Análise do Curso “GI WAY Como Acumular Riqueza” de André Fogaça

Tudo bom pessoal? Como você está caro leitor? Acabei de ver o curso GI WAY, Como Acumular Riqueza do André Fogaça (GuiaInvest)! O curso é bem extenso e repleto de conteúdo! Vamos à análise então!

A minha análise está separada nos seguintes tópicos:

Nesse artigo vamos abordar os principais assuntos do curso, chegando à conclusão se o mesmo é bom ou ruim.

1- Sobre o que é o curso?

Como está no próprio título, é sobre acumulação de riqueza! Bom todas as pessoas, ao menos as que contribuem com a previdência, tem o objetivo de um dia se aposentar.

Mesmo que for para ganhar aquele salário mínimo, e ter um bico por ai, a previdência é algo que interessa a todos! Porém a previdência tem tudo para sofrer alterações.

Tais alterações podem provocar modificações na hora de receber a aposentadoria. Uma delas é a idade mínima, que para os homens poderia passar para os 65 anos! Ou seja, o trabalhador, tecnicamente, terá que se manter ativo na profissão até os 65 anos.

Se o leitor for analisar os dados do próprio IBGE, existem locais no Brasil, onde a expectativa de vida beira os 65 anos! Em outras palavras, é bem provável que muitas pessoas não venham a nem conseguir gozar da aposentadoria.

Fato que vem preocupando cada vez mais pessoas. Os cursos do Fogaça vêm preencher essa lacuna! Fornecendo instrução para aquelas pessoas que estão preocupadas com a aposentadoria, e querem ou precisam se preparar para montar um patrimônio relevante e assim se beneficiar de um rendimento maior e melhor!

Sem dúvidas, com tempo, vai ficar cada vez mais difícil esperar tais privilégios do governo! (Por mais que não seja um privilegio e sim um direito, o negócio vai ficar cada vez mais difícil).

Não é nenhuma novidade perceber que o assunto de previdência está no ar, e com isso as mais diversas soluções também aparecem.

O curso de Fogaça traz um passo a passo muito bem explicado, através de vídeos! Desde lições sobre como conseguir se organizar financeiramente, até abordando as principais características, técnicas e praticas na hora de construir o seu patrimônio.

2 – Como é o curso?

O curso é separado em módulos, para ser mais exato são 8 módulos. Cada módulo tem certa quantidade de aulas. Por exemplo, o primeiro módulo tem 12 aulas, já o segundo possui 15 aulas.

Além das aulas existem matérias que o aluno pode baixar, como planilhas, inclusive uma para auxiliar referente à declaração de imposto de renda!

Em minha visão qualquer coisa que venha para ajudar no imposto de renda é algo formidável! Se o leitor ainda não declara seus investimentos, pode apostar que com tempo, o IR pode começar a virar uma dor de cabeça se o contribuinte não manter suas finanças bem organizadas, com anotações e afins.

As aulas não possuem o mesmo tempo de duração, tendo variações que podem ser de 10 minutos de duração até 30 minutos por exemplo. Dependendo do assunto, é necessário um pouco mais de tempo para conseguir trabalhar o conteúdo.

Mesmo assim, eu acredito que as aulas estejam com a duração boa, não sendo muito longas, e nem tão rápidas.

3 – Quais são os assuntos abordados no curso?

No inicio Fogaça fala bastante sobre o costume de investir, inclusive citando uma estratégia, que será a pedra filosofal para todo o curso. A técnica dos 3 potes!

Ao decorrer das aulas, Fogaça vai falando sobre a estratégia do método Guiainvest de acumular riqueza. Pontos como a importância de guardar dinheiro, remunerar o capital investido, e aumentar os aportes nos investimentos são abordados durante as primeiras aulas.

Vale destacar aqui a parte onde o autor do curso fala sobre juro composto. Sem dúvidas o juro composto é um fator que vai beneficiar muito os investimentos do leitor, mesmo se for através dos ensinamentos do curso ou não.

Inclusive temos um artigo onde exploro bastante esse assunto aqui no blog, segue o link! Dando continuidade ao curso, Fogaça fala bastante sobre o Tesouro Direto.

Existem indicações realizadas no inicio do curso que levam em consideração o Tesouro Direto! Em nosso blog temos diversos artigos sobre o programa de investimentos do governo federal, segue alguns:

Nesse módulo existem 15 aulas abordando as letras do Tesouro. Cada uma possui características únicas, e são bem abordadas em todo o módulo.

No módulo 3 o autor começa a falar sobre o mercado de ações. Aqui ele aborda assuntos que vão desde as falácias sobre o mercado acionário, até as vantagens de se investir por conta própria.

Esse módulo serve bem para embasar o conteúdo que virá mais a frente. Onde o foco será o mercado acionário. Após essa introdução, e com o conhecimento mínimo sobre ações, o aluno vai conhecer mais sobre dividendos.

Definitivamente um dos assuntos mais interessantes e mais importantes do mercado de ações. Lógico que a possibilidade de ganhar dinheiro através da valorização das ações é algo fantástico. Mas os dividendos fazem um papel essencial na busca pela independência financeira, coisa que é bem trabalhada no módulo.

O quinto módulo em minha opinião é o mais polêmico. O leitor já vai saber mais nos próximos trechos da análise. Nele o autor vai explicar como realizar o investimento em ações.

Existem algumas dúvidas que se espalham pelas cabeças de muitos investidores, uma das principais é:

Será que estou comprando barato, ou está caro?

Acredito que nesse módulo o autor consegue dar uma boa solução para esse medo e dúvida! Modulo 6 o aluno vai aprender sobre como selecionar uma ação.

Aqui temos mais um assunto interessante. Fogaça fala sobre ações preferenciais e ordinárias. Atualmente todas as empresas que abrem capital na bolsa acabam emitindo ações ordinárias (ON) e aderindo ao novo mercado. Que seria o mais alto nível de governança corporativa.

Isso serve para dar mais transparecia e profissionalismo a companhia listada. Esse assunto é bem abordando pelo autor. Ainda no mesmo módulo, Fogaça fala sobre os relatórios corporativos, passando pelo balanço, balancete e demais análises e relatórios que podem ser utilizados na hora de escolher a ação vencedora.

Penúltimo módulo do curo fala sobre os riscos de se investir em ações. Aqui será tratado desde as crises econômicas que podem de alguma forma repercutir na bolsa como um todo, até um dos assuntos mais discutidos em qualquer site de finanças, a diversificação!

E por fim, temos o último módulo onde o autor fala sobre assuntos diversos. Fica aqui um destaque para as aulas sobre imposto de renda! Assunto deveras importante para qualquer investidor. Aquele que curte comprar ações, e vende-las, negociando com frequência (mesmo sendo de semana para semana, mês a mês) deve assistir a essas aulas, porque é bem importante!

4 – Vantagens do curso

Curso completo, muito bem feito, os vídeos são interessantes, o autor trata muito bem cada assunto, chegando a explicar termos e nomenclaturas do mercado, como por exemplo, o free float, entre outras coisas.

A técnica dos três potes realmente faz sentido. Ao decorrer dos módulos e suas aulas, o autor sempre consegue lembrar-se de assuntos de aulas anteriores, ligando e cadenciando o curso.

Com relação às informações prestadas por Fogaça, muitas delas em minha opinião estão de acordo com o meu conhecimento, acredito que o aluno mais iniciante vai aprender as coisas como devem ser, porém infelizmente em um assunto acabei não me identificando.

5 – Desvantagens do curso

O leitor se recorda que no módulo 5 eu falei que havia um assunto polêmico? Pois é, em minha opinião acredito que o Fogaça possa ter se equivocado ao não recomendar investimentos em ETF.

Se o leitor não sabe o que é um ETF, por favor, confira os seguintes artigos:

Então se o leitor não sabe o que é ETF vou fazer uma breve explicação, são fundos negociados na bolsa, que seguem algum índice. Portanto, no Brasil existem ETFs que seguem o Ibovespa, dentre eles temos o BOVA11 (que é o ETF mais negociado).

Fogaça argumenta no curso, que o ETF não é uma boa alternativa de investimento, uma vez que o investidor pode conseguir retorno superior ao índice investindo em ações de maneira individual.

Definitivamente, aqui ele está certo, porém o curso é voltado para investidores que estão iniciando os investimentos. Inclusive no próprio curso, no primeiro modulo, Fogaça se lembra da importância de focar em nossa profissão reservando tempo menor para os investimentos.

Citando até, o exemplo de que profissionais do mercado, gestores de fundos, não conseguiram rentabilidade anual equivalente a 15%! (no mercado americano). Eu acabei fazendo uma pesquisa na internet para ver se havia algum site que falava sobre o retorno anual do índice S&P 500 (equivalente ao Ibovespa ) infelizmente não consegui um dado referente ao retorno, somente estimativas. Por isso acabei procurando pelo retorno do S&P 500 nos últimos 30 anos, para montar uma estimativa.

Essas estimativas giravam em torno dos 5,32% ao ano. Ou seja, se o investidor investisse em um ETF americano que seguisse o S&P 500 durante o período de aproximadamente 1987 até 2017, ele teria em média um retorno girando próximo dos 5,32% ao ano.

Vamos pegar os 5,32% então, pode parecer pouco, mas nos Estados Unidos, considero um retorno muito bom! Ainda mais quando pegamos os dados econômicos do país. Os Estados Unidos, atualmente estão registrando inflação próxima dos 2% ao ano. Conseguir 5,32% de rendimento é fenomenal! Ainda mais quando a taxa de juro deles ainda está próxima de 1% ao ano.

Estamos falando de um rendimento equivalente ao dobro da inflação. Se for mais adiante com as análises vamos identificar que a inflação lá, dentro dos últimos 30 anos teve uma taxa média de 2,74%! Ou seja, pouco menos da metade do rendimento apurado da bolsa!

Com o intuito de corroborar ainda mais com a ideia de que os ETFs são uma boa alternativa para construção de patrimônio, segue vídeo de John Bogle falando o que acha sobre:

A ideia dele está em não realizar Trades com ETF! Ou seja, investir visando o longo prazo! Outro detalhe sobre o ativo é o seguinte: foque em ETF que seguem índices conhecidos. Como nos Estados Unidos temos o IVV (S&P 500). No Brasil seria o BOVA11 (Ibovespa).

Para melhorar ainda mais o meu argumento, vou demonstrar a evolução do BOVA11 desde sua criação:

Em pouco menos de 10 anos, o investidor que comprasse BOVA11, hoje estaria com o dobro do valor investido! Querendo ou não, o investidor estaria conseguindo uma rentabilidade bem interessante.

Lógico, se o investidor ao invés de comprar BOVA11, focasse em ações como ITUB4, BVMF3, por exemplo, teria um rendimento muito maior!

Na imagem acima o leitor pode conferir a evolução de BVMF3! Saindo dos quase R$ 4,00 por ação, e chegando aos atuais R$ 23,76! Um rendimento de 494%! Sem contar as distribuições de lucros e juros sobre capital próprio!

Definitivamente existe certa coerência em focar em ações de maneira individual, porém o investidor vai precisa ter mais atenção sobre seus investimentos. Se atendo a todos os critérios de avaliação destacados no curso!

Por exemplo, se o investidor não analisar com atenção, dados como o crescimento da companhia, seu endividamento e tão pouco a margem bruta e liquida, o investidor poderia muito bem acabar comprando companhias como a OIBR4:

Na época ela estava realizando distribuições de dividendos generosas, mas vinha iniciando um processo de queda. Atualmente a interferência do governo na gestão da companhia é cogitada.

Pois bem, o que estou querendo dizer com isso tudo? É que os ETFs são formas interessantes de se investir, visando o rendimento por meio da bolsa de valores.

Aliando os ETF com uma carteira de títulos do Tesouro, e montando uma estratégia de alocação de ativos, é possível extrair uma rentabilidade ainda maior!

Vale lembrar que a maneira de montar a carteira do Ibovespa mudou de tempos para cá. Antes empresas como OGXP3 estavam no topo da lista, uma vez que possuíam grande participação nos pregões.

Hoje o foco é maior no tamanho da companhia. Fato que beneficiou gigantes como ABEV3, ITUB4 e BBDC4, empresas que juntas possuem mais de 25% de participação no índice!

A parte relacionada aos ETFs eu acabei discordando, uma vez que vejo o investimento em tal ativo como uma boa solução para a grande parte dos investidores.

Inclusive para os novos! Comprar um ativo que segue um índice na bolsa, como o Ibovespa, ou S&P 500, é uma vantagem. Além de ser uma aplicação relativamente pequena.

Com menos de R$ 800,00 você já pode adquirir um lote de 10 cotas de BOVA11, enquanto um lote de 100 ações de ITUB4 ficaria acima dos R$ 4.000,00! Ou seja, o investidor teria que recorrer ao mercado fracionado, e dependendo dos valores disponíveis para investir, dificilmente conseguiria diversificar em outras ações.

No curso o Tesouro IPCA também não é bem explorado. Em minha opinião o Tesouro IPCA deveria ser sim explorado, uma vez que a aplicação em tal papel pode trazer rendimentos bem interessantes no médio a longo prazo.

Com as taxas atuais oferecidas pelo Tesouro IPCA, seria possível acumular anualmente um rendimento de IPCA + 5%! Taxa que a meu ver é bem interessante, ainda mais que estamos lidando com uma aplicação de renda fixa e com segurança do Tesouro Nacional.

Sem falar na correção pela inflação. Ou seja, se houver uma crise onde a inflação dispare em nosso país, o investidor estará protegido.

6 – Mas então, vale a pena investir no curso? (+ Promoção Especial)

Sim! Todo conhecimento a mais é bom! Existe muito conteúdo, sendo que Fogaça trabalha muito bem as informações no curso.

Existem diversos pontos que me agradam no curso! A importância de guardar dinheiro, e se organizar são fundamentais. É uma ótima forma de iniciar o curso.

Querendo ou não, para a grande maioria das pessoas, o simples fato de economizar parcela do dinheiro mensalmente (sem observar onde investir, simplesmente o fato de economizar) já é um excelente começo.

Infelizmente o brasileiro não tem essa cultura de economizar. Investir então, o negócio ainda está engatinhando. De acordo com os próprios números da bolsa, existem aproximadamente 600 mil pessoas ativos! Esses números são referentes até o final de setembro/2017, segue tabela:

Levando em consideração que o Brasil possui mais de 200 milhões de habitantes, 600 mil investidores não chegam a representar nem 1% da população.

Países como os Estados Unidos possuem, ao menos, metade da população registrada na bolsa. Ou seja, o mercado lá é bem mais desenvolvido. Acredito que a redução da taxa de juro, vai ajudar a impulsionar o aumento de pessoas no mercado! Tomara!

Já com relação aos produtos financeiros que o curso aborda, como os títulos do Tesouro e as ações em si, tudo é muito bem explicado.

Não vai ficar dúvidas, sem falar que ainda existe ao final de cada módulo uma espécie de teste, onde o aluno pode testar os seus conhecimentos.

Vale destacar também todo o trabalho sobre o mercado acionário. O autor explicou formas de analise, diferenças em o que é especular e o que seria investir.

Formas de identificar boas e más empresas. Inclusive dicas para o investidor, principalmente para aqueles que gostariam de comprar ações de estatais, fuja delas!

Ao final temos ainda uma parte relativamente importante onde Fogaça aborda o assunto sobre imposto de renda. Nessa parte temos até uma planilha que ira ajudar bastante o investidor.

Provavelmente no inicio de seus investimentos, ainda mais se o investidor recorrer ao mercado fracionado, não haverá muito o que declarar no IR.

O problema fica para depois, quando o investidor chegar a montantes maiores, onde será possivel haver operações que envolvam quantias superiores aos 20 mil reais.

Então a declaração de IR pode acabar se tornando algo fundamental para manutenção de sua conta e seus negócios.

Enfim…

É esse o GI WAY Fase 3 Como Acumular Riqueza do GuiaInvest, no geral um curso muito bem recheado apesar de alguns pontos polêmicos, como tudo nesse meio costuma ser.

Promoção Especial

Agora um ponto interessante, como eu conheço o povo do GuiaInvest muito bem, eu resolvi fazer uma promoção que é a seguinte:

Se você comprar o Como Acumular Riqueza por este link AQUI, você receberá automaticamente e completamente de graça, uma cópia do meu e-book mais vendido e popular, o “Como Investir na Bolsa de Valores Com Pouco Dinheiro” na versão PLUS.

Novamente, para aproveitar essa oportunidade basta adquirir o Como Acumular Riqueza por este link AQUI que o e-book será enviado automaticamente para você. 🙂



Descubra Como Conquistar a Sua Independência Financeira Em Apenas 10 Anos Investindo Só R$200 Por Mês!

Você vai descobrir...

  • Porque as maneiras mais populares de se atingir a independência financeira só estão fazendo você perder tempo (e oportunidades).

  • Quanto tempo você realmente tende a levar para atingir a sua independência financeira.

  • Porque a bolsa de valores pode acelerar a sua acumulação de capital em mais de 2x com toda a segurança do mundo.

  • O quê fazer para conquistar os seus objetivos da maneira mais rápida, fácil e simples possível.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *