Análise de “Memórias de um Operador da Bolsa” de Edwin Lefèvre

Publicado numa série de 12 artigos para o jornal The Saturday Evening Post antes de ser lançado em forma de livro em 1925, o clássico Memórias de um Operador da Bolsa de Edwin Lefèvre trata da vida de Jesse Lauriston Livermore, aqui apresentado sob o pseudônimo de Larry Livingston, um operador que ao longo de sua vida ficou famoso por construir e perder fortunas várias vezes.

Este material foi escrito numa época em que, aparentemente, Livermore decidiu entrar na linha e começou a seguir seu sistema e suas regras com disciplina e parou com essa montanha-russa boba de ganha-perde. Depois disso Jesse continuou muito bem, o livro foi um grande sucesso e todos foram felizes para sempre…

Até o dia em que Jesse… se não quiser saber o que aconteceu depois da publicação desse livro, pule para o próximo parágrafo. Ok, em 1929 teve a crise e aí ele perdeu tudo de novo, sério? Não, ele vendeu à descoberto e fez uns 100 milhões de dólares, que, em dinheiro de hoje valeriam por volta de 1 bilhão de dólares, legal né? Aí então em 1934 ele perdeu tudo de novo (…) e acabou se matando em 1940.

É, isso mesmo, o cara meteu uma bala na própria cabeça e morreu, eu vou escrever a análise dum livro sobre um cara que se matou, mas esperem, antes de você parar de ler isso por se tratar aparentemente de um “Aprenda a ser um Operador da Bolsa com Tendências Suicidas”, deixe-me explicar porque você deveria adquirir este livro imediatamente!

Análise Técnica Clássica

Um dos melhores livros sobre especulação publicados até hoje

Memórias de um Operador da Bolsa (Reminiscences of a Stock Operator no original)é considerado por muitos, um dos melhores livros sobre a bolsa de valores e especulação já escritos, o que é verdade. Além de ser uma leitura divertida e interessante, você também aprende algumas coisas, por exemplo, Jesse, como indicado no livro, era um usuário da técnica de compra ou venda em breakouts, utilizando como ferramentas, apenas os preços e o volume, é, isso mesmo, nada de indicadores, nada de osciladores, nem ao menos gráficos de candles o cara usava, nada, zip, niente, só preços e volumes, tudo bem que depois de um tempo você começa a ver que não é tão complicado, se um papel bate sempre em 20 e caí, quando ele chegar em, por exemplo, 20.10, você entra comprado com stop em 19.90 por exemplo, de qualquer forma o cara operava na raça mesmo, e além disso alavancava até as cuecas, o que era considerado loucura até pra quem já alavancava demais.

Neste livro, além de aprender como operar “na raça”, também são passados conceitos de psicologia do trading e de money-management, apesar dos ensinamentos não ficarem explícitos na sua cara por não terem capítulos como por exemplo “Quando comprar?” ou “Ponho meu stop aonde?”, o livro, do seu jeito, apresenta um ótimo sistema de trading, você só precisa juntar as peças e colocar algumas suas que no final o que sobrar será um ótimo sistema de análise técnica clássica.

Conteúdo 2 em 1

Eu tenho pouquíssimas fotos mesmo…

Além de um cara ganhando e perdendo dinheiro o tempo todo e ensinamentos sutís de como operar, temos também a história da carreira dele, o começo quando trabalhava numa corretora, escrevendo cotações num telão usando giz de cera, como ele se interessou pelos preços e foi pensando no que iria acontecer depois, o ínicio nas bucket-shops, as idas para Nova Iorque, seus grandes sucessos, como as vendas à descoberto da Union Pacific em 1906 ou no pânico de 1907, e é claro, como ele fez para se reerguer depois de suas grandes perdas. É um livro 2 em 1, um livro de análise técnica e uma biografia, mesmo que trate apenas da vida profissional de Jesse Livermore.

Para concluir digo que eu realmente recomendo essa obra, é muito boa e dá para ler várias vezes sem enjoar, e em cada reeleitura você acaba pescando alguma coisa que deixou passar numa lida anterior. É um clássico, um dos melhores livros sobre trading sobre um dos melhores, mais bem sucedidos (ou não né?) e bizarros, especuladores do mundo.

Pontos Positivos

  • Livro 2 em 1: Uma biografia e um de Análise Técnica
  • Contém importante conteúdo histórico
  • Leitura prazeirosa, mesmo nas releituras

Pontos Negativos

  • Falta de detalhes pessoais, pouco importante, mas seria legal
  • Os capítulos sobre manipulação são inúteis já que hoje isso é ilegal

Onde Comprar

Boa pergunta!

Como está sempre em falta nas livrarias, recomendo que você leia a versão digital em inglês na App Kindle do seu browser, acho bem mais fácil do que esperar chegar nas livrarias, se chegar…

E aí, concorda que Memórias de um Operador da Bolsa é um dos melhores livros de especulação de todos os tempos? Não? Dê sua opinião!



Descubra Como Conquistar a Sua Independência Financeira Em Apenas 10 Anos Investindo Só R$200 Por Mês!

Você vai descobrir...

  • Porque as maneiras mais populares de se atingir a independência financeira só estão fazendo você perder tempo (e oportunidades).

  • Quanto tempo você realmente tende a levar para atingir a sua independência financeira.

  • Porque a bolsa de valores pode acelerar a sua acumulação de capital em mais de 2x com toda a segurança do mundo.

  • O quê fazer para conquistar os seus objetivos da maneira mais rápida, fácil e simples possível.


3 Comentários Análise de “Memórias de um Operador da Bolsa” de Edwin Lefèvre

    1. Hugo

      É bom que tenha gostado porque você provavelmente vai ler esse livro muitas vezes mais. E a cada vez, pescará algo diferente.

      Eu o leio em média duas vezes por ano e dá última, reparei mais na parte em que ele diz para deixar os lucros correrem, mesmo que às vezes você precise devolver uma boa parte para o mercado.

      Doloroso pra kct, porém, é a mais pura verdade 🙁

  1. Pingback: Os 6 Melhores Livros para Iniciantes (Analise Técnica). | Nacional Forex

Os comentários estão fechados.