3 Motivos Para Usar a Conta Margem

A conta margem é uma das ferramentas mais amadas e odiadas por investidores de todos os mercados do planeta inteiro.

Quem a utiliza sem bom senso pode gerar perdas absurdas com movimentos pequenos e na pior das hipóteses, pode até perder tudo e ficar devendo!

Porém, como qualquer ferramenta da bolsa, existem vantagens e desvantagens no seu uso.

No próximo post, falarei sobre os motivos pelos quais você talvez deva ficar longe dela, mas por enquanto, vamos ver porque talvez você possa usá-la um pouco…

Use a Conta Margem e Lucre Mais!

Alavancar, usar margem, todos esses são term… err, expressões que significam a mesma coisa: pegar dinheiro emprestado da corretora para investir, ao custo do pagamento de um “pouco” de juros.

Quem faz isso pode comprar mais ações (ou qualquer outro ativo financeiro) do que poderia originalmente.

Se der tudo certo, os lucros serão muito mais altos do que seriam caso o investidor tivesse usado apenas o seu capital original.

Como o risco também aumenta, é preciso ficar de olho nos ativos e ter uma estratégia para que esse risco não seja fique alto demais.

Isso é óbvio de se falar, mas sabe como é…

Agora, para usar a conta margem você precisa pagar uma taxa para a corretora. No Brasil as taxas variam, mas de modo geral, todas são super absurdas.

Portanto, utilize a margem apenas se a sua metodologia for extremamente bem testada e apresenta motivos lógicos para a sua utilização.

Acabou o Dinheiro? Compre Agora, Pague Depois…

Essa aqui é bem mais simples, segura e útil.

Muitas vezes quando estamos comprando ações, podemos ficar sem dinheiro mesmo com algumas ações gritando para serem compradas.

E aí? O que fazer quando o “bonde estiver saindo sem você”?

Quem tem apenas X para investir e não pretende enviar mais dinheiro para a conta da corretora, deve sim ficar sem comprar.

Mas e no caso daquele cara que daqui a uma semana irá receber mais dinheiro na forma de um salário ou qualquer coisa do tipo? Aí ele pode comprar o ativo agora, usar a conta margem por alguns dias e depois cobrir a diferença, pagando o juros.

Apesar do juros ser bastante alto, um período curto de utilização permite que você entre na ação pagando em juros uma “taxa” parecida com a de uma simples entrada com slippage alta (para quem opera ativos com liquidez menor, e.g. small caps).

Tradução: juros altos… mas apenas por alguns poucos dias, então tudo bem.

…E Mantenha Suas Posições Com Risco Semelhante!

Quem começa a operar com pouco dinheiro pode ter o problema de manter posições totalmente desproporcionais em sua carteira.

Imagine que você vai começar com 5 mil reais e compra sua primeira ação, arriscando 2% nela.

No mês que vem você recebe mais 5 mil reais em forma de salário/bônus/restituição do IR/sei lá, e o que acontece? Do nada o seu capital aumenta muito, proporcionalmente falando!

Ou seja, se agora for comprar outra ação, os 2% da segunda compra representarão um risco de 200 reais ao invés dos 100 reais da primeira compra.

O risco das duas operações fica desproporcional!

Porém, como a conta margem te ajuda a comprar ações que serão pagas depois, você pode considerar esse dinheiro no cálculo do seu risco (se for necessário).

É claro, tal estratégia, apesar de eficiente para pessoas cujo capital aumenta muito por mês (iniciantes), apresenta um risco maior já que o tal “dinheiro futuro” pode acabar não entrando. Portanto, tenha MUITO cuidado com isso!

É sério!

Contar com dinheiro que ainda não entrou é muito perigoso, portanto vá com calma! Você terá posições com riscos “zoados” de qualquer forma, use essa estratégia apenas para diminuir esse problema e nada mais!

Tá, e daí?

E daí que a conclusão é simples:

A conta margem pode sim ser muito útil, desde que o operador/investidor saiba utilizá-la com o mínimo de bom senso.

Quem mora em países com taxas de juros decentes pode ganhar muito mais dinheiro com ela. Mesmo morando aqui alguns podem tirar proveito.

Investidores que adicionam um pouco ao seu capital todo mês ganham uma maneira de não perder sinais e é claro, podem manter suas posições de maneira mais proporcional, equilibrando assim, o risco.

Porém, apesar da conta margem ser legal de alguns pontos de vista, ela é uma verdadeira faca de dois gumes.

E é por esse motivo que no próximo post irei explicar porque quando eu digo “tenha cuidado” eu estou realmente querendo dizer “essa p*rra pode ser perigosa para cac*ete, tome cuidado senão ela pode te f*der”.

Até lá. 😛



Descubra Como Conquistar a Sua Independência Financeira Em Apenas 10 Anos Investindo Só R$200 Por Mês!

Você vai descobrir...

  • Porque as maneiras mais populares de se atingir a independência financeira só estão fazendo você perder tempo (e oportunidades).

  • Quanto tempo você realmente tende a levar para atingir a sua independência financeira.

  • Porque a bolsa de valores pode acelerar a sua acumulação de capital em mais de 2x com toda a segurança do mundo.

  • O quê fazer para conquistar os seus objetivos da maneira mais rápida, fácil e simples possível.


5 Comentários 3 Motivos Para Usar a Conta Margem

  1. joao

    Terceira vez q eu entro aleatoriamente para perguntar algo em algum post seu, e aí eu vejo que tem post novo!!

    Bom, la pergunta, ou melhor, sugestão: um post sobre o seu início, lá do começo mesmo. Quando vc terminou de estudar e começou a colocar dinheiro real… como você se sentia, e mais importante pra mim, como vc ganhava dinheiro pra mandar pra conta rsrs;

    até mais.

  2. josimar

    Olá, tenho acompanhado seus post para aprender o máximo possível, pois sou novo no mercado de ações. Parabéns pelo site. O único problema é que você só coloca post novos nas segundas!
    Abraço.

  3. Hugo

    João: sim, eu farei esse post mesmo, mas como introdução para um livro novo, ou seja, vai demorar um pouco. Quando estiver pronto, vou colocar o post gratuitamente aqui. Será a introdução que irá introduzir o livro, por mais tosco que isso soe heheeh, 😛

    Josimar: depois de +-350 posts fica meio complicado escrever outros sem que eu comece a enrolar muito ou repetir as coisas.

    Mas eu concordo, um post é pouco. Por isso vou aumentar a frequencia no futuro.

    Pretendo pegar os posts mais antigos, dar uma remodelada e atualizada neles e então postar na quarta ou na sexta ou nos dois. Aí sempre tem material novo, mesmo que às vezes seja material “novo”.

  4. Alexandre Batata

    Eae Hugo!

    Entro aqui toda segunda-feira(dia do post), e concordo com o cara acima, poderiam ter mais posts por semana. Claro que pra gente é muito fácil pedir né, já que tamo acessando o site sem pagar nada, não sabemos da sua disponibilidade de tempo, etc.
    Acho bem bacana o site, o jeito que vc escreve e explica, pra quem tá começando é uma maravilha!
    Pra tentar repetir menos os posts, minha sugestão é: nós, leitores, enviamos perguntas/sugestões e você desenvolve o tema. Mas é só uma ideia, já que quem fará o trabalho pesado é você!

    Pra começar com as perguntas, lá vai a minha hehehe.
    Me corrija se estiver errado, mas andei prestando atenção nos dividendos e juros sobre capital pagos pelas empresas, e notei que pra vc receber esse dinheiro, vc só precisa ter as ações em um dia específico(dia do anúncio). Logo, me veio a ideia de olhar as datas desse anúncio nos anos anteriores, comprar as ações em uma data próxima, e após o anúncio vender.
    Imagino que isso não deve funcionar desse jeito, mas não entendo o por quê. Você poderia me dar uma luz?!

    Valeu!

    Alexandre.

    1. Hugo

      Oi Alexandre,

      Não funciona assim não. 😛

      Quando você tem uma ação que vai pagar dividendos, a ação entra em modo ex-dividendos. O preço dela cai proporcionalmente aos dividendos, te deixando no 0 a 0.

      Só que você deve estar em modo ex para receber os dividendos. E como tem vários dias do dia ex até o dia do pagamento em si, o sobe e desce dos mercados gera um risco absurdo para quem está apenas atrás de alguns dividendos.

      Ou seja, se você tentar seguir seu plano, além de não ganhar nada, correrá um risco de alguns dias de variação nos preços.

      Dividendos são para investidores de médio ou longo prazo, para traders e swing traders eles realmente só atrapalham.

      Abraço,

      Hugo

Os comentários estão fechados.