Vale a pena “investir” na Caderneta de Poupança?

Ocasionalmente encontro na internet perguntas como essa:

“oi, meu nome é valdisclérvison e eu tenho quatro mil, setecentos e vinte e cinco reais e quarenta e nove centavos e quero aplicar tudo na poupança, é uma boa?”.

Minha resposta é sempre a mesma, não, não mesmo, ou em bom português, nem f*dendo.

O Problema

O que tem de errado com a tão simples e popular caderneta de poupança? Simples, ela não serve para quase nada pois existe um negócio chamado inflação. E o que é a inflação? É nada mais do que aquilo que faz com que o seu dinheiro perca seu poder de compra conforme o tempo vai passando. Exemplo, imagine que você ganha 20 centavos por ano, com esse dinheiro você pode comprar um ou dois pãezinhos, porém se você for comprar esses mesmos dois pãezinhos no ano que vem, a inflação fará com que você precise de 22 centavos ou mais para comprá-los. Se você teve um “aumento” de 2 centavos então tudo bem, caso contrário azar o seu :(

A poupança é a melhor! Tem coragem de discordar? Uh uh?

Tá, mas o que a inflação tem a ver com a poupança? Simples novamente, sabe quanto a poupança rende por ano? Em 2009 ela rendeu 6,92%. A inflação foi de 4,31%. Agora imagine que você “aplicou” seu dinheiro no início do ano passado, o tempo passou e agora você tem de retorno no seu “investimento”, 6,92% do capital aplicado inicialmente, porém como as coisas estão mais caras agora do que a um ano atrás por causa da inflação, na prática, a sua “aplicação” te rendeu míseros 2,61%! Em um ano inteiro! Ou seja, quase nada.

Não adianta insistir, poupança não é investimento, ela só tem uma função, que é a de “proteger” o valor de compra do seu dinheiro, protegendo-o da maldita inflação. Lembra daquele velho ditado? “Dinheiro parado é dinheiro perdido”? Pois é, a poupança movimenta sua grana o suficiente para ela não ir para o saco, apenas isso e nada mais. Se você quiser poupar por um tempo para comprar alguma coisa então tudo bem, caso contrário, existem alternativas melhores.

A Solução

Ok, poupança é uma total perda de tempo para qualquer pessoa que se considera um investidor minimamente sério, então o que fazer? Venha para a Bovespa e seja um operador da bolsa de valores! Tá, é brincadeira, talvez você não tenha saco para estudar análise técnica ou análise fundamentalista, talvez não queira arriscar seu suado dinheirinho mas ao mesmo tempo não se conforma com a mediocridade da caderneta de poupança, para alguém nessa situação eu indico o Tesouro Direto.

O Tesouro Direto é um produto de investimento do Tesouro Nacional que por sua vez é controlado pelo Ministério da Fazenda, ou seja, você só perderá seu dinheiro se o Brasil for para o saco, e se isso acontecer, provavelmente a última coisa com a qual você se preocupará será com dinheiro, mas voltando. Com menos de 200 reais você já pode começar a investir no Tesouro Direto comprando uma parte de um título de dívida pública (renda fixa). A maioria desses títulos rendem na prática (ou seja, depois da inflação e do Estupr… Imposto de Renda) por volta do dobro do que a poupança rende.

Sr. Hamster Investidor compra Tesouro Direto!

Infelizmente existem algumas desvantagens, você não pode, por exemplo, realizar seus lucros vendendo seus títulos de volta para o Tesouro Nacional a qualquer hora do dia, só às quartas-feiras. Além disso você precisa abrir uma conta numa corretora de valores, é um processo mais chato e demorado do que abrir uma poupança porém o site do Tesouro Direto oferece informações claras sobre o processo.

É isso. Se você quiser proteger seu dinheiro da inflação enquanto economiza para comprar alguma coisa então a poupança serve bem à função. Porém se seu desejo é o de investir de uma forma segura e conservadora, então o Tesouro Direto é uma opção muito melhor, mesmo porque os 3% ou 4% reais da poupança nem deveriam ser considerados como opção.

Atualizado em 30/03/10: Para complementar, se alguém quiser saber (muito) mais sobre a poupança, eu recomendo o ebook gratuito “Tudo Sobre a Poupança” escrito pelo Rafael Seabra e o César França do blog QueroFicarRico.com

O autor do artigo nada recebeu pelo explícito puxa-saquismo do Tesouro Direto.

Se tiver alguma dúvida/crítica/sugestão, não hesite em deixar seu comentário abaixo!


"O que um ET tem a ver com a
bolsa de valores?"




Clique nele e descubra!


5 Comentários Vale a pena “investir” na Caderneta de Poupança?

  1. jose ricardo

    gostei do português claro, hehehe

    poupança é f*da mesmo, putsssss….

    tenho um pouco na poupança e um pouco na bolsa, vivo coçando o dedo pra jogar tudo lá, mas tá faltando coragem…

    tu és adepto da teoria dos manuais de aplicar 20% na renda variável, mais 20% em fundos, mais 20% em não sei o quê, mais não sei quanto em tal?

    valeu pelo artigo, gostei muito!!!!

    Responder
    1. Hugo

      Oi Jose Ricardo!

      Não, sou totalmente contrário a esse tipo de coisa.

      Como diria o Warren Buffett: “Diversificação é uma proteção contra a ignorância. Faz pouquíssimo sentido se você sabe o que está fazendo”.

      Então, porque colocar apenas 20% em ações se você não é um completo mané? Se você sabe o que está fazendo, coloque 80% ou 90%. O resto, se não quiser ter trabalho, pode deixar no Tesouro Direto mesmo. E olha que mesmo o TD é uma alternativa preguiçosa porque existem títulos de renda fixa de maior rentabilidade por aí (só não me pergunte quais). E para comprar esses títulos melhores, basta saber o que fazer.

      De qualquer forma, como a maioria das pessoas nunca vai aprender nada porque elas não querem realmente ou odeiam o assunto, talvez seja uma idéia boa colocar só uns 20%-40% em ações e o resto em investimentos bestas só para evitar que a ignorância morda suas bundas depois hehehehe

      Sugiro que você estude bastante antes de qualquer coisa, enquanto isso, deixe sua grana na poupança lutando contra a inflação. Quando entender melhor do assunto, aí comece a investir, mesmo que seja aos pouquinhos, mas aumentando suas posições conforme você vai aprendendo mais. Se quiser se dedicar bastante aos estudos mesmo, talvez seja uma boa colocar a grana no TD e só depois, em ações. Mas de qualquer forma, bons investimentos!

      Abraço,
      Hugo

      Responder
  2. Mario Takashiwa

    Só que você nunca ficará rico investindo no tesouro direto. Se não tiver dinheiro para investir na bolsa, que pelo menos invista em algum ETF.

    Acho muito melhor deixar o dinheiro num investimento de renda variável de baixo risco do que perder tempo com as migalhas da renda fixa ou da poupança.

    Responder
  3. helio

    Tenho interesse em comecar a invertir mais nao tenho muito conhecimento sobre o assunto, ou melhor nao tenho nenhum conhecimento, estou tentando estudar sobre isso e tal, mais é meio complicado. Voce me sugere algum site, ou como faco para comecar a estudar e ter mais compreensao sobre o assunto?
    grato pelo resposta, se nao tiver tbm achei muito bom seus comentarios sobre a caderneta de poupanca me ajudou muito.

    Responder
    1. Hugo

      Oi Helio!

      Dê uma olhada na página “Iniciante?” aí na barra de… hmm… páginas. Acho que isso pode te ajudar. Se for estudar dê preferência ao material gringo porque no Brasil ninguém sabe quase nada sobre nada e os livros são todos iguais.

      Abraço,
      Hugo

      Responder

Deixe uma resposta