Como Ser Um Investidor Moderado

Um investidor moderado é aquele que deveria ser o tipo mais comum entre os investidores.

Ele não é nem tão doido (ou experiente) como um investidor agressivo e ao mesmo tempo, não tem medo de tudo como um investidor conservador.

Ou seja, se no mundo dos investimentos a moderação é necessária, o investidor moderado consegue o melhor dos dois mundos: retornos altos, mas não tão altos assim e segurança para investir, mas não em excesso.

Agora, para investir dessa maneira é preciso ter consciência de que nenhum investimento deve ser tratado sem atenção.

Ou seja, por mais que um fundo de ações pareça ser seguro, ainda sim é preciso estudá-lo. Afinal, só porque “parece ser seguro”, não significa que coisas ruins não podem acontecer com ele.

De modo geral, a minha recomendação é investir seguindo a regra do 50/50.

Ou seja, 50% do seu dinheiro deve ser aplicado em investimentos previsíveis como os de renda fixa e 50% em ações, fundos de ações, fundos de índice, ETF’s e por aí vai.

Nos investimentos previsíveis e teoricamente, seguros, você pode dividir bastante esses 50%.

Eu gosto de deixar 20% em LTNs do Tesouro Direto e 20% em NTNBs (“Principal” é melhor porque no longo prazo rende mais), também do Tesouro Direto. E os outros 10%, como sempre, na poupança.

Como vimos anteriormente, a poupança tem a função de servir como colchão de segurança, apenas porque você pode proteger o seu dinheiro da inflação e caso você precise dele imediatamente, é só ir pegar num banco. Fácil e rápido. Perfeito para quando o inesperado acontece.

Do outro lado, os restantes 50% devem ficar na renda variável.

Tente investir 30% em um fundo de ações ou num ETF como o PIBB11, SMAL11 (meu preferido), BOVA11 e etc. Deixe os outros 20% em ações individuais.

Lembre-se que caso esses 20% representarem um pouco menos de 10 mil do seu capital, tente não comprar mais do que 3 ações diferentes. Quanto menos dinheiro, menos ações.

No final do processo, o investidor moderado terá 20% em LTNs, 20% em NTNBs, 10% na poupança, 30% num fundo de ações e para terminar, 20% em ações de empresas com bons fundamentos escolhidas a dedo.

Uma carteira segura e rentável.

Perfeita, assim como um bom vinho francês. 🙂



Descubra Como Conquistar a Sua Independência Financeira Em Apenas 10 Anos Investindo Só R$200 Por Mês!

Você vai descobrir...

  • Porque as maneiras mais populares de se atingir a independência financeira só estão fazendo você perder tempo (e oportunidades).

  • Quanto tempo você realmente tende a levar para atingir a sua independência financeira.

  • Porque a bolsa de valores pode acelerar a sua acumulação de capital em mais de 2x com toda a segurança do mundo.

  • O quê fazer para conquistar os seus objetivos da maneira mais rápida, fácil e simples possível.


4 Comentários Como Ser Um Investidor Moderado

  1. Adriano

    Muito bom o seu post Hugo, mas tenho uma duvida

    Como uma pessoa que começa com pouco capital, entre 100 e 200 reais por mês poderia fazer esta divisão ?

    Não acho que conseguiria, você tem alguma ideia ?

    Abraço !!!!

    1. Hugo Teixeira

      Oi Adriano,

      Nesses casos específicos não é possível fazer nada além de aplicar num mês aqui e no outro mês ali. No caso, a divisão não seria feita “on the fly” e sim, de mês em mês.

      É lento mas pelo menos dá para diversificar legal com algum tempo. 😉

      Abraço,

      Hugo

  2. Anderson

    Oi Hugo!
    Sempre escuto falar dos títulos públicos e também já li bastante a respeito, mas tenho uma reserva a tudo que se refere, ou que de certa maneira, depende do poder público.

    Existe uma diferença muito grande de rentabilidade entre os tídulos da dívida pública, CDB/CDI, e fundos com rentabilidade de até 110% do CDI?

    Abraço!

    1. Hugo Teixeira

      Oi Anderson,

      Sendo um libertário de carteirinha (mentira, eu não tenho carteirinha), também prefiro manter o máximo possível de distância de coisas controladas pelo estado.

      Mas os investimentos que você citou são farinha do mesmo saco, as rentabilidades são todas ok e só tendem a piorar com a queda dos juros. É claro que existe uma margem de rentabilidade, alguns são piores e outros são melhores… mas no geral, a diferença não é muita.

      Lembrando que esse “moderado” é de acordo com o padrão da sociedade, já que para traders normais, o “arrojado” já seria conservador demais. 😛

      Abraço,

      Hugo

Os comentários estão fechados.