

      Rafael: já tinham comentado sobre o Larry Williams. Escrevei alguma coisa sobre ele, seu indicador Williams %R, sua filha, os concursos e etc mais pra frente. Agora já tenho vários posts “no forno” 😛

      José Carlos: É o que o Gaspar disse. Um backtest serve para te dar uma idéia geral se o seu sistema terá boas chances estatísticas de funcionar ou não. Dificilmente um backtest feito utilizando vários e vários anos e muitos trades diferentes de amostragem, não funcionará se os resultados forem bons. Normalmente fazendo backtests utilizando algumas plataformas gráficas como o MetaStock, o AmiBroker ou mais simples, no excel mesmo.

      Gaspar: Acredito que para vários a carapuça serviu. O problema não é tanto ser arrogante mas sim, continuar sendo onde não é inteligente ser e começar a perder as coisas por causa disso. E entre auto-achismos e dinheiro, eu prefiro o dinheiro 🙂

      Responder
  2. Gaspar

    Gostei muito desse texto, confesso até que serviu a carapuça ¬¬

    José Carlos – Backtest é usar um determinado tempo histórico das cotações para averiguar se seu sistema de trading daria resultado em determinada ação índice ou o que se esteja analisando.

    Daqui a pouco o Hugo aparece e escreve um texto de 50 linhas pra explicar melhor XD

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *