Como Usar o Stop-Loss de Volatilidade ATR e Blindar os Seus Trades

Uma das perguntas mais comuns dos iniciantes é:

“Será que é mesmo uma boa idéia eu colocar o meu stop-loss abaixo de um ponto de suporte ou de resistência?”

A resposta para essa popular questão é: nem sempre.

Iniciantes gostam de posicionar seus stops em lugares extremamente óbvios, onde todos os outros também o fazem.

E o que acontece?

O mercado desce ou sobe um pouquinho, atinge todos esses stops e volta para os preços antigos, deixando assim os traders extremamente frustados por terem sido stopados na mínima.

Tudo bem que isso não acontece tanto assim, porém, existem outras maneiras de se descobrir onde colocar seu stop-loss em um trade, e uma dessas maneira é utilizando o stop-loss de volatilidade ATR.

O Que é a Volatilidade ATR?

Tá vendo a linha verde? Essa é a ATR!

A ATR (Average True Range, ou Média da Amplitude da Variação no Brasil) é uma ferramenta da análise técnica (em linha) que estima a volatilidade média de um ativo durante um período X de dias.

Ou seja, a ATR nos diz com uma boa precisão o que esperar de um ativo em termos de movimentação. Se o ativo tende a ficar calminho ou talvez, a sair por aí fazendo festa, a ATR nos ajuda a perceber isso.

Apesar de que quase todas as plataformas gráficas minimamente decentes oferecerem a ATR em seu arsenal de ferramentas, muitas delas sofrem com a sua falta.

Outra, alguns traders não conseguem confiar nos valores gerados e por isso, preferem fazer tudo de forma manual.

Para esses, explico como se calcula a ATR passo-a-passo no post [intlink id=”1832″ type=”post”]Técnicas de Position Sizing: Parte 2[/intlink].

Onde Colocar o Stop-Loss!

Considerando que você tenha já plotado a linha ATR na sua plataforma de trading (tem no ADVFN.com de graça), basta multiplicar o último número da ATR pelo “valor adequado” e posicionar o resultado abaixo da última mínima em um trade comprado e acima da máxima em um trade vendido.

Boiou geral?

Não priêmos cânico!

Aqui temos um ótimo exemplo!

\o/

Preste atenção no gráfico acima.

A ATR do ativo está por volta de 0.7 e a mínima do último candle, em +- 26.80. Se um trader quiser entrar comprado e quiser saber onde colocar seu stop loss, basta ele multiplicar 0.7 por X e subtrair o resultado da mínima. Se X for 3, então o resultado será 2.1 . Logo, considerando que a mínima foi de 26.80, basta ele colocar o stop em 24.70 (26.80 – ATR(que é 0.7)x3).

Obviamente depois dessa explicação levemente nebulosa, algumas dúvidas poderão surgir.

Para respondê-las, chamo nosso amigo, o trader Snuggles:

1 – Eu devo multiplicar a ATR por 3 para encontrar meu stop-loss? É esse o “valor adequado”?

Depende e varia de operador para operador.

O Van K. Tharp, autor de [intlink id=”1982″ type=”post”]Trade Your Way to Financial Freedom[/intlink], diz que qualquer valor entre 2.7 e 3.4 é bom para que o seu stop loss fique próximo o suficiente dos preços para que ele possa garantir seus lucros, ao mesmo tempo em que mantém uma distância segura deles para que você não seja stopado por qualquer movimento insignificante do mercado.

Eu uso e recomendo o stop-loss ATRx3 mesmo.

Valores muito menores, como o ATRx2 usado pelo [intlink id=”1563″ type=”post”]Richard Dennis e seus Turtle Traders[/intlink] nos anos 70, não funcionam tão bem na Bovespa (ou pelo menos não nas ações que eu opero). Mas para quem quiser utilizar esse ótimo stop, sugiro começar testando com os valores da ATRx3.

Depois, se fizer sentido e/ou for necessário, experimente o quanto quiser. 🙂

*vomita bola de pêlos*

2 – Em vez de colocar o stop abaixo da mínima num trade comprado e acima da máxima num trade vendido, eu posso colocá-lo abaixo do preço de abertura ou de fechamento nos dois casos?

Sim, pode.

Utilize o stop da maneira que preferir. Se quiser colocá-lo abaixo do fechamento, da abertura, da mínima ou sei lá mais aonde, o faça.

Se desejar também multiplicar a ATR por x2, x4 ou x34521.5, vá em frente.

Contanto que seus testes indiquem que os valores escolhidos possuem uma alta probabilidade de funcionarem, não tenha medo de utilizá-los.

A única regra é: se funcionar, está valendo.

*vai tomar leitinho*

Simplificando Ainda Mais!

Agora sim! Canalzinho de Stop ATR, muito mais fácil!

Depois de entender muito bem como funciona o stop de volatilidade ATR, não há razão para continuar fazendo tudo da maneira mais difícil possível.

Tradução: é hora de automatizar!

E a melhor forma de se fazer isso é utilizando uma plataforma gráfica decente. Algumas além de oferecerem a simples linha ATR para os cálculos, deixam que o trader insira um canal de ATR para usar como stop-loss!

E como utilizar esse canal?

Simples!

Basta escolher em quantos períodos será calculada a ATR e por qual valor ela será multiplicada para ser usada como stop. Logo, se você escolher 20 períodos e um stop de ATRx3, a plataforma (algumas até gratuitas) calculará tudo automaticamente para facilitar sua vida. Depois, é só ajustar o stop conforme o trade for movendo o canalzinho. Fácil, fácil…

Agora, a verdade é que não importa se você deseja utilizar o stop-loss ATR de modo manual ou automático. O importante mesmo é saber que esse stop é um dos melhores e mais eficientes que existem por aí e todo trader, por mais n00b que seja, deveria pelo menos estudá-lo um pouquinho. E outra, além dele servir como stop-loss, pode ser utilizado para [intlink id=”1832″ type=”post”]calcular seu position sizing[/intlink], o que é melhor ainda.

Eu lembro que quando comecei, tinha [intlink id=”6599″ type=”post”]medo de perder dinheiro[/intlink] e por isso, usava stops curtos demais. Depois meu trade ia pro saco e eu chorava (não literalmente!). Mas assim que decidi usar um “stop-loss de verdade”, digivolvi de Charmander para Charmeleon e consequentemente, acredito ter entrado no caminho que um dia fará com que eu me torne um trader Charizard.

Tudo graças ao Stop-Loss ATR 😀

E vocês pessoas? Qual tipo de stop vocês gostam mais?



Descubra Como Conquistar a Sua Independência Financeira Em Apenas 10 Anos Investindo Só R$200 Por Mês!

Você vai descobrir...

  • Porque as maneiras mais populares de se atingir a independência financeira só estão fazendo você perder tempo (e oportunidades).

  • Quanto tempo você realmente tende a levar para atingir a sua independência financeira.

  • Porque a bolsa de valores pode acelerar a sua acumulação de capital em mais de 2x com toda a segurança do mundo.

  • O quê fazer para conquistar os seus objetivos da maneira mais rápida, fácil e simples possível.


29 Comentários Como Usar o Stop-Loss de Volatilidade ATR e Blindar os Seus Trades

    1. Hugo

      Lucas, a ATR não serve só para stop loss não. Em sistemas baseados em médias móveis, MACD, ou o próprio Hilo, você pode utilizar a ATR como position sizing. Aí a cada entrada o tamanha da sua posição muda. Não sei se os resultados seriam muito melhores do que um sistema de bloquinhos (tipo, posição de 3k por ação) mas alguns testes seriam interessantes de serem feitos.

      Paulo, verdade, alguns gostam de stops curtos. Eu não gosto. Na verdade o que me incomoda mesmo é que com stops curtos, além dos trades irem pro saco com uma frequência grande, às vezes eles duram pouco e levam todo o seu X% de capital.

      Agora, eu prefiro seguir um sistema que sempre gere sinais mas que deixe eu entrar em quase todos. Se a volatilidade for muito grande, então meu position sizing fará com que eu entre com poucas ações. Se a volatilidade for baixa, eu entro com muitas ações. Em geral, prefiro me proteger pelo position sizing. Apesar de que muitos desses sistemas múltiplos gerem sinais parecidos mas com atraso 😛

      Maicon P, eu não entendi nada XD

      Mas boa sorte no dentista, eu também preciso ir. (mais hein?)

      Abraço,
      Hugo

      Responder
  1. Paulo

    Fala Hugo!
    Gosto do Stop ATR também e utilizao nos meus trades, mas alguns estudos indicam que stops curtos são também eficientes, desde que o trader saiba aguentar um drawdown maior… pode ser até que 1,5 ou 2 vezes o TR seja muito bom, por causa do maior retorno/risco.

    Você falou acima em multiplicar o ATR por x e colocá-lo abixo da mínima. Obviamente que pode ser abaixo de qualquer coisa que você queira, desde que funcione, mas em geral creio que se coloca o ATR abaixo do preço de fechamento anterior. Isso porque o True Range é calculado a partir do fechamento anterior. Mas é como você disse, no fim tanto faz desde que funcione.

    O ATR é tão útil que você pode até utilizá-lo dentro de um setup e não apenas dentro do sistema mecânico. Por exemplo: se o ATR de 10 dias estiver acima de tal valor o meu setup indica um mercado volátil e só permite a entrada se for utilizando o sistema mecânico A (que por sí só pode ou não dar a entrada). Se estiver abaixo utiliza o sistema mecânico B(que por sí só pode ou não dar a entrada), e assim por diante.

    abraços
    Paulo

    Responder
  2. Vitor

    Desculpa se minha pergunta nem fizer sentido, mas…

    Com esse stop ATR3 do exemplo que você colocou aí ou nesse sistema em geral usando ATR3, quanto em média do capital(que você coloca no trade claro)fica em risco?

    valeu

    Responder
    1. Hugo

      Ahh táhh, vocês estavam falando das figuras XD

      Então Vitor, tem duas coisas, tamanho da posição e o risco em si. O risco em %, ou seja, se você for stopado perderá X, varia de operador para operador. Aí vale até aqueles valores mais clichès como 1%, 2% e por aí vai. Eu gosto de começar com +-1% (nunca fica redondo :S) e ir aumentando a posição aos poucos.

      Agora, esse risco de X% é definido pelo position sizing e não pelo tipo de stop. Logo, se quiser arriscar 1% ou 2% em um trade, basta comprar mais ações até o ponto em que, se você for stopado, perca esse X%.

      Mas a posição, isto é, quantos % do CAPITAL está em uma única ação, varia DEMAIS e depende muito do ativo operado! Em mercados onde a ATR é larga, as vezes sua posição pode ser 15% ou 20% do capital. Mas se a ATR é baixa, fornecendo assim uma oportunidade de ter uma posição grande com o mesmo risco X, aí essa posição pode ter 30%, 40% ou até mais. Dependendo da volatilidade, você pode estar com 15% do seu capital “ativo” ou então, 50%, mas arriscando o mesmo X% se for stopado.

      Qualquer dúvida, só falar!

      Abraço,
      Hugo

      Responder
  3. Ulisses

    Hugo,

    Em relação ao canal de ATR, quando você diz que devemos apenas ir ajustando o Stop Loss, isso quer dizer que depois do final do dia devemos checar e tomar a seguinte decisão:

    Se a ação subir, ajustamos o stop para cima e se a ação cair deixamos o stop no mesmo lugar do dia anterior?

    Atualmente estou usando ATRx2 em ações com pouca volatilidade ex: Petro e Vale e algumas outras Blue Chips.

    Abraço,
    Ulisses

    Responder
    1. Hugo

      Ulisses, é exatamente isso. Se a ação subir, no caso de um trade comprado, devemos subir o stop. E se ela descer, não fazemos nada.

      Eu não gosto muito do stop ATRx2 pois o acho muito curto, mesmo para blue-chips. Quando a volatilidade aumenta você precisa se adaptar rapidamente e nisso, pode entrar naquela de “nesse trade uso x2, naquele x2,5 e por aí vai”. Mas você conhece a lei de ouro: se funcionar, está valendo 😀

      Abraço,
      Hugo

      Responder
    1. Hugo

      Ulisses:

      Eu inventei na hora a “Lei de Ouro” 😛
      Basicamente ela “diz” que qualquer estratégia de trading ou de investimentos, por mais absurda e ilógica que seja ou que vá contra os “axiomas” conhecidos por aí, deve ser utilizada se for lucrativa. Por isso, se funciona então beleza. Se fazer preço médio (ainda dentro da tendência) funciona pra você, então faça. Se operar contra a tendência funciona pra você, opere. Minha lei prega que os fins justificam os meios basicamente 🙂

      Vanclei:

      Colunas? Você quer dizer posts? Então obrigado! Caso contrário… colunas? XD

      Anyway, eu não gosto do stop-gain porque acredito que é melhor você deixar seus lucros correrem. Eu gosto de operar assim, sem metas, sem objetivos. Tento tirar o que dá para ser tirado.

      Na verdade eu saio quando sou stopado pelo stop ATR. Tem gente que gosta de usar médias móveis e coisas do tipo que fazem com que o trader fique comprado ou vendido 100% do tempo mas eu não gosto muito disso.

      Mas não, stop gain não é comigo. Na verdade escrevi um post sobre isso recentemente, algo como: “Vale a pena utilizar o stop-gain?” ou algo assim. Dê uma olhada lá para maiores exclarecimentos 🙂


      Abraço,
      Hugo

      Responder
  4. Vanclei

    Olá Hugo, eu já leio blog faz um tempo e gosto do estilo das “colunas” rs.

    Eu vejo você falando muito sobre Loss, vc usa algum tipo de ferramenta para Gain? uma meta de saída? Ou você só sai quando o TS te dá sinal de venda (no caso de comprado)?

    Abraço,
    Vanclei

    Responder
  5. Vanclei

    Hahah, com muito menos texto tem neguinho (e branquinho tb) por aí q diz q escreve coluna hehe, de qualquer maneira parabéns.

    Quer dizer então que basicamente vc só entra pelo trade system, sair é no feeling? 🙂

    Responder
    1. Hugo

      Não não, eu saio quando meu stop atr é atingido.

      Atualmente estou testando no simulador forex um sistema que me dá a opção de sair também por um cruzamento de médias móveis. Aí eu escolho, ou saio pelo stop atr normal ou pelas MME’s. Normalmente os sinais são muito próximos e dão meio que na mesma. Mas como falei, só um teste.

      Bovespa de verdade, stop atr mesmo, nada de intuição ainda 😛

      Abraço,
      Hugo

      Responder
  6. vitor

    Oi Hugo,

    Você disse pro Vanclei que não usa stop gains e não faz metas, então quando e como você decide sair do trade? Existe algum sinial que sugere que você saia ou é no cara e coroa:D ?

    Responder
    1. Hugo

      Opa vitor, só olhar a segunda resposta que dei pra ele: stop atr.

      Com dinheiro real não saio aleatoriamente de papel nenhum assim não hehehehe. Deixo essas coisas pro simulador de forex como experimento apenas.

      Responder
  7. Emerson Ramos Baldi

    Ô Hugo?! Testei com BBAS3 entre 10/5/10 até hoje, e os valores de stop variam entre 7,5% até 13% abaixo do preço de fechamento. Na minha ignorância achei demais (muito risco)… é isso mesmo? Ou será que o meu cálculo de ATR do Metastock está errado?

    Responder
  8. Paulo

    Oi Emerson, não sou o Hugo mas tenho duas considerações a fazer.

    1) Acho que o mais usual é subtrair o valor do Fechamento e não da Mínima. Isso porque para calcular o True Range (TR) usualmente utiliza-se os valores de fechamento e isso é o que você deve ter feito. Certo?

    2) Mesmo subtraindo do Fechamento podemos ter valores de venda bem distantes do preço atual do papel, como os sugeridos por você. Isso é normal.
    O que você PRECISA fazer nesse caso é entrar com apenas um parte da sua grana na posição (BBAS no caso). Isso é Position Sizing e responde o “Quanto” deve ser investido.

    Exemplo do problema: você admite arriscar apenas 2% da sua grana por posição mas o stot atr ficou 10% abaixo do preço. O que fazer?

    Solução: entre com apenas 20% ( ou um quinto) do seu capital e pronto, seu risco financeiro será de apenas 2% enquanto o preço do papel terá liberdade de se movimentar 10% antes de zoar tua operação.

    Sacou?

    abração
    Paulo

    Responder
  9. Emerson

    Valeu Paulo! Saquei.

    Basicamente é uma relação entre três variáveis: Valor investido, % de risco e % de stop. Na medida que quaisquer duas delas forem pré-definidas, a terceira terá que ser necessariamente ajustada.

    Obrigado pela atenção.

    Emerson

    Responder
  10. Fabio Alencar

    Hugo eu sei que já respondeu essa questão, mas estou com uma pequena dúvida.
    Enfim descobri minha afinidade, sou um swing trader, estou atualmente “jogando” no folhainvest sei que não é nada comparada com o “jogo” real com um HB. Mas, gostaria de tirar somente essa pequena dúvida, ok?
    Estou usando o stop atr, quando chego ao fim do dia, eu simplesmente tenho que recalcula-lo e modificar no meu stop de venda no meu simulador? E caso eu chegue em casa abro meu investimento e vejo como está a situação, porém, são 14:00 hs e meu ativo já rendeu 15%, o que faço? Boto um stop imediatamente para garantir o lucro ou deixo rolar até as 18:00 hs (after market)?

    Obrigado por sua resposta.
    Atenciosamente,
    Fabio Alencar.

    Responder
    1. Hugo Teixeira

      Sim, você sempre recalcula o stop loss diariamente. Se você chegou em casa e o ativo está 15% positivo, você continua usando o seu stop do jeito que sempre usou. No caso do day trade, obviamente você venderia tudo e garantiria o lucro. Mas como é swing você espera, mesmo porque no dia seguinte o ativo pode continuar subindo. É claro que depende do seu sistema mas normalmente, num swing trade, mesmo deixando o ativo correr, a perda do topo seria pequena. Ou seja, você arrisca perder uns 3% ou 4% dos 15% para ganhar talvez 20% ou 30% nos próximos dias. Acho que vale o risco. 😉

      Responder
  11. nohros

    Usando o stop Loss ATR móvel você sai do trade quando? Quando o stop Loss for atingido? Se for assim você não devolve grande parte dos ganhos e o trade não dura muito tempo? Fiz algumas simulações com este modelo e em alguns deles(quando a tendência é duradoura) o papel chega a valorizar 20% e o trade é encerrado somente com 3%, pois o stop Loss ATR e atingido somente muito depois que a tendência inverte.

    Responder
    1. Hugo Teixeira

      Sim, mas é essa a filosofia do trend following. Alguns trades você pode devolver quase todo o seu lucro para a bolsa, mas em alguns poucos trades, a paciência faz com que você lucre muito, mas muito mais do que lucraria se ficasse louco querendo garantir um lucro pequeno.

      Se você tem interesse nisso, pesquise sobre trend following e leia memória de um operador da bolsa do edwin lefrevre. 😉

      Responder
  12. Tarcisio K. Campos

    Olá Hugo, lendo seus posts e estudando por conta própria, acredito que me encaixei no perfil de trend following, pela tranquilidade de não ter que acompanhar a bolsa de valores como um swing e muito menos como um day trader e se tudo for feito certinho, os erros são poucos e menores comparados a esses dois, adquiri os seus 3 ebooks um tempo atrás, gostei muito do material, ainda tenho algumas duvidas, você disse que sai pelo stop atr nas suas operações, porém nos ebooks não há um código para o amibroker, onde posso testar a eficácia disso. Pelos canais de donchian, no ebook, só há saída pela linha inferior e por eu ter pouco conhecimento na área de programação, fui para a internet encontrar o codigo para o stop atr e encontrei esse:
    Sell = 0;
    ApplyStop(stopTypeTrailing, stopModePoint, stopLength, 2, True, 1 );
    Seria isso?

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *