O Que Podemos Esperar de 2012

O ano de 2011 foi para o saco e com ele, foram algumas das diversas frustrações e temores devido as condições atuais da economia mundial.

Infelizmente a maioria das condições continuam e mais uma vez, colocam em cheque os nossos investimentos nos mercados.

As perguntas são:

O quão grande é o risco dessa vez?

As bolsas voltarão a “trendar” ou continuarão lateralizadas?

E o mundo, vai explodir?

E o Brasil, vai explodir?

O que diabos eu tenho a ver com tudo isso?

Isso tudo eu explicarei agora no primeiro post de 2012 do Como Investir na Bolsa de Valores .com!

A Situação Atual

Ultimamente os governos e bancos centrais estão num jogo chamado “quem usa a barriga para empurrar os problemas para mais longe”.

Os EUA, a Europa e o Japão estão na beira do precipício com suas dívidas, colocando em risco o poder deles perante ao mundo e o bem estar de sua futura ex-rica população.

Como o Japão é um grande empurrador, nada estourou lá ainda, mas vai estourar. Não sei como e não sei quando e por isso, não falarei dele por enquanto.

A Europa está fazendo um bom trabalho de empurrar os problemas e até tentar resolvê-los. Logo, nada estourou gravemente lá ainda, mas provavelmente vai estourar.

E por fim, os EUA estão pela hora da morte, empurrando também, mas o “momentum” está diminuindo e eles “precisam” empurrar mais.

As bolsas estão em baixa no mundo todo, o crescimento dos países estão também baixo e o medo corre solto.

E agora? O que acontece?

A Situação Futura

Este ano é importantíssimo para os mercados pois o Obama tentará se reeleger. Mas com o desemprego em alta, a aprovação em baixa, as contas explodindo e a dívida aumentando de forma ridícula, ele precisa “salvar” os EUA logo.

Mas como já disse algumas vezes, eu acredito que os EUA não tenham salvação.

De qualquer forma, como todo político, o Obama provavelmente tentará convencer o FED a usar novamente um mecanismo de empurração barrigal conhecido como QE (Quantitative Easing).

Para quem não está entendendo nada, QE é basicamente imprimir dinheiro e distribuir através dos bancos (para os mercados financeiros principalmente) para tentar estimular a economia.

Ou seja, existe a possibilidade do Obama implorar por QE para que ele consiga maquiar a sua incompetência e se reeleger este ano.

E isso é ótimo pois o dinheiro de um eventual QE3 (já fizeram 2 antes) viria para nós.

Mais Inflação, Mais Dinheiro

Se o banco central gringo criar mais dinheiro, este dinheiro irá diretamente afetar as bolsas de valores pelo mundo, jogando os preços para cima.

Quem opera utilizando a análise fundamentalista não tem muito a ganhar, mas quem usa a técnica ou a tecno-fundamentalista pode ganhar MUITO dinheiro porque os bancos vão espalhá-lo começando pelas bolsas.

Portanto, se o Obama for um idiota egoísta que pensa mais nele do que no país, ele lamberá as bolas do Ben Bernanke para conseguir QE e inventará outros estímulos. Com isso o desemprego diminuirá zero vírgula nada por cento por 2 dias, o consumo irá subir um pouco, aumentando a dívida do país mas deixando as ovelhas felizes.

Aí as ovelhas voltarão a ter esperança e o Obama continuará na casa branca.

É claro, a situação fica pior mas quem se importa? Agora é “Chaaaaaaaaaaaaaaaaaaaangeeeeeee” por mais 4 anos.

Quem mais ganha com isso são as pessoas que entendem de investimentos, que se aproveitarão dos movimentos de altas artificiais (estímulos).

O Problema Europeu

Além disso temos um problema na Europa que está distraindo o mundo de ver que a situação americana é muito pior.

Honestamente eu não tenho a mínima ideia de como a história irá acabar mas ao me imaginar como um político, posso deduzir que vão empurrar tudo com a barriga para os próximos políticos.

Mas no geral, a Alemanha não quer que a UE vá para o saco porque dessa forma, ela terá de adotar o Franco Alemão novamente, uma moeda muito forte que irá atrapalhar as suas exportações.

Já os países mais pobres não querem isso também porque se precisarem sair do euro, a dívida irá persistir. E existe uma diferença enorme entre ter uma dívida em euro quando você ganha em euro e ter a mesma dívida em euro quando você ganha numa moeda inútil que não vale nada.

O que vai acontecer? Na minha opinião? Austerity Measures.

Eu acredito que os governos devem continuar pagando as suas dívidas ao custo do bem estar da população. Na boa, o povo que se f*da, foram eles que votaram naqueles socialistas europeus gastões com aquele populismo barato então eles que sofram as consequências. E se não tiver bom, que saiam da Europa, simples assim.

Somando Tudo Isso

Enquanto os japoneses não se explodirem, os europeus continuarem empurrando com a barriga ou apertarem severamente os cintos de todos e os americanos criarem mais dinheiro através de QE, as bolsas subirão em 2012 em níveis satisfatórios.

Com isso o mané do Obama será reeleito, a inflação irá aumentar para comida, gasolina, a deflação atacará os serviços e de modo geral, a fogueira estará maior nos EUA.

A Europa ficará mais pobre, sendo muito legal pro turismo (pra gente, é claro hehehe) e péssima para a população. Mas novamente, o povo que se f*da, eles não souberam votar então agora que aprendam a sofrer.

E no Brasil? Acredito que tudo continuará mais ou menos bem.

Sim, o governo continuará sendo hipócrita ao falar de protecionismo…

Sim, o povo continuará gastando dinheiro que não tem em coisas que não precisa…

Mas a situação econômica ficará bem ainda pois mesmo com tudo parado, o governo atrapalha tanto o brasileiro, mas tanto que qualquer reduçãozinha de impostos poderá fazer uma diferença absurda em tempos ruins.

Sabe como é: para os brasileiros que levam picas de 25 cm todos os dias, levar uma de “apenas” 24 cm é um sonho realizado.

Conclusão

Portanto em 2012, ao analisar as tendências passadas, eu acho que a Europa apertará o cinto, os EUA irão empurrar com a barriga porque o Obama irá implorar por QE e no Brasil o nosso governo continuará com políticas protecionistas hipócritas e também, irá reduzir vários IPI’s da vida etc. para estimular a economia.

Ou seja, aposto na burrice americana, na escravidão européia e na mesmisse brasileira. Se tudo isso acontecer mesmo, teremos um ano muito mais lucrativo do que o anterior, que na verdade foi ruim para a maioria…

Esperamos que isso mude em 2012 mas se não mudar, pelo menos poderemos ver sangue na TV com políticos sendo atacados pelo povo, governos quebrando, países ricos empobrecendo, guerras sendo criadas etc.

Na melhor das hipóteses ganharemos dinheiro neste ano e na pior, ficaremos entretidos ao assistir essa histórica e severa mudança de poder no mundo.

Felizmente com chuva ou com sol, 2012 promete.

Bons investimentos!



Descubra Como Conquistar a Sua Independência Financeira Em Apenas 10 Anos Investindo Só R$200 Por Mês!

Você vai descobrir...

  • Porque as maneiras mais populares de se atingir a independência financeira só estão fazendo você perder tempo (e oportunidades).

  • Quanto tempo você realmente tende a levar para atingir a sua independência financeira.

  • Porque a bolsa de valores pode acelerar a sua acumulação de capital em mais de 2x com toda a segurança do mundo.

  • O quê fazer para conquistar os seus objetivos da maneira mais rápida, fácil e simples possível.


14 Comentários O Que Podemos Esperar de 2012

  1. Hugo

    Vela: Não custa nada você levar um jornalzinho no barco enquanto você está no meio do mar pescando, mesmo porque sem isso você morre de tédio. 🙂

    Costa: Pessimista?? Eu estou sendo bastante otimista na verdade. Disse que a bomba será empurrada pelos EUA e que na Europa a população ficará pobre mas eles sobreviverão depois. E que caso isso aconteça, 2012 não será tão ruim quanto 2011. Se tudo explodir ao mesmo tempo, o que acho que não vai acontecer, aí sim você verá o quão Xuxa na Terra dos Duendes eu posso ter sido. 😛

    Ze da Roça: Honestamente? Não sei. Resolvi abrir os comments aqui para comparar com o SM mas eu não tenho ideia do que fazer com ele. O problema é que é muito demorado fazer posts daquele jeito. Já esses últimos do CINBDV seriam posts SM na boa mas sem as piadas doidas e as imagens. Dá 1/4 do trabalho. Mas não defini nada ainda.

    Responder
    1. velaepavio

      Com certeza eu tambem olho os fundamento e observo o que acho impotante e esta se desenvolvendo e pode ser oportunidade de trade.

      O quote foi mais provocativo e o ponto foi que embora fundamentos sejam importantes, na minha opiniao, trades nao devem ser tomados baseados em fundamentos. No final das contas nao se sabe o que vai acontecer, mas logico ter uma ideia do que pode acontecer e saber o que fazer se acontecer que acho que eh o X da questao.

      Tipo se o Ouro disparar o trader tem uma estrategia de comprar, stop e take profit?
      Se o mercado de bonds cair, ele tem um ponto que vai entrar vendido? Ou nao ai fazer nada…
      Se a bolsa tiver tendencia de baixa ele entra short? qual a edge se isto ocorrer?
      O trader tem trade systems para condicoes volatil, lateralizada, bull, bear?

      Eh isso ai e continue o excelente trabalho.

      Responder
  2. velaepavio

    Fala Joao,

    Nao aguentei ver o video ate o final… que cara chato.

    Nao cheguei na parte que o cara vai dizer o que esta fazendo mas ate certo ponto pra mim ta obvio que o cara ta investindo em commodities em geral.

    Nao acha improvavel coisas que o cara fala que vai acontecer, mas mutas coisas eu nao teria certeza. Como hiperinflacao a la Reimar Republic em USD. Isso eh o End Game pra mim, e acho que a proprio fato de todo mundo estar vendido com dollar na carteira, pelo dollar ser a reserva mundiao de valor. E vai demorar pros EUA abrir mao disto.

    Eu pessoalmente tenho parte do patrimonio investido em ouro, mas apenas como um seguro nao que ache que isto vai acontecer com certeza apesar de acho que tem certa probabilidade, assim como que acho que tem certa probabilidade de bater meu carro e por isso pago seguro, assim como de saude, pois posso ficar doente e a conta ficar cara.

    Entretanto acho que ouro pode subir, assim como pode cair (colapsed) do pico e rapido e se isto acontecer te gente que vai perder dinheiro. Assim como perdeu em 1980. Escrevi isto em um post no Velaepavio sobre isto.

    Responder
  3. Hugo

    Hiperinflação só se os americanos forem extremamente retardados. Acho que não vai chegar a este ponto. O próprio Bernanke está enrolando uma eternidade para lançar o QE3 (se é que vai ter) então acredito que eles terão uma inflação bem forte sim, mas nada tão catastrófico.

    Penso que o país vai empobrecer uns 30% e ficar na merda por uma ou duas décadas. E as bagaças sociais serão diminuídas severamente. Isso é o que governantes competentes fariam.

    Porém, o povo tá com dólar na carteira só porque o euro tá com câncer. Quando bancos quebrarem na Europa e os governos enfiarem austerity measures na bunda da população as atenções voltarão pros EUA.

    E cara, negociações bilaterais são moda agora, ninguém mais quer o dólar. O que acontece é que entre o dólar e o euro, o dólar é “melhor”. Mas quando o euro quebrar de vez… putz, nem quero ver hahaha.

    Responder
    1. velaepavio

      Fala Hugo,

      Hyper inflation acho dificil mesmo. Tem que imprimir coisa de quadrilhoes pra acontecer e os EUA manter deficit no MINIMO de 20% do PIB.

      E isto pode demorar um pouco para acontecer… e como disse sera a hora do END GAME. RESET button. Isso me faz lembrar do ATARI da pra ver que sou velho…

      O USD eh a reserva mundial porque eh a mais liquida e todos tem. Isto independente do Euro que entrou em circulacao em 1999 o USD eh reserva mundial desde 1945. E todo trade do mundo eh cotato em USD. Tipo a KSA, China e Emergentes ou todos que surplus tem Dolar pra dar com pau e nao eh facil sair dele. E nenhuma outra moeda tem esta brutal liquidez que o USD tem. Isso demanda toda uma infra estrutura (primary delares, bond markets desenvolvido e etc)… O que me deixa p… eh que o Bernanke sabe disto e aproveita e usa a capacidade ILIMITADA de impressao pra segurar as pontas.

      O Euro pra mim eh uma excelente moeda alias eu prefiro que o USD. Atualmente esta ruim por causa dos PIGS, mas como Alemanha e Franca eh preferivel. Tem mais reserva de ouro por moeda emitida que o USD por exemplo. Por isso a corelacao do EUR com o ouro ser bem alta.

      Os EUA esta passando por um processo que esta fazendo bem pra ele. Esta aumentando a produtividade enxugando a ineficiencia gerada na bolha imobiliaria e financeira. Eu ainda acho que os EUA vai sair das cinzas e sempre sera um pais de primeira. O problema eh que la so tem 300 milhoes de pessoas. A China com certeza sera o numero 1 em PIB porque la tem 1.3Bi e os caras la trabalham muito mais duro.

      Responder
    2. joao

      eu achei o vídeo no mínimo curioso, e o artigo mais ainda.

      IMHO, eu acredito que vai acontecer com os EUA algo parecido com UK no finzinho dos anos 60: palhaçada socialista leva o país pra merda, aí eles são obrigados a cortar todos os benefícios e tal… moeda desvaloriza repentinamente, população sofre e o país passa a ter um status de potência de 2ª classe.

      Ou seja, pra mim os EUA daqui a 20-25 anos serão como UK hoje, em termos de status político mundial.

      E isso por si só é um duro golpe para eles.

      Agora, o problema do atoleiro americano é que não há uma saída menos ruim. Ou eles se endividam mais ou dão calote…. a dívida não vai sumir do nada. Fora que nesse meio tempo que eles estão na faixa lenta de corrida, a concorrência econômica (em termos de produtos mesmo) vai aumentar e muito. Novos países estão no jogo, e de forma agressiva. É como colocar um doente da UTI pra correr com o jamaicano dos 100 mts.

      Por fim, concordo com o Hugo que a crise da UE é apenas uma distração perto do buraco americano. Sorte deles por isso.

      Pelo vídeo e pelo artigo, concluí que o “cheat” (quem joga vai saber rsrs) americano de imprimir mais da moeda internacional faz muito mais mal do que bem a longo prazo, porque dá uma sensação de irresponsabilidade. Mais ou menos como o trader da bovespa que conhece o FX: ele fica louco quando descobre alavancagem de 500x.

      Responder
      1. velaepavio

        Fala Joao,

        A analogia com o UK eh perfeita e concordo ai, entretanto ainda acho que os EUA ainda tem um diferencial de ter mais recursos naturais, mais inovacao, mas empresas e marcas fortes… e como disse o problema dos EUA comparado com outros emergentes (India e China) eh a populacao.

        Sobre a divida americana so tem uma saida (politica viavel) que eh imprimir dinheiro e gerar inflacao e transferir o rombo pra quem esta segurando cash. O grande problema eh que os EUA nao eh o unico pais que tem dolar, mas o mundo todo e isto fara o processo um pouco mais dificil que no Brasil que com muito sucesso pagou sua impagavel divida imprimindo dinheiro e quando a divida estava paga eles lancaram o Real e ai o Brasil entrou numa das melhores fases de crescimento da historia.

        Acredito que os EUA sai do buraco sim. Eu ainda vejo os EUA livre do petroleo (resolve quase todo problema do deficit comercial) com carros hibridos movidos a eletrecidade e gas, mais eficiente, mais inovador e com o mercado imobiliario bombando isto logico se o mundo nao acabar antes.

        A solucao pro Euro pra mim eh simples ou a periferia sai e as economias se autobalancam com suas proprias moedas e dao calote nas dividas…. ou vai ficar esta enrolacao que so vai acabar quando virar o caos total que no fim forcara o fim do Euro e cada um tera sua moeda antiga.

        Responder
        1. joao

          então, aparentemente o euro já tem seu destino selado. É aquela velha história, não dá pra agir rapidamente quando o poder está espalhado rsrs…

          sobre a dependência de petróleo, difícil num prazo médio isso melhorar, a menos que descubram algo realmente revolucionário no campo de energia (tipo a fusão nuclear dar certo). Mesmo assim, a história está cheia de exemplos de como o lobby ferra com várias inovações desse tipo. Vai acontecer um dia, mas não no prazo que os americanos precisam.

          E sobre a saída americana, bom o problema é que se eles continuarem fazendo isso, NO MÍNIMO o dólar vai perder seu status…. mesmo que continue sendo o padrão, já é fácil notar os movimentos dos grandes rumo a uma alternativa. Talvez isso demore a acontecer, mas é outra questão de tempo. Ninguém quer pegar a batata-quente deles…

          Meu medo é egoísta mesmo: como ficariam as economias hoje estáveis do Brasil e China num caos desse tipo?

          Responder
  4. velaepavio

    Joao,

    China e Brasil sao economias emergente e que estado em boom ultimamente, mas nao acho elas nada estaveis. Pelo contrario. Acho mais volatil que a media desenvolvida.

    No fim das contas tentar prever muito as coisas acaba sendo um exercicio de tolos. Prefiro trabalhar com cenarios ou modelos adaptativos. Tipo imagina cenarios que basicamente cobre todas as possiveis alternativas e tenha um plano de acao caso A ou B acontecer. Como trend following. Se subir compra se cair vende… depois deixe as pessoas inteligentes discutirem o porque.

    Abraco

    Vela

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *