Como Comprar Ações na Bolsa de Valores

Ok, você descobriu que é possível construir riqueza na bolsa de valores, mais especificamente, investindo em ações.

Mas como se faz para comprar ações?

Basicamente existem duas maneiras: a convencional e a antiga… que ninguém mais usa, a não ser os investidores nostálgicos ou anciões com medo da tecnologia.

Vou falar antes da maneira velha…

Há muitos anos o investidor que quisesse comprar ações ligava para um corretor da bolsa e o dava ordens para comprar ou vender qualquer coisa.

Quando precisava usar alavancagem ou talvez até estivesse afim de pedir alguns descontos nas taxas de corretagem, era só falar com o corretor e negociar.

Por se tratar de um “sistema” manual e lento, os custos eram mais altos e a eficiência, menor.

Enfim, tudo isso funcionou muito bem até surgir a internet e o sistema home broker. Felizmente a partir daí as coisas melhoraram muito e o sistema velho, apesar de ainda existir, ficou praticamente esquecido.

Agora, para investir dessa segunda, ou “nova”, maneira, você deve… abrir uma conta numa corretora também. Não tem como pular esse passo.

Porém, quando a conta estiver cheia do seu dinheiro, em vez de falar com o corretor, basta abrir o home broker e enviar suas próprias ordens… contanto que elas caibam no seu orçamento.

Logo, se você quiser comprar Petrobras, será necessário ter o dinheiro para comprar 100 ações de uma vez mais as taxas de corretagem e emolumentos.

Porque 100? Porque é assim que as ações são negociadas, em lotes de 100. Se você tiver menos, irá precisar usar o mercado fracionário.

De qualquer forma, assim que resolver o que e quanto vai comprar, basta enviar uma ordem de compra.

Agora você tem duas escolhas: ou manda uma ordem à mercado e compra as ações pelos preços que estão sendo praticados ou manda uma ordem fixa.

Se a última ação foi negociada por 30 reais, não adianta mandar uma ordem fixa de 10 reais porque ninguém irá te vender nada. Mas se mandar uma de 29.50, talvez você consiga esse desconto se for paciente.

Pessoalmente eu recomendo as ordens à mercado: se você quer comprar, você consegue. Sendo que nas ordens fixas você precisa ter um pouco de sorte para comprar pelo preço escolhido.

Entre esses dois métodos, o mais novo é muito mais eficiente, fácil de se entender e finalmente, o melhor.

Portanto, se você quer saber como comprar ações, a resposta é simples: utilize o home broker de alguma corretora (quanto mais barato, melhor também).

Para terminar, devo lembrar que apesar de COMPRAR ações ser a coisa mais fácil do mundo, INVESTIR em ações decentes escolhendo as melhores requer um pouco mais de conhecimento e dedicação… o que é previsível, já que os resultados não brotam do chão do nada. 😉



Descubra Como Conquistar a Sua Independência Financeira Em Apenas 10 Anos Investindo Só R$200 Por Mês!
(e-Book 100% Grátis!)

Você vai descobrir...

  • Porque as maneiras mais populares de se atingir a independência financeira só estão fazendo você perder tempo (e oportunidades).

  • Quanto tempo você realmente tende a levar para atingir a sua independência financeira.

  • Qual é o "fator não tão secreto assim" que acelera a sua acumulação de capital em mais de 2x com toda a segurança do mundo.

  • O quê fazer para conquistar os seus objetivos da maneira mais rápida, fácil e simples possível.


15 Comentários Como Comprar Ações na Bolsa de Valores

      1. Cassio

        Essa é uma pergunta que você deve receber de todo leigo, assim como eu. Começando com esses 3k que você recomendou e tomando decisões razoáveis, quanto te dinheiro é possível fazer em 1 ano, por exemplo? Abraços!

        Responder
        1. Hugo Teixeira

          Uma média anual fica por volta dos 20%-40%. Em anos ruins você vai ganhar menos, às vezes até vai perder dinheiro (-20% em 2013) e nos anos bons, vai ganhar bastante (+110% em 2009). Logo, é preciso investir por vários anos parar ter vários ruins e bons e ficar numa média realista. Ficando um ano você corre o risco de perder dinheiro e achar tudo terrível ou ganhar demais e achar que tudo é perfeito, duas visões erradas. Logo, é um jogo de longo prazo, quanto menor o prazo, mais a sorte vale e isso nunca é legal.

          Responder
  1. Roberto Nascimento

    Hugo, estou acompanhando tudo o que você posta, inclusive os emails, queria dar os parabéns pela forma simples que você ensina e conta sua historia através dos emails, também estou vendendo minha infância embora com muita dor no coração, mas creio que valerá a pena. Gostaria de fazer algumas perguntas como iniciante leigo dos leigos, o que seria o que você chama de “3k” para começar a investir? E Qual corretora você me indica? Eu fiz cadastro na RICO por elas não cobrarem corretagem, e também gostaria de saber o que você me diz sobre a EMPIREOPTION, lembrando que ainda estou começando e juntando capital para investir. Obrigado

    Roberto “Sem infância” Nascimento

    Responder
    1. Hugo Teixeira

      k = mil

      kk = milhão

      3k = 3 mil reais

      A Rico é realmente muito boa, mas ela cobra 9,80 por ordem executada, não sei porque você disse que eles não cobram. Outra boa e barata é a Speedtrade. Fugindo delas você começa a perder um pouco na qualidade.

      Opções binárias é jogo, não é investimento de verdade, não dá para levar a sério.

      Responder
      1. ronaldo

        Hoje em 2016, ainda recomenda speedtrade? Dizem que há corretoras sem taxa de custódia, cobrando 4 reais por ordem. Ainda não achei.
        Ainda não escolhi a minha corretora.

        Responder
    1. Hugo Teixeira

      Nela, se você lançar uma ordem de compra ou de venda no valor de 1000 reais, você vai gastar 10 reais, aí é preço de corretora normal. A taxa de custódia é legal mas a corretagem só vai compensar se você gastar quase nada por mês, como uns 150 reais ou algo assim (mas aí a bolsa não compensa de qualquer jeito porque você vai precisar operar no fracionário sem gestão do dinheiro nem nada, vai ser tudo errado). Então a não ser que seu capital seja muito pequeno e você queria apenas aprender, vale mais a pena ir para uma corretora de verdade como uma Tov com sua corretagem de 2 reais, tanto faz o valor.

      Responder
  2. Paulo Oliveira

    Li todos os e-books do Hugo e estou com uma dúvida sobre compra de ações utilizando o canal de donchian.
    Como que eu obtenho o preço de entrada de uma ação ?
    Fiz vários backtests com o amibroker e já tenho meu sistema ok.
    Por exemplo, sei que o canal superior de donchian vale 48 e o inferior vale 42. A partir dai como estabeleço o valor de compra e saída de uma ação ?

    Responder
  3. Eduardo Tacla

    Minha grande sorte foi ter encontrado esse site logo quando comecei a me interessar pelo mercado de ações, eu estava quase desistindo de começar a investir, eu achava que para ter um bom retorno na bolsa eu teria que gastar muito tempo estudando um conteúdo cansativo.
    No inicio eu fiquei meio com o pé atras, pq logo vi que o Hugo vendia cursos e e-book’s, e eu não queria cair em “papo de vendedor”, com o passar do tempo fui pesquisando em outros sites e percebi que o conteúdo que tem aqui é muito mais direto e detalhado com uma pegada humorística/motivacional.
    Decidi então arriscar os 50 reais que minha vó tinha me dado e comprar o e-book “Como Se Tornar Um Trader e Viver da Bolsa de Valores”. Quando baixei o e-book eu abri ele só pra da uma olhada pq eu estava estudando, mas acabei lendo o livro todo na hora! E todo aquele tempo que eu gastei em milhares de sites pareciam muito mau gastos. Excelente livro!
    Passou um bom tempo sem eu ler algo sobre o mercado de ações, eu estava trabalhando ,fazendo TCC do curso técnico e logo quando eu formei eu me matriculei no pré-vestibular.
    Esse mês eu comprei o curso “Bolsadevalores vaptvupt” e só posso falar que gostei bastante! O enem ta chegando e eu tenho que me segurar pra não ficar grudado no pc só pesquisando kkkk. Consegui juntar 10000 reais e ja no ano que vem vou abrir minha conta na corretora! Sei dos riscos, mas agora estou muito mais consciente e seguro graças ao blog e aos materiais!

    Responder

Deixe uma resposta