Como Funciona a Bolsa de Valores?

A maioria das pessoas, assim como muitos investidores, não sabem como a bolsa de valores funciona de um ponto de vista comercial.

Eles tem idéias erradas sobre o mercado de ações e por isso, o acham complicado demais para se investir ou então, apenas pensam que é só “ir lá e comprar”.

Porém, diante de algumas dessas ideias erradas, chega uma hora em que um iniciante fica confuso e acaba fazendo as seguintes perguntas:

Mas como é que a bolsa de valores realmente funciona?

Os investidores compram ações, mas de quem eles compram?

Porque os preços sobem e descem?

Essas três perguntas são algumas das mais básicas que um investidor precisa entender para não ficar totalmente perdido na hora de comprar ou vender alguma ação.

E o problema para entender suas respostas está em acreditar que os mercados da bolsa funcionam como os títulos de renda fixa ou CDBs.

Nesses casos o investidor compra o produto de investimento diretamente da empresa (ou banco, instituição etc.) que o vendeu. Mas na bolsa de valores as ações apenas trocam de mãos.

Por isso se você quiser comprar mil ações da Vale, você não vai comprar diretamente da empresa Vale e sim, de uma outra pessoa que comprou essas ações de uma outra pessoa que comprou da Vale muitos anos atrás quando ela surgiu no mercado.

Com essa respostas, já podemos pensar em como funciona a variação dos preços:

Quando os investidores acham que uma ação vale bastante, eles vão se recusar a vendê-la por um preço mais baixo do que outros estão dispostos a pagar. Nesse caso, quem quiser a ação vai precisar pagar mais caro para ter a mesma coisa. Aí os preços mostrados sobem.

Preços mostrados? Sim, exatamente. Aqueles preços que aparecem junto das ações não são os preços delas e sim, o preço pelo qual a última transação foi fechada.

Ou seja, se aparecer 30 reais e você mandar uma ordem de compra por 30 reais, talvez não consiga comprar nada pois os investidores agora só vão te vender por 30,01.

Porém, se esses investidores não quiserem mais as suas ações, ele estarão dispostos a se livrar delas de qualquer jeito e aí, vão vendê-las por um preço mais baixo. E com isso os preços caem.

Por isso que a ideia de “os preços caem quando mais gente quer vender do que comprar” é tão errada. A verdade é que “os preços caem quando as pessoas querem mais vender do que os outros querem comprar”.

E é assim que a bolsa de valores funciona: como uma feira, um lugar onde investidores vendem e compram ações de empresas entre eles mesmos através da lei da oferta e da procura.

Ao contrário de outros investimentos que são fixos, os variáveis dão a alternativa da barganha.

Para isso existe o book de ofertas, uma ferramenta que está disponível nos home brokers por aí. Ela consiste numa tabelinha dos lances mais altos que terceiros estão dispostos a pagar numa ação e dos lances mínimos pelos quais terceiros estão dispostos a vendê-la.

Então se ficar confuso, apenas abra o seu home broker e acompanhe os preços.

Eu tenho a mais absoluta certeza de que você irá entender tudo em poucos minutos e logo depois estará pronto para tentar comprar suas ações por preços mais baixos (caso seja um fundamentalista) ou então, assistir os movimentos e procurar padrões (caso seja um técnico).

De qualquer forma, agora você já sabe como funciona a bolsa de valores: como um mercado instantaneamente variável. 😉



Descubra Como Conquistar a Sua Independência Financeira Em Apenas 10 Anos Investindo Só R$200 Por Mês!

Você vai descobrir...

  • Porque as maneiras mais populares de se atingir a independência financeira só estão fazendo você perder tempo (e oportunidades).

  • Quanto tempo você realmente tende a levar para atingir a sua independência financeira.

  • Porque a bolsa de valores pode acelerar a sua acumulação de capital em mais de 2x com toda a segurança do mundo.

  • O quê fazer para conquistar os seus objetivos da maneira mais rápida, fácil e simples possível.


2 Comentários Como Funciona a Bolsa de Valores?

Os comentários estão fechados.