Existem vários títulos do tesouro direto, mas sem dúvida dois se destacam.

Os dois mais populares títulos públicos dos investidores possuem diferenças marcantes e rentabilidades variadas.

Mas qual deles, LTN ou NTNB, é o melhor para investir?

A resposta depende mas pode ser resumida como: os dois.

Para começar, os LTNs são pré-fixados. Você sabe exatamente quanto irá ganhar quando o título expirar. Como eles não são indexados, o risco é maior e por isso, o investidor acaba ganhando mais dinheiro.

Já os NTNBs são pós-fixados e rendem menos dinheiro. Mas então, se você fica sem saber quanto ganhar e provavelmente vai ganhar menos, porque investir num NTNB? Porque ele é indexado pela inflação.

Se ele rende 5% e a inflação do ano for de 6%, você receberá 11% de lucro. 5% deles de lucro real.

Sendo que no LTN, se o título for de 12%, o seu lucro real será de 6%. Ou seja, o lucro é maior só na teoria porque na prática é parecido.

O problema é que no final das contas os LTN rendem mais porque eles pagam o investidor de uma vez enquanto os NTNBs ficam dando cupons para os investidores até o momento da expiração.

Por esse ponto de vista os LTN realmente rendem mais. Só que existe outro tipo de NTNB, os NTNBs Principal.

A diferença entre um NTNB comum e um NTNB Principal é que o Principal paga o investidor apenas quando o título expirar. Dessa maneira você fica com os lucros protegidos das taxas altas do imposto de renda do curto prazo e ainda fica a salvo da inflação.

Sendo que se a inflação explodir, um LTN não vai te ajudar em nada.

Portanto, meu conselho é: deixe a maior parte do dinheiro em NTNBs Principal. Se quiser compre uns 20% do dinheiro destinado à renda fixa nos LTNs. Se você preferir, pode colocar tudo nos LTNs e mudar totalmente para os NTNBs se você perceber que existe algo de errado com a economia brasileira.

Isso pode ser arriscado e pode nem dar tempo. Por isso, se você quiser ficar tranquilo mesmo, deixe a maior parte nos NTNBs Principal. E enquanto isso, fique de olho nos LTNs caso eles comecem a valer mais a pena.

Bons investimentos!



Conquiste a Independência Financeira Em Apenas 10 Anos Investindo R$200 Por Mês
(e-Book 100% Grátis!)

Você vai descobrir...

  • Quanto dinheiro você está deixando na mesa ao insistir em investimentos empurrados pelo seu gerente..

  • Quanto tempo você realmente tende a levar para atingir a sua independência financeira.

  • Quais são os verdadeiros riscos de ignorar aplicações mais arrojadas e ser excessivamente conservador

  • Como deixar o medo de lado e começar a investir na bolsa de valores aos pouquinhos, sem stress.


  1. dimas 26 de agosto de 2013 at 22:56

    Desculpe, mas não ficou claro o por que de você considerar desvantagem receber cupons (…” os LTN rendem mais porque eles pagam o investidor de uma vez enquanto os NTNBs ficam dando cupons para os investidores até o momento da expiração.”).

    Como todo leigo, afirmações assim me assustam e me deixam mais confuso ainda (rs).

    Por acaso tem algo a ver com Imposto de renda? Se sim, este é menor se resgatado de uma só vez? Ou é a alíquota que diminui caso seja deixado lá por mais tempo?

    Dá pra tirar essa dúvida?

    1. Hugo Teixeira 8 de janeiro de 2014 at 0:13

      Dois problemas:

      1 – Os primeiros cupons terão IR mais alto;
      2 – O fato desses cupons serem entregues a você, faz com que esse dinheiro que poderia ainda estar investido, não estivesse mais. Diminuindo os lucros no longo prazo.

      LTN’s for the win! 🙂

  2. Isa 23 de abril de 2014 at 15:54

    Hugo, qual o motivo de não mencionar a LFT atrelada à Selic? Não vale a pena acrescentar esse título para diversificar mais a parte de renda fixa com o objetivo de otimizar a relação risco-retorno?

    1. Hugo Teixeira 23 de abril de 2014 at 19:35

      No caso desse artigo, não faz sentido falar do LFT da selic pois o texto visa responder uma pergunta típica que eu recebo sobre apenas esses dois investimentos, LTNs e NTNBs.

      Mas você tem razão, agora que os juros estão subindo, os LFTs se tornam sim uma opção interessante para diversificar, ainda prefiro os LTNs, mais simples, porém, não existe nada que aumente a sua estabilidade do que títulos diferentes. É quase como fazer um hedge com tesouro direto, é viável. 🙂

  3. Taynná Santos 29 de outubro de 2015 at 9:57

    qual melhor títulos públicos ou no longo prazo?

Deixe Um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *