Dá Para Ficar Rico Sem Investir Na Bolsa?

Sempre que alguém fala em enriquecer, a primeira ideia que surge na cabeça das pessoas é a de investir na bolsa de valores.

O plano desses novos investidores é o de parar de gastar dinheiro com bobagens, pegar o dinheiro economizado, comprar ações e aproveitar os lucros no futuro.

Um plano muito bacana, com certeza.

Mas infelizmente ele não é para todo mundo porque algumas pessoas simplesmente não se dão bem com a bolsa de valores.

Agora, eu não estou falando apenas dos preguiçosos que não querem estudar mas sim, de gente comum que não gosta do sobe e desce dos mercados porque seus movimentos podem ser psicologicamente desagradáveis.

Só que sem a bolsa de valores, ninguém tem como ficar rico sem participar do BBB, jogar futebol ou virar modelo, certo? Mesmo?

Felizmente não.

A idéia de enriquecer com a bolsa é a melhor pois um bom investidor consegue retornos muito maiores e mais rápidos do que aqueles que preferem deixar suas economias na poupança, títulos de renda fixa ou aplicações fracas em geral.

Porém, nos investimentos o maior fator não é o poder de retorno ou a quantia de dinheiro inicialmente investida. O fator mais importante é o tempo.

A verdade é que é possível ficar milionário até investindo na poupança. Mas como ela não rende quase nada, isso irá demorar demais. Talvez uns 120 anos, mas o dia chegará. Tudo graças aos juros compostos.

E é por essa razão que até um investimento mais fraco (mas não TÃO fraco) como algum produto bancário de renda fixa (ou melhor, um fundo de renda fixa) poderá enriquecer um investidor que for paciente o bastante.

Outra coisa, enquanto a bolsa de valores enriquece as pessoas, às vezes em menos de uma década, outros não se importam tanto com o dinheiro. Alguns não estão loucos atrás de ficarem ricos aos 30 anos mas sim, em garantir uma aposentadoria rica, cheia de viagens e outros luxos.

Logo, mesmo se levar 40 anos para acumular 1 milhão de reais em vez de apenas 5 à 15 anos, o fato é que o milhão ainda sim poderá ser ganho, o que é ainda satisfatório para quem se preocupa demais com a segurança.

Portanto, se você tiver medo de riscos mas ficaria feliz em ter 1 ou 2 milhões com 60 ou 70 anos, saiba que é possível, aplique o seu dinheiro em investimentos seguros, seja super paciente e relaxe. 🙂



Descubra Como Conquistar a Sua Independência Financeira Em Apenas 10 Anos Investindo Só R$200 Por Mês!

Você vai descobrir...

  • Porque as maneiras mais populares de se atingir a independência financeira só estão fazendo você perder tempo (e oportunidades).

  • Quanto tempo você realmente tende a levar para atingir a sua independência financeira.

  • Porque a bolsa de valores pode acelerar a sua acumulação de capital em mais de 2x com toda a segurança do mundo.

  • O quê fazer para conquistar os seus objetivos da maneira mais rápida, fácil e simples possível.


2 Comentários Dá Para Ficar Rico Sem Investir Na Bolsa?

  1. Ardoise

    O maior problema da bolsa é que requer um estudo pesado até chegar à algum lugar, depois que você chega, tudo fica bem mais simples (mas não fácil, claro…). E o povão é preguiçoso, poucas são as pessoas físicas que ficam ricas de verdade na bolsa, infelizmente a verdade é essa.

    Totalmente possível ficar rico sem nem mesmo colocar dinheiro em nada do mercado financeiro (sei que não é a proposta do blog, mas anyway): a minha família toca um negócio de construção civil, e o lucro é bem alto, dá sempre 100% líquido por cada construção. Em geral duram de 6 a 12 meses. Já teve ano de fazerem duas obras seguidas em um ano, a 2ª usando o capital bruto da anterior, então ficou na média de 300% num único ano.

    É claro que foi um caso raro, pois agora tem 2 casas de alto padrão prontas, obras iniciadas em dezembro/2010, que não conseguiram vender nada, já já bate 2 anos, e a lucratividade cai pra 50% ao ano.

    O lucro é alto, mas tem uma série de problemas:

    – Não consegue aplicar o juro composto facilmente, difícil pra cacete, na real.

    – Dificuldade em encontrar terrenos decentes: terreno bom é caro, sobe o preço final e ninguém compra o imóvel. Terreno ruim é barato, mas pela localidade ninguém compra o imóvel também. (ruim e bom refere-se a localização deles)

    – Não funciona em qualquer cidade, tem lugar que se você construir, a casa pronta valerá menos do que você gastou pra fazer. Onde moramos vale o dobro, mas tem que ralar bonito pra achar comprador, que em 99% das vezes não é morador local.

    – A burocracia com o governo é monstro.

    – E a pior de todas: você tem que lidar com seres-humanos! Imagina se um pedreiro cai da laje e morre, você acha que a justiça vai ficar do seu lado? No mínimo vai ter que pagar uma indenização alta pra família ou pagar uma pensão pro resto da vida.

    Nada é perfeito, toda moeda tem 2 lados… Mas o que posso adiantar, é que se o cara for burro, construção é uma opção lucrativa, pois todos que conheço do meio são uns idiotas, incluindo os da minha família. E eles ganham dinheiro!

    Mas adianto que um operador fera, no longo prazo, graças aos juros compostos, ficará muito mais rico e terá uma qualidade de vida muito superior.

    1. Hugo

      Qualidade de vida é discutível, já que você pode construir casas, ganhar menos e ainda assim ter uma vida muito melhor do que o trader que ganha 10 vezes mais.

      Mas sobre o comentário: é mais rentável uma pessoa idiota seguir um caminho inteligente do que uma pessoa inteligente seguir um caminho idiota, pelo menos na maioria das vezes.

      Ou então: melhor fazer o certo nas coxas do que fazer o errado com perfeição. 🙂

Os comentários estão fechados.