Caro leitor,

Semana passada eu mandei um e-mail sobre como IPO’s quase sempre são péssimas opções de investimento.

No entanto, é verdade que nem todos os tipos de IPO’s são iguais.

E é por isso que algumas pessoas vieram me perguntar:

“Mas e os IPO’s de Fundos Imobiliários? Eles também são ruins? Afinal os riscos de um IPO de fundo imobiliário deve ser bem menor que os de um IPO, certo?”

E sim: os riscos de um IPO de Fundo Imobiliário realmente são menores que os riscos de um IPO normal.

No entanto… infelizmente as vantagens acabam por aí.

Pois IPO’s De fundos imobiliários, apesar de diferentes, são quase tão ruins quanto IPO’s de ações.

Veja só:

Cotas Acima Do VP

Em primeiro lugar, uma das regras mais básicas para se investir em FII’s é comprar as cotas quando elas estiverem ABAIXO do valor patrimonial.

Sim: existem várias exceções, mas de forma geral essa é estratégia básica para você proteger o seu dinheiro nessa modalidade de investimento.

No entanto… toda vez que investe no IPO de um Fundo Imobiliário, é praticamente garantido que você pagará ACIMA do valor patrimonial.

“Ué, mas num IPO de FII as cotar não são vendidas justamente pelo valor patrimonial?”

Sim, mas o problema é que para investir num IPO de FII você paga taxas de emissão.

E isso significa que você vai acabar pagando R$100 por cotas que na verdade valem R$97, R$98.

Menor Potencial De Valorização

Apesar de que é muito ingênuo acreditar que investir em IPO seja uma boa estratégia para gerar lucro rápido, isso é pelo menos possível no caso de IPO’s de ações.

No entanto, quando estamos falando em FII’s, daí o potencial de lucro é muito menor mesmo se tudo der certo.

Uma Taxa De Sucesso Maior, Mas Ainda Ruim

E claro: geralmente as coisas não vão dar certo.

IPO’s de fundos imobiliários realmente tem uma taxa de sucesso significantemente maior do que IPO’s de ações.

No entanto…

… ainda assim é uma taxa de sucesso ruim.

Isso acontece em parte porque IPO’s de FII’s possuem uma visibilidade significativamente menor que IPO’s de ações, o que naturalmente se reflete na procura pelas cotas.

Além disso os investidores de IPO’s de FII’s também tendem a vender seus fundos após o lançamento, o que naturalmente derruba o valor das cotas.

Pior ainda:

Quando os investidores de IPO’s de FII’s começam a vender suas cotas eles geralmente enfrentam um problema de liquidez maior do que no caso das ações.

O que significa que os investidores de IPO’s de FII’s tendem a descobrir depois que ninguém quer comprar suas cotas, o que os obriga a baixar ainda mais os preços.

Detalhe: IPO não é a Mesma Coisa Que Emissão

Isso é uma coisa que eu gostaria de não precisar apontar, mas se você for no google agora e pesquisar “IPO de FII” você vai encontrar um monte de artigos que confundem as duas coisas.

Então para deixar claro:

IPO’s de FII’s NÃO é a mesma coisa que Emissão de Novas Cotas.

No caso da emissão de novas cotas o fundo JÁ existe quando faz essa emissão.

E nesse caso investir nessas novas cotas pode ou não ser uma boa opção.

Depende do caso e é preciso analisar com cuidado.

Já no caso de um IPO de FII, o fundo NÃO existe antes.

Se trata de sua primeira emissão, feita justamente para criar um fundo novo.

Conclusão:

IPO’s quase sempre são péssimos investimentos e infelizmente isso inclui os IPO’s de fundos imobiliários.

E quando o seu gerente, corretor ou assessor te recomendar investir num IPO é importante lembrar que eles vão ganhar uma comissão bem maior que o normal se você aceitar.

Sendo assim, o melhor para a esmagadora maioria dos investidores é tomar cuidado e ficar longe de IPO’s. Os seus resultados no longo prazo agradecem.

Atenciosamente,

Hugo Teixeira

Leave A Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *