Porque Um Trader Com Problemas Emocionais Está Condenado ao Fracasso

Problemas emocionais.

Se você tem algum, mesmo que seja mínimo, você irá fracassar.

Você pode ler trocentos livros, fazer trocentos cursos e dar o seu sangue para o trading.

Não importa.

Tudo vai dar errado!

Enfim, o motivo desse post é simples:

No meu último e-book eu disse que a profissão de trader não pode ser colocada no pedestal porque não é tão difícil viver da bolsa, logo, ela não merece tanto crédito.

Também disse que se você ficar achando que algo assim será difícil, será realmente difícil porque você não acreditará em si mesmo e fará tudo pelas coxas.

Tudo isso é verdade.

Ser trader não é nada de especial.

Não é difícil.

Não dá para comparar com que está tentando descobrir a cura para o câncer ou provar a teoria das cordas.

Só que aí surge um problema.

TRADERS DIFERENTES TEM INTERPRETAÇÕES DIFERENTES DO QUE ELES ESTUDAM!

Ou seja, se um trader equilibrado emocionalmente lê o que eu falei, ele vai pensar assim:

“Hmm, pô, esse cara tem razão, não é tão difícil assim. Quer saber? Eu posso fazer isso sim porque já consegui fazer coisas mais ou menos complicadas antes, como tirar um A naquela prova ou sei-lá-qualquer-coisa-aqui.”

Ótimo, mais um trader motivado.

Trabalho comprido.

“Obrigado Hugo!”

De nada!

Porém, quando um trader emocionalmente desequilibrado, com baixa auto-estima ou que está passando por momentos difíceis em sua vida lê o que eu falei, tudo dá errado!

Ele pensa assim:

“Céus! Se o Hugo disse que ser trader é fácil e que curar o câncer é bem mais difícil mas eu não consigo nem curar o câncer e nem ser trader, então eu devo ser um completo imbecil, um lixo, um verme, algo que não merece o ar que respira!”

P*rra!

Não é isso!

Amigo leitor, entenda o seguinte:

Existem dois tipos de pessoas, as que estão bem e querer usar a bolsa para ficarem melhor e as que estão mal e querem usar a bolsa para ficarem bem.

Adivinha?

Se você está bem e quer ficar melhor, a bolsa é para você.

Se você está mal e quer ficar bem, a bolsa vai te pegar pelo pescoço, te humilhar, acabar com os seus sonhos e fazer com que você invente mil desculpas para não fazer nada no futuro.

Só que eu preciso escolher.

Quem eu ajudo?

  • Será que eu ajudo os caras que estão bem, querem ficar melhor e interpretam o que eu digo corretamente ou…
  • Será que ajudo os caras a beira do colapso nervoso que podem interpretar tudo da forma errada?

Como eu não sou um psicólogo, eu escolhi o óbvio.

Então a minha mensagem é simples:

A BOLSA NÃO É LUGAR DE GENTE DEPRIMIDA, ANSIOSA, NEURÓTICA, IMPULSIVA E COM OUTROS SÉRIOS PROBLEMAS PSICOLÓGICOS!

A BOLSA É COMO UMA FACA DE DOIS GUMES POIS PARA QUEM ESTÁ BEM, ELA É UM FORTIFICANTE. MAS PARA QUEM ESTÁ MAL, ELA É UM VENENO!

Sendo assim…

  • Se você estiver bem, o seu plano é: estudar até cair, adquirir bom sendo financeiro, aplicar na bolsa.
  • Se você estiver mal, o seu plano muda: se tratar num psicólogo, estudar até cair, adquirir um bom senso financeiro e aí sim, aplicar na bolsa de valores.

Certifique-se que a sua cabeça esteja no lugar ao operar porque se um simples parafuso estiver mal apertado, eu garanto que uma hora ela vai cair e você vai sofrer.

Equilíbrio emocional é tudo.

E fim!

🙂

.
.
.
.

Abraço,

Hugo “Na Bolsa, Você Planta o Que Você Colhe” Teixeira



Descubra Como Conquistar a Sua Independência Financeira Em Apenas 10 Anos Investindo Só R$200 Por Mês!

Você vai descobrir...

  • Porque as maneiras mais populares de se atingir a independência financeira só estão fazendo você perder tempo (e oportunidades).

  • Quanto tempo você realmente tende a levar para atingir a sua independência financeira.

  • Porque a bolsa de valores pode acelerar a sua acumulação de capital em mais de 2x com toda a segurança do mundo.

  • O quê fazer para conquistar os seus objetivos da maneira mais rápida, fácil e simples possível.


18 Comentários Porque Um Trader Com Problemas Emocionais Está Condenado ao Fracasso

  1. Michel Rodrigues

    Você comentou sobre prestar vestibular para Física na USP, um professor de lá leciona(ou lecionava, pois não sei como está a grade do curso) uma optativa chamada Econofísica, talvez você se interesse (ou talvez não). O blog desse professor é o nerdyard.com. Tem alguns artigos sobre essa disciplina.

    Responder
  2. Thiago Martini

    Cara… identificação total! Só quem vive/viveu de trading sabe o quanto verdade é essa questão da faca de dois gumes… quem opera consciente e focado deslancha, quem vai para a bolsa pra tentar se autoafirmar ou coisa do tipo geralmente vai para o hospício.

    Responder
  3. Daniel Loureiro

    Olá Hugo! Minha pergunta não é exatamente sobre este texto, mas não sei se tem algum lugar melhor para eu te perguntar isto…

    Ontem eu vi o filme “O Lobo de Wall Street” (filmes, sempre eles mexendo com as ideias das pessoas), que conta a história de um corretor que faz fortuna de forma anti-ética (enganando os clientes e aplicando golpes) através não da Bolsa de Valores tradicional, mas da Penny Stocks (bolsa de centavos). As Penny são bolsas informais que reunem dezenas de microempresas ou startups e que não possuem regulamentação. Qualquer um pode juntar alguns amigos, convencer empresas da cidade a abrir seu capital (informalmente, usando apenas contratos) e usar a habilidade de vendas para convencer as pessoas à comprarem/venderem estas ações – ou seja, são bolsas privadas. Embora o filme tenha mostrado um sujeito mau caráter, achei a ideia das Penny Stocks ótima: ela empresta dinheiro à juros baixíssimos à micro-empresas (juros muito menores que de bancos) estimula o empreendedorismo (imagine um jovem cheio de ideias e habilidades técnicas mas incapaz de levantar fundos) e fornece às pessoas uma forma de investirem com um retorno maior do que a poupança. Nos EUA sei que isto não é ilegal, mas no Brasil é possível fazer algo do tipo? Enviei um email à CVM mas ainda não me responderam (e duvido que respondam).

    Responder
    1. Hugo Teixeira

      Cara, eu nunca ouvi falar disso na bolsa de valores brasileira e, considerando todas as regulações, todas as leis e toda a filosofia contra um ambiente business friendly, eu ficaria muito surpreso se existisse. Novamente, nunca ouvi falar e isso é um mal sinal pois se fosse possível, em algum ponto da internet alguém teria dito algo. Mesmo assim, talvez compense ligar na CVM… ou abrir uma start up em um desses sites que existem… 😉

      Responder
        1. Hugo Teixeira

          É meio estranho mesmo, às vezes funciona, na maioria delas, não.

          A coisa ficou meio instável nos últimos tempos. :S

          Enfim, eu recomendaria mesmo, para evitar qualquer tipo de problema, o uso do gmail, esse nunca deixou nenhum leitor na mão. 😉

          Responder
  4. cristina

    Olá Hugo!

    Tenho uma dúvida, é possível ser trades trabalhando apenas no aftermarket ou após isso?
    Eu gostaria de iniciar minha vida de trader porém atualmente trabalho em horário comercial e não tenho acesso ao HB no horário de almoço 🙁

    Obrigada!

    Responder
    1. Hugo Teixeira

      Depende do tipo de trade.

      Day trade? Não.
      Swing trade? Não.
      Position trade? Sim!

      Eu faço position trade (trades que duram por volta de meses) e eu sempre opero (coloco ordens stop e start na verdade) fora do horário do pregão, na verdade não opero nem no after market, coloco as ordens lá pelas 8 da noite. Funciona muito bem… mas apenas porque é position. 😉

      Responder
  5. Mariana

    Oi Hugo!
    Terminei hoje o livro do Livermore – How To Trade In Stocks, mas fiquei muito confusa quando li o último capitulo ”Explanatory Rules”. Li várias vezes mas ainda assim não entendi direito.
    Queria saber se você já fez alguma resenha sobre o método dele aqui no blog ou pretende fazer?

    Obrigada!!

    Responder
    1. Hugo Teixeira

      Oi Mariana,

      O que ele diz pra fazer eu sempre falo aqui no blog, mas o que ele quis dizer EXATAMENTE com aquela explicação bizarra do livro eu não consegui descobrir… ou decifrar, na verdade. Vai ver ele explica muito mal, esqueceu algum detalhe ou já tinha perdido a cabeça (ele se matou pouco tempo depois). Então sinto muito dizer mas eu não entendi também, mesmo tentando. 🙁

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *